F1
18/09/2017 14:32

Hamilton diz que Vettel “provavelmente” não viu rivais na largada. E define: “Foi um incidente de corrida infeliz”

Lewis Hamilton definiu o acidente que tirou seu maior rival do GP de Singapura como “um incidente de corrida infeliz”. O inglês defendeu a ação do pole Sebastian Vettel e disse que, provavelmente, o alemão não viu a disputa entre Max Verstappen e Kimi Räikkönen
Warm Up
Redação GP, de Curitiba

Lewis Hamilton também avaliou o incidente que acabou definindo os rumos do GP de Singapura. E o tricampeão defendeu as ações do rival Sebastian Vettel. Para o inglês, o alemão provavelmente não tinha como ver a disputa entre Max Verstappen e Kimi Räikkönen, que largavam logo atrás. Vettel, Räikkönen e Verstappen acabaram batendo logo nos primeiros metros da corrida asiática e abandonaram a prova como consequência. Já Hamilton, que passou ileso pelo incidente, assumiu a liderança e venceu praticamente de ponta a ponta, abrindo uma vantagem de 28 pontos para o adversário ferrarista.
 
No momento em que as luzes se apagaram no grid de Marina Bay, Sebastian saltou da pole em linha reta, mas veio trazendo o carro para dentro para se defender de um eventual ataque de Max, que saía em segundo. Só que Kimi também largou muito bem e foi passando o holandês por dentro, no momento em que o piloto da Red Bull se defendia do tetracampeão. O toque entre os três foi inevitável. 
 
Ao falar do acidente, Verstappen disse que foi espremido pelos dois carros da Ferrari e culpou a forma agressiva como Vettel defendeu a primeira posição. Já o ferrarista não soube explicar o que realmente aconteceu. Questionado sobre o episódio, Hamilton evitou apontar o dedo para os pilotos.
Sebastian Vettel, Max Verstappen e Kimi Räikkönen abandonaram o GP de Singapura ainda na largada (Foto: AFP)

"Muitas vezes - e isso fica claro quando você vê a minha largada em Monza -, quando você salta da pole, não consegue ver muito bem o cara que está na segunda posição", afirmou o britânico, que entende que o acidente em Marina Bay foi apenas "um incidente infeliz de corrida".
 
"Eles geralmente estão em seu ponto cego se largam tão bem quanto você. E é difícil ver saber onde eles estão. Por isso, seu pensamento imediato é cobrir esse espaço, vir para dentro e neutralizar, então suponho que foi isso que Vettel fez. Quando você faz isso, de repente, eles aparecem no espelho para que você consiga entender onde estão, mas, às vezes, você faz isso e percebe que já está à frente", explicou.
 
"Não sei se Sebastian agiu assim ou não. Eu estava focado apenas em escapar disso. Eu vi Kimi, então apenas fiquei de olho do que estava acontecendo do meu lado esquerdo e, se algo acontecesse, eu já tinha planejado ir reto na curva 1 para evitar qualquer colisão, eu estava consciente disso", concluiu o piloto da Mercedes.
ALONSO SEM HONDA EM 2018?

É CAPAZ DE A TORO ROSSO IR BEM E A RENAULT FALHAR NA MCLAREN 
 

Últimas Notícias
segunda-feira, 23 de outubro de 2017
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
F1
F1
Nascar
F1
F1
Nascar
F1
Galerias de Imagens
Facebook