F1
09/03/2017 11:30

Melhor tempo da pré-temporada não empolga Vettel, que vê Ferrari atrasada e Mercedes como equipe a ser batida

Depois de registrar o melhor tempo da pré-temporada 2017 em Barcelona, Sebastian Vettel tratou de pregar os pés no chão e freou o entusiasmo quanto ao rendimento da Ferrari nos testes coletivos. O alemão ainda acha que a Mercedes é a equipe a ser batida na F1
Warm Up
THIAGO ARANTES, de Barcelona
 

A Ferrari uma das boas surpresas dos testes da F1 em Barcelona, e isso ninguém discute. Mas, diante da empolgação da imprensa com o tempo de 1min19s024, o melhor da pré-temporada até aqui, obtido na manhã desta quinta-feira (9), o alemão Sebastian Vettel colocou os dois pés no chão. 
 
Para o tetracampeão, a equipe italiana está no caminho certo, mas os resultados do cronômetro na pista catalã têm pouca importância no que será a temporada de 2017. O ferrarista ainda revelou, inclusive, que a escuderia está atrasada no cronograma de trabalho que pretende acabar até a sexta. 
 
“Eu estou feliz dentro do carro, mas ainda está muito cedo. É preciso olhar mais do que simplesmente os tempos de uma volta. Ainda temos muito para fazer, temos de completar mais voltas, ainda temos muito trabalho pela frente. Espero que consigamos mais voltas, que continuemos com essas boas sensações sobre o carro... E daí vamos ver. Espero que possamos levar o bom momento dos testes também para a temporada”, disse o alemão, em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO, entre as duas sessões de treinos desta quinta. 
Sebastian Vettel foi o homem mais rápido da manhã em Barcelona (Foto: Twitter/Ferrari)

Embora o ritmo da Ferrari tenha sido melhor ou semelhante ao da Mercedes em vários dos dias de atividades na pista do GP da Espanha, Vettel ainda é cauteloso ao falar de uma possível disputa com a rival. 
 
“Se você observar o número de voltas que eles deram, ou como eles historicamente são mais lentos nos testes e crescem nas corridas, fica claro que estão muito bem, muito rápidos. Basta olhar o ritmo deles nas simulações de corrida, também... Eles são o time a ser batido. Nós estamos crescendo, trabalhando duro, sabemos que temos que melhorar. Por isso, o mais importante agora é não se distrair”, avaliou o ferrarista. 
 
Em 2016, a Ferrari saiu dos testes de Barcelona com o melhor tempo da pré-temporada, obtido por Kimi Raikkonen; no entanto, o campeonato revelou-se frustrante: a equipe terminou o Mundial na terceira posição, sem nenhuma vitória e distante até mesmo da Red Bull, segunda colocada entre os Construtores. 

PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA



Últimas Notícias
sexta-feira, 23 de junho de 2017
MotoGP
MotoGP
MotoGP
Stock Car
F1
MotoGP
quinta-feira, 22 de junho de 2017
Indy
F1
Indy
Endurance
F1
Endurance
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook