F1
28/02/2017 15:47

Vandoorne lamenta poucas voltas da McLaren nos testes em Barcelona, mas revela “sensação boa” no carro

Quando pôde andar com o MCL32, Stoffel Vandoorne esteve feliz. O problema é que foi difícil isso acontecer: o motor Honda voltou a dar problemas e o belga passou a maior parte do segundo dia de testes sentado na garagem
Warm Up, de Barcelona
VITOR FAZIO, de Porto Alegre
Z, de Barcelona
Stoffel Vandoorne foi um dos grandes personagens desta terça-feira (28) de testes em Barcelona, mas não por bons motivos. O belga passou a maior parte do tempo parado na garagem da McLaren, consequência de problemas graves do motor Honda. Pelo segundo dia seguido, a equipe perdeu valioso tempo de pista e dá toda a pinta de estar em desvantagem na comparação com as adversárias.
 
“Infelizmente perdemos potência no motor durante a manhã depois de algumas voltas”, recordou Vandoorne, em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO. “Ainda estamos investigando para descobrir o que causou esse problema. É uma pena que não tenha dado para andar mais, foram dias difíceis para nós. Espero que dê para se recuperar e ter um dia com mais confiabilidade amanhã”, seguiu.
 
Com o contratempo, Vandoorne foi apenas o décimo melhor piloto em Barcelona, na frente apenas de Lance Stroll – que nem correu de tarde, consequência de um acidente na manhã. Assim, fica até difícil de acreditar que nas 40 voltas dadas Stoffel teve uma sensação positiva. 
 
“É bom voltar ao carro depois de meses sem pilotar. A primeira sensação foi boa, me senti confortável. Esse é um sinal positivo”, comentou.
Stoffel Vandoorne teve um dia difícil em Barcelona (Foto: Twitter/F1)
Agora a McLaren precisa se motivar para seguir trabalhando duro. Restam seis dias de pré-temporada e qualquer novo contratempo seria um fardo gigantesco para o recém-nascido MCL32.
 
“Todo mundo está focado no trabalho. É o segundo dia de trabalho, talvez não seja o início que desejávamos, claro que queria dar mais voltas. Mas somos uma equipe profissional e trabalhamos muito duro para resolver nossos problemas. Ainda temos seis dias pela frente, não é muito, mas vamos tentar tirar o máximo deles”, finalizou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ a primeira sessão de pré-temporada em Barcelona com os repórteres Thiago Arantes e Evelyn Guimarães e o fotógrafo Arnau Puig. Acompanhe AO VIVO e em TEMPO REAL.


PADDOCK GP #66 RECEBE LUCAS DI GRASSI, DEBATE F-E E NOVOS CARROS DA F1



Últimas Notícias
quinta-feira, 27 de julho de 2017
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
Copa Grande Prêmio
Nascar
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook