F1
21/04/2017 08:56

Vandoorne admite surpresa com teste e diz que McLaren precisa aprender com “melhor dia desde a pré-temporada”

Stoffel Vandoorne, responsável pelo “melhor dia da McLaren” desde a pré-temporada, disse que o desempenho apresentado na última sessão de testes no Bahrein, nesta semana, precisa ser estudado, para que a equipe inglesa entenda o que precisa ser melhorado a partir de agora
Warm Up
Redação GP, de Curitiba
 

Stoffel Vandoorne afirmou que a McLaren e a Honda precisam investigar a fundo a razão pela qual a equipe se saiu tão bem no último dia de testes no Bahrein. Na última quarta-feira (19), o belga completou 81 voltas e foi o quarto mais veloz da sessão. O desempenho veio logo depois de mais um fim de semana difícil da esquadra inglesa, onde Fernando Alonso abandonou a corrida a dois giros do fim, enquanto Stoffel sequer largou. Tudo devido a problemas com a unidade de potência da montadora japonesa.
 
Logo depois das atividades em Sakhir, Vandoorne admitiu que a performance possivelmente foi a melhor que a equipe inglesa experimentou desde a pré-temporada. "Foi provavelmente o nosso melhor dia na temporada até agora. Foi a primeira vez que não tivemos nenhum grande problema, podemos fazer direitinho o nosso programa. Acho que completamos todos os objetivos para hoje, então compensamos tudo aquilo que deu errado em Barcelona", disse.
Stoffel Vandoorne foi o quarto mais veloz nos testes no Bahrein (Foto: McLaren)

Só que o competir acha que é necessário agora entender o que houve. "Não precisamos de apenas um bom dia, precisamos que essa performance apareça sempre. Sim, foi ótimo, mas não há garantia de que, na próxima vez, será tão bom. Precisamos aprender com cuidado o que foi feito no Bahrein e esperamos levar isso adiante, temos de encontrar melhorias. Os nossos dias deveriam ser mais como aquele", explicou o dono do carro #2.
 
O piloto ainda contou que o dia livre de problemas permitiu que a McLaren trabalhasse mais em compreender o chassi. "Do ponto de vista da equipe, foi muito bom seguir direções diferentes. Havia alguns pontos que queríamos testar: algumas coisas muito fundamentais que precisávamos entender", disse o jovem.
 
"Isso foi bom para a equipe para ver de onde vem o desempenho e foi importante para mim também. Então, posso dizer que foi um dia produtivo. O carro é muito forte e o chassi é bom também. Vamos ver agora o que podemos fazer para as próximas corridas, ver tempos de volta e entender o quanto o motor ainda pode melhorar", completou.

PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?


Últimas Notícias
sexta-feira, 21 de abril de 2017
F1
F1
F1
Stock Car
MotoGP
quinta-feira, 20 de abril de 2017
MotoGP
Indy
F1
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
F-E
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook