F1
01/10/2015 13:44

Querendo guiar carros mais velozes em 2017, Button já descarta até deixar F1 após fim da próxima temporada

Querendo ainda guiar carros mais velozes da F1, Jenson Button disse que não quer que 2016 seja sua última temporada no Mundial. O inglês, que teve o contrato renovado com a McLaren, quer fazer parte do campeonato 2017, ano que a categoria vai sofrer sérias mudanças nos regulamentos para tornar os bólidos mais velozes
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
Depois da confirmação de que vai seguir na McLaren em 2016, Jenson Button ainda afirmou que espera que a temporada que vem não seja também a sua última na F1. O inglês deseja fazer parte do campeonato de 2017, quando, devido a um novo regulamento técnico, os carros vão se tornar ainda mais rápidos. 
 
As equipes da F1 esperam encerrar até o fim deste mês uma série de mudanças para que os modelos se tornem até 5s mais velozes por volta na comparação com os bólidos atuais. A próxima reunião entre os principais engenheiros acontece nesta sexta-feira.
E Jenson Button vai ficar por mais uma temporada na F1, ao menos (Foto: AP)
"Para mim, o ano emocionante será de 2017", afirmou o inglês em entrevista à revista 'Auto Express'. "A aderência mecânica será muito maior. Do que eu vi, os carros vão ser de quatro a cinco segundos mais rápidos por volta, tudo por meio a aderência mecânica e aerodinâmica", completou.
 
"E isso será incrível, o que lembra muito a F1 de dez anos atrás. Além disso, sei que, para 2016, eles estão querendo fazer o motor soar um pouco melhor. A F1 não está em um mau momento, mas vai melhorar ainda mais. O próximo ano será melhor e 2017 será sensacional", acrescentou o campeão de 2009.
 
Button também mostrou o mesmo otimismo ao falar da parceria entre a McLaren e Honda. "Queremos ter sucesso, andar na frente, mas a cada corrida temos algo novo. A Honda está melhorando e trabalhando sem parar."
 
"Vejo melhorias no motor e sinto que teremos um grande salto durante o inverno. Com relação ao carro, é bom, mas ainda temos muito trabalho a fazer para o próximo ano, mas definitivamente estamos na direção certa. Eu passei muito tempo conversando com a equipe e há muito entusiasmo lá, então posso dizer que estou com uma boa sensação sobre o futuro", encerrou.

E se de fato competir na temporada 2017, Button terá a chance de superar Rubens Barrichello, o recordista de provas disputadas na F1. O brasileiro tem 322 GPs contra 279 do inglês.

Últimas Notícias
domingo, 22 de outubro de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Stock Car
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook