F1
22/09/2017 09:27

Para fugir de feriado de reverência aos mortos, China tenta trocar data de GP com Bahrein na temporada 2018 da F1

O GP da China aparece no calendário de 2018 da F1 na mesma data que o tradicional Festival Qingming, feriado nacional em que se reverenciam os mortos. Para evitar conflito de datas, a organização do GP chinês pede a troca com o Bahrein
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

O GP da China segue aparecendo no calendário oficial da temporada 2018 da F1 como "provisório", como a srgunda corrida do ano, após a abertura na Austrália. Mas o problema não é exatamente contratual. É que a organização deseja trocar de data para que o GP não ocorra no mesmo final de semana de um importante feriado local.

O Festival Qingming, feriado tradicional da China em que se reverenciam os mortos, em que se cultuam os ancestrais, ocorre no mesmo final de semana em que está programado o GP: o festival vai de 5 a 7 de abril, enquanto os treinos e corrida se dividem entre os dias 6 e 8 do mesmo mês.
GP da China desta temporada(Foto:Divulgação)
Assim, a organização do GP da China pediu à FIA que troque a corrida com o GP do Bahrein, atualmente o terceiro no calendário da próxima temporada, entre os dias 13 e 15 de abril.

Sean Bratches, chefe comercial da F1, disse que a mudança é, de fato, possível. "Estamos tentando montar o calendário levando em conta eventos globais, eventos locais, feriados religiosos, tudo para tentarmos aumentar as chances do público de comparecer aos GPs", declarou.

"Estamos conversando com China e Bahrein para alcançarmos um acordo, que parece estar a caminho. Vamos ver", completou. "Estamos otimistas."

Nesta temporada, o GP da China foi vencido por Lewis Hamilton, hoje líder do Mundial. 
’SOLDADINHO’ DA PENSKE?

CASTRONEVES TEM FALTA DE TÍTULO COMO MANCHA NA CARREIRA  
 


Últimas Notícias
segunda-feira, 23 de outubro de 2017
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
F1
F1
Nascar
F1
F1
Nascar
F1
Galerias de Imagens
Facebook