F1
04/11/2015 09:59

Hamilton alfineta antecessor Schumacher e diz: “Jamais fiz as coisas que ele fez para conquistar um título”

Lewis Hamilton afirmou que chegou aos seus três títulos mundiais como resultado do seu “talento natural”. Em declaração publicada pela agência de notícias ‘Reuters’, o britânico alfinetou o heptacampeão mundial
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
Lewis Hamilton chegou à Mercedes em 2013 para assumir a vaga que era de Michael Schumacher, que se aposentou definitivamente no fim da temporada anterior. Desde então, o britânico vem sendo o líder que a escuderia alemã sempre sonhou em ter dentro da pista, correspondendo às expectativas e aos milhões de dólares pagos a cada ano. Foi desta forma que Lewis ajudou a Mercedes a faturar quatro títulos mundiais, sendo dois de Pilotos e dois de Construtores entre 2013 e 2014. O mais novo tricampeão do mundo, em declaração publicada pela agência de notícias ‘Reuters’, disse que suas conquistas foram fruto do seu “talento natural”, diferente, na sua opinião, do seu antecessor na Mercedes.
 
“Jamais fiz as coisas que Michael fez para vencer um título”, disse Hamilton. “Eu venci simplesmente por meu talento natural”, declarou o piloto de 30 anos. Segundo a ‘Reuters’, Lewis deu a declaração quando foi a imprensa italiana o considerou “mais Schumacher e menos Ayrton Senna”, numa menção ao seu maior ídolo nas pistas.
Sucessor de Schumacher na Mercedes, Hamilton alfinetou o heptacampeão mundial (Foto: Getty Images)
Ao longo da carreira, Schumacher se envolveu em alguns episódios controversos na F1. Como na definição do seu primeiro título mundial, no GP da Austrália de 1994, quando jogou sua Benetton para cima da Williams de Damon Hill depois de ter errado o percurso de uma curva. Hill acabou abandonando, assim como Schumacher, que entrava para a galeria dos campeões da F1 em Adelaide.
 
Em 1997, na eletrizante decisão do título contra Jacques Villeneuve, também da Williams, Schumacher, já na Ferrari, jogou seu carro contra o do canadense quando estava para ser ultrapassado pelo rival no circuito de Jerez de la Frontera. Mas desta vez o alemão levou a pior e abandonou depois de ver a suspensão dianteira direita do seu carro avariada. Como punição, Schumacher perdeu o vice-campeonato conquistado naquele ano.
 
Presidente do fã-clube de Schumacher localizado na cidade-natal do piloto, em Kerpen, Reiner Ferling se mostrou irado e entende que Lewis lhe faltou com o respeito, ainda mais considerando o estado de saúde atual do heptacampeão, que se recupera de um gravíssimo acidente sofrido na estação de esqui de Méribel no fim de 2013.
 
“Hamilton deveria trocar seu cérebro antes de falar. Ele deveria aprender sobre o que Michael alcançou. É o que eu digo, o orgulho vem antes da queda”, bradou Ferling, criticando a postura do novo tricampeão do mundo, em declaração veiculada pela agência 'GMM'.
 

Piquet segura Ferrari de Mansell e vence corrida 500 da F1http://grandepremio.uol.com.br/f1/noticias/na-garagem-piquet-segura-ferrari-de-mansell-e-vence-corrida-500-da-f1

Posted by Grande Prêmio on Quarta, 4 de novembro de 2015


Últimas Notícias
sábado, 21 de outubro de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Brasileiro de Marcas
Stock Car
F1
Stock Car
F1
F1
F1
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook