F1
07/03/2017 15:15

Muito satisfeito, Massa se empolga com tocada e novo carro da Williams: “Não preciso guiar como uma vovó”

Felipe Massa teve um grande dia em Barcelona. Liderando a tabela de tempos e dando nada menos que 168 voltas, o brasileiro se empolgou com o desempenho do novo carro da Williams, ainda que não tenha falado em que patamar o time está em termos de performance
Warm Up, de Barcelona
THIAGO ARANTES, de Barcelona

Foi um dia praticamente perfeito para Felipe Massa. A terça-feira (7) do brasileiro em Barcelona acabou com 168 voltas completadas (o equivalente a 2,5 GPs), o melhor tempo do dia e uma sensação de que a temporada da F1 reserva bons momentos para o piloto brasileiro da Williams.
 
Ninguém andou tanto quanto Massa. Nem tão rápido. Possivelmente, também, não havia no paddock um piloto tão feliz – nem tão solicitado. Os 10 minutos de entrevista estenderam-se por quase o dobro, em três idiomas: inglês, italiano e português.
 
“Sem dúvida foi um dia positivo. Fico muito feliz por fazer 168 voltas, e poderia ter sido ainda mais se não fosse a bandeira vermelha. Chegar aqui depois de ter perdido dois dias [devido aos acidentes de Lance Stroll na semana passada], fazer 168 voltas, testar tudo o que poderíamos testar, corrida à tarde, acertos... Estou muito satisfeito”, comemorou em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.
 
Diante do melhor tempo do dia – superando as favoritas Mercedes, Ferrari e Red Bull – e da confiabilidade de quem bateu o recorde de voltas em um único dia nesta pré-temporada, uma pergunta já começa a surgir: até onde pode chegar a Williams? Por enquanto, o discurso do brasileiro é cauteloso.
Felipe Massa liderou o dia em Barcelona (Foto: Divulgação)

“Acho que ninguém consegue fazer isso nesse momento. Vamos conseguir fazer na classificação da Austrália. Parece uma desculpa, mas é a realidade: enquanto não estiver todo mundo andando com o melhor em cima do carro, é impossível saber onde está. Mas posso dizer que foi um dia muito positivo e as pessoas na equipe estão com uma cara bem mais alegre do que na semana passada”, afirmou Massa.
 
Para falar sobre os novos carros, o brasileiro foi mais assertivo e reconheceu que os novos modelos têm mais a ver com seu estilo de pilotagem que a geração anterior.
 
“Sem dúvidas eu prefiro muito mais o jeito de guiar deste carro do que o do ano passado, quando a única volta em que você dava o máximo era na classificação, isso se o pneu não acabasse no final... Agora você dá o seu máximo muitas vezes, durante muitas voltas, durante a corrida também... não precisa guiar igual uma vovó, como nas corridas do ano passado”, brincou.
 
Massa retoma as atividades na quarta-feira pela manhã. À tarde, o novato Lance Stroll assume o volante da Williams. A ideia da equipe – se não houver nenhum problema como na semana passada – é que os pilotos se revezem também na quinta-feira. Na sexta, Stroll teria todo o dia para trabalhar.

O GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ a segunda sessão de pré-temporada em Barcelona com o repórter Thiago Arantes e o fotógrafo Arnau Puig. Acompanhe AO VIVO e em TEMPO REAL.
 
PADDOCK GP #67 RECEBE OZZ NEGRI E DEBATE TESTES DA F1 EM BARCELONA


Últimas Notícias
segunda-feira, 27 de março de 2017
Endurance
F1
MotoGP
F-E
MotoGP
Nascar
MotoGP
F1
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook