F1
15/04/2017 12:12

Ricciardo vê boa oportunidade para Alonso correr as 500 Milhas de Indianápolis e diz que “entende suas frustrações”

O anúncio de que Fernando Alonso irá participar das 500 Milhas de Indianápolis deste ano ainda divide opiniões na F1. Mostrando apoio ao espanhol, agora foi a vez de Daniel Ricciardo se expressar, afirmando que caso estivesse na mesma posição que o titular da McLaren, sem brigar pela ponta, tomaria a mesma decisão
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
O anúncio de que Fernando Alonso irá participar das 500 Milhas de Indianápolis deste ano segue dividindo opiniões. Agora foi a vez de Daniel Ricciardo mostrar sua visão sobre a decisão, ficando ao lado do espanhol.
 
O asturiano correrá pela Andretti, que é empurrada pelos motores Honda. A participação do bicampeão, é claro, ainda impacta o paddock da F1.
Daniel Ricciardo (Foto: Red Bull Content Pool)

Entre os tantos discursos, o australiano da Red Bull mostrou apoio ao colega. Ele afirmou que frustração por não brigar pelas posições da ponta justifica a decisão. “Acredito que Fernando perderá uma boa corrida. Mas se você não está brigando no pelotão da frente, Mônaco pode ser uma longa prova”, explicou.
 
“É legal o que ele está fazendo. Pessoalmente, acho que ele escolheu um bom momento para isso. É uma boa oportunidade para ele e ele correrá com uma boa equipe. Entendo suas frustrações, sua posição no esporte neste momento”, seguiu.
 
“Caso me oferecessem essa oportunidade eu provavelmente aceitaria se estivesse em sua posição, sua idade”, completou.
 
O titular do carro #3 continuou sua fala afirmando que isso agora abre um leque de oportunidades para outros pilotos. “Isso pode abrir algumas portas. Acho que no final de minha carreira da F1 eu estaria olhando para minhas opções”, disse.
 
“Agora nada me parece tão atrativo assim. Neste momento quero um carro de F1 mais veloz, ao invés de um carro da Indy ou outra categoria”, encerrou.
 
No entanto, o chefe do australiano não concordou tanto com sua opinião. Durante uma coletiva de imprensa no Bahrein, Christian Horner diagnosticou o asturiano com um “alto nível de insanidade”.
 
Já o vencedor da Indy 500 de 1969 e campeão da F1 em 1978, Mario Andretti saiu em defesa do piloto. O americano declarou que a prova é a “oportunidade perfeita” para o espanhol
 
VERSTAPPEN É O PILOTO MAIS IMPRESSIONANTE A ESTREAR NA F1? VEJA


Últimas Notícias
quinta-feira, 19 de outubro de 2017
MotoGP
MotoGP
quarta-feira, 18 de outubro de 2017
Indy
F1
MotoGP
F1
F1
Seletiva BR
MotoGP
F1
MotoGP
Copa Grande Prêmio
Stock Car
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook