F1
23/10/2013 22:30

Massa substitui Maldonado e garante permanência na F1 na Williams a partir da temporada 2014

Felipe Massa vai continuar na F1 no ano que vem. O jornalista Américo Teixeira Jr., do 'Diário Motorsport' e colunista da REVISTA WARM UP, cravou na noite desta quarta-feira o acordo com a Williams, válido por cinco anos
Warm Up
AMÉRICO TEIXEIRA JR., de Vinhedo
 
Siga o GRANDE PRÊMIO                     Curta o GRANDE PRÊMIO

Felipe Massa será piloto da Williams de F1 a partir de 2014. O acordo será divulgado nas próximos dias – ou horas –, e o Diário Motorsport pode afirmar que o contrato é de cinco anos – ou seja, vai até 2018.

O brasileiro vai receber salários, estando descartada a necessidade de levar recursos para a equipe inglesa. O vice-campeão mundial de 2008 correrá no lugar do venezuelano Pastor Maldonado, que deixará o time inglês ao cabo da atual temporada. A informação do acordo de Massa com a Williams está no Diário Motorsport.
 
Sem precisar levar patrocinadores, Massa se garante na Williams (Foto: Getty Images)
Massa deixa a Ferrari após oito temporadas. Seu contrato não foi renovado para o ano que vem, e Felipe será substituído pelo finlandês Kimi Räikkönen. Seus primeiros contatos após a ciência de que não continuaria em Maranello se deram com a Lotus e com a McLaren. Na primeira equipe, disputava a vaga com o favorito Nico Hülkenberg – ainda não anunciado; na outra, dependeria da saída de Sergio Pérez. O nome do piloto também foi ventilado na Force India.

Novamente, o brasileiro vive um campeonato irregular, em que não consegue acompanhar o desempenho do colega de equipe, Fernando Alonso, atualmente vice-líder do Mundial.  O paulista de 32 anos ocupa a sétima posição no Mundial de Pilotos, com 90 pontos e apenas um pódio, conquistado no GP da Espanha, em maio, prova vencida pelo colega espanhol. A diferença para o bicampeão na tabela de classificação é de 117 pontos.

Felipe também não vence uma corrida desde o GP do Brasil de 2008, quando terminou o campeonato na segunda colocação, perdendo o título na etapa final, em Interlagos, para Lewis Hamilton.
 

A Williams tem sido constante casa dos brasileiros nos últimos anos. Rubens Barrichello fez lá suas últimas duas temporadas na F1, em 2010 e 2011. Seu lugar acabou sendo ocupado por Bruno Senna, que só ficou na escuderia por um ano. 

O jornalista Américo Teixeira Jr. é assessor de imprensa, parceiro do GRANDE PRÊMIO e colunista da REVISTA WARM UP.

O observador

Se não foi dos pilotos mais exuberantes ou rápidos nas pistas da F1, Taki Inoue é uma das figuras top nas redes sociais, sobretudo no Twitter. Após a publicação da notícia que coloca Massa na Williams, o japonês observou que há poucas horas o brasileiro passou a seguir a equipe na rede social.

Últimas Notícias
sábado, 22 de novembro de 2014
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
GP2
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook