F1
23/06/2016 11:00

Paddock GP: “Fui menos emotivo em relação à morte de Senna, mas não significa que não senti”, diz Christian Fittipaldi

Quando Ayrton Senna morreu em 1994, Christian Fittipaldi ainda estava correndo na F1. Segundo o piloto, sua decisão foi de não pensar muito no episódio para conseguir seguir com sua carreira de piloto profissional
Warm Up
Redação GP, de São Paulo


Um dos temas que surgiu durante o PADDOCK GP #34, programa de debates do GRANDE PRÊMIO que foi ao ar na terça-feira (21) e recebeu Christian Fittipaldi, foi a morte de Ayrton Senna.
 
Quando aconteceu o trágico acidente de Ímola em 1994, Fittipaldi ainda corrida na F1. Flavio Gomes, então, explicou que viu Rubens Barrichello muito abalado e devastado com o ocorrido, enquanto Christian parecia mais sereno.
"Morte de Senna foi choque para todos", afirmou Flavio Gomes (Foto: Reprodução)
Christian explicou que ficou, sim, abalado, mas apenas encarou o episódio de forma diferente. “Estamos comentando de duas pessoas com características diferentes. Em alguns aspectos eu fui menos emotivo, fiz uma autoanálise”, comentou.
 
“Com certeza isso me abalou, mas eu meio que virei a chave na minha cabeça e falei que queria continuar como piloto. Então, tive que tirar isso da minha cabeça para andar para frente”, completou.
 
O PADDOCK GP é transmitido AO VIVO pelo canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube. Sempre às terças-feiras, o programa começa às 20h.
PADDOCK GP #34 ENTREVISTA CHRISTIAN FITTIPALDI E FALA SOBRE LE MANS E F1



Últimas Notícias
quarta-feira, 22 de novembro de 2017
MotoGP
Indy
F1
F1
MotoGP
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Endurance
Outras
Outras
Stock Car
F1
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook