F1
10/01/2017 15:22

Mercedes confirma saída de diretor-técnico Lowe, que se aproxima de acordo com Williams para temporada 2017

Paddy Lowe, uma das peças mais importantes do sucesso da Mercedes na F1, deu seu adeus. A equipe alemã confirmou a já especulada saída de Lowe, que ocupava a função de diretor-técnico. Agora o dirigente parece próximo de um acerto com a Williams
Warm Up
VITOR FAZIO, de Porto Alegre
 
A relação de sucesso entre Mercedes e Paddy Lowe chegou oficialmente ao fim nesta terça-feira (10). Através de comunicado, a equipe alemã confirmou a já especulada saída de Lowe, que ocupava o cargo de diretor-técnico. A decisão é importante para os rumos da temporada 2017: agora sem vínculo com os prateados, parece questão de tempo para que Paddy seja anunciado como novo funcionário da Williams.
 
A decisão é um golpe duro na Mercedes, que perde uma chave importante na construção de seu domínio na F1. Os três títulos seguidos no Campeonato de Construtores tem a marca de Lowe. Recentemente a equipe também perdeu Nico Rosberg, aposentado de maneira surpreendente.
 
Não por acaso, a cúpula da Mercedes lamenta a saída de Lowe. “Paddy foi uma peça importante para o nosso sucesso e agradecemos muito pela contribuição nesse capítulo importante da história da Mercedes no automobilismo”, disse Toto Wolff, chefe da equipe. “Sucesso na F1 não tem a ver com indivíduos, e sim com a força e o conhecimento técnico de toda uma organização. Temos o talento necessário para seguir nosso sucesso recente e queremos crescer a partir disso em 2017”, seguiu.
Paddy Lowe (Foto: Mercedes)
Lowe, por sua vez, exaltou o sucesso na equipe prateada. “Tive três anos e meio de sucesso fantástico na Mercedes, trabalhando com uma equipe de pessoas incríveis. Agora estou pensando em um novo desafio e desejando o melhor para todos na Mercedes”, falou.

A Mercedes aproveitou o anúncio para confirmar o funcionamento da equipe ao curto prazo. Aldo Costa, Mark Ellis, Rob Thomas e Geoff Willis seguem coordenando a área técnica, mas com o cargo de diretor-técnico ainda vago. Este, aliás, deve ser ocupado pelo ex-Ferrari James Allison, de acordo com a BBC.
 
Na Williams, Lowe deve ocupar um cargo ainda mais importante: o dirigente é especulado como novo chefe de equipe dos britânicos, que passam por reformulação às vésperas do início da temporada 2017.

Últimas Notícias
domingo, 26 de fevereiro de 2017
Nascar
F1
F1
F1
Nascar
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Rali
F1
Superbike
MotoGP
sábado, 25 de fevereiro de 2017
F1
Galerias de Imagens
Facebook