F1
04/11/2015 08:20

Sem chances de correr na Williams, Susie Wolff confirma que deixa automobilismo ao fim da temporada

Esperança de presença feminina no grid da F1, Susie Wolff anunciou, em conjunto com a equipe Williams, que deixa não só a equipe ao fim da temporada, mas que vai encerrar sua carreira como pilota. A escocesa, que faz parte do time de Grove desde abril de 2015, também participou de categorias como o DTM
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
A escocesa Susie Wolff, de 32 anos, anunciou, em conjunto com a Williams, que deixará a equipe britânica e vai se retirar do automobilismo ao fim da temporada. Escolhida para fazer parte do time de Grove desde abril de 2012, quando assumiu o posto de pilota de desenvolvimento, Susie teve a chance de trabalhar no desenvolvimento dos últimos carros da Williams para a F1, participando, também, de testes de antes e durante a temporada. Em 2014, Wolff fez história a ser a primeira mulher a participar de um fim de semana oficial de F1 ao guiar pela Williams no primeiro treino livre dos GPs da Inglaterra e da Alemanha.
 
Em 2015, foi promovida a pilota de testes oficial da Williams. Entretanto, chamou a atenção o episódio em que Susie foi preterida pela equipe britânica quando houve a possibilidade de Valtteri Bottas não correr no GP da Malásia. O finlandês não disputou o GP da Austrália em razão de lesão nas costas e virou dúvida para Sepang. A Williams, no entanto, se apressou em anunciar Adrian Sutil como reserva oficial de Bottas e Felipe Massa ao longo da temporada.
Sem chances de correr na F1, Susie Wolff encerra sua carreira no automobilismo ao fim da temporada (Foto: Getty Images)
Sem chances de correr na F1, Susie, esposa de Toto Wolff, diretor-esportivo da Mercedes — fornecedora de motores para a Williams —, anunciou que está pendurando o capacete e o macacão, encerrando sua carreira nas pistas.
 
“Gostaria de agradecer à Williams pela oportunidade que eles me deram nos últimos anos, o que me permitiu realizar meu sonho de guiar um carro de F1. Foi incrível trabalhar com cada um na equipe, tanto em Grove como na pista, e gostaria de agradecer a todos que fizeram parte desta minha jornada na Williams. Estou agora fechando este capítulo, mas ansiosa para novos desafios no futuro”, declarou.
 
Chefe-adjunta da Williams e filha do cofundador da equipe, Frank Williams, Claire Williams agradeceu pelos serviços prestados pela escocesa. “Foi um prazer trabalhar com a Susie ao longo desses anos todos e ver o quanto ela se desenvolveu como pilota dentro da equipe. Seu feedback e conhecimento do carro foi muito importante para nosso desenvolvimento recente e sentimos muito por vê-la partir. Nós queremos agradecê-la por todos seus esforços e desejar a ela o melhor para seus futuros projetos”, disse a britânica.
 

Olha esse Hamilton dizendo que nunca foi sujo como Schumacher para ser campeão......

Posted by Grande Prêmio on Quarta, 4 de novembro de 2015
 
“Claro, vamos torcer tanto por Susie quanto por Felipe na Corrida dos Campeões, e espero que Susie tenha um grande fim de semana, que vai marcar a última vez que vamos vê-la correr”, complementou, lembrando da prova que Massa e Susie vão disputar entre os dias 20 e 21 de novembro, no Estádio Olímpico de Londres.
 
A carreira de Susie Wolff no automobilismo começou em 2002 na F-Renault Inglesa, categoria onde ficou até 2004, ano em que conquistou três pódios. Em 2005, correu tanto na Porsche Cup Britânica como também na F3 Inglesa. No ano seguinte, fez a transição de vez para o turismo e começou a disputar o prestigiado DTM, o Campeonato Alemão de Turismo, sempre representando a Mercedes. Por lá, ficou até 2012, quando passou a integrar de vez o programa da Mercedes no Mundial de F1.
 

Últimas Notícias
domingo, 30 de abril de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Indy
Indy
Indy
sábado, 29 de abril de 2017
Indy
Rali
Galerias de Imagens
Facebook