F1
18/03/2017 09:04

McLaren joga 'fogo na fogueira' com publicação em que resgata carro com motor Mercedes. Mas apaga horas depois

A McLaren jogou ainda mais fogo na fogueira na crise que vive com a Honda. Em uma publicação sobre a nova era da F1, a equipe britânica decidiu misturar imagens do novo carro e com modelos mais antigos e escolheu um de seus bólidos que foi equipado com os motores da Mercedes. Diante da repercussão, o time teve de apagar o post feito nas redes sociais
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
 

A McLaren vive uma crise interna com a Honda. E isso não é nenhum grande segredo. Os recorrentes problemas de confiabilidade apresentados pelas unidades japonesas durante os testes coletivos da F1, em Barcelona, geraram críticas e cobranças. O próprio diretor de corridas da equipe inglesa, Éric Boullier, revelou que as relações com a montadora seguem tensas, embora os nipônicos tenham garantido que continuam 100% comprometidos com o projeto firmado em Woking. Ainda assim, uma informação revelada pela imprensa alemã, nesta semana, expôs uma vez mais o ambiente tumultuado no time de Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne. 
 
De acordo com a publicação 'Auto Bild', o acionista Mansour Ojjeh conversou com representantes da Mercedes para iniciar uma negociação. Mas, logo de cara, a equipe britânica já ouviu o ‘não’ dos alemães. No entanto, ao ser questionada sobre os rumores, a esquadra não negou
 
E foi em meio a esse cenário que a McLaren colocou, ainda que talvez de forma despretensiosa, 'fogo na fogueira' nesta sexta-feira (18). A equipe britânica publicou em suas redes sociais e em seu site uma fotomontagem em que mistura imagens do atual carro e de modelos mais antigos, entre os quais os que foram empurrados pelos motores Mercedes, como forma de comparar os bólidos dentro do novo regulamento da F1. 
O polêmico post da McLaren nas redes sociais (Foto: Reprodução)

Na imagem que foi ar, a McLaren quis resgatar o melhor de cada era – ‘A perfeita mistura entre o velho e o novo?’, dizia o post – e, ao sobrepor as fotografias, escolheu uma versão de seus carros em que aparece na tampa do motor o logotipo da Mercedes – a parte que chamou mais atenção, apesar dos pneus Goodyear de 1986 e de detalhes aerodinâmicos de modelos dos anos 80 e início dos anos 2000.
 
Claro que a publicação foi notada e ganhou enorme repercussão nas mídias sociais, especialmente devido ao momento vivido dentro de Woking, gerando ainda mais especulações. E foi tanto que a esquadra decidiu, cerca de três horas depois da publicação, apagar o post e também tirar do ar a matéria de seu site oficial. Mas o estrago já estava feito.
 
PADDOCK GP #69 DEBATE ABERTURA DA INDY, TESTES DA F1 E MOTOGP E LEMBRA JOHN SURTEES



Últimas Notícias
sexta-feira, 17 de novembro de 2017
F1
Nascar
Brasileiro de Marcas
Brasileiro de Turismo
F1
Rali
F1
World Series
Stock Car
Endurance
World Series
World Series
Stock Car
World Series
F1
Galerias de Imagens
Facebook