F1
15/04/2017 10:00

Verstappen espanta e põe Red Bull à frente de Ferrari e Mercedes no último treino livre no Bahrein

Max Verstappen colocou a Red Bull na frente no Bahrein. Ainda que a diferença tenha sido muito pequena para seus principais adversários, o holandês foi capaz de se manter melhor na última sessão antes da classificação para a etapa barenita, apenas 0s110 de Lewis Hamilton e da Mercedes. Sebastian Vettel completou em terceiro
Warm Up
EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba

Quando o treino livre final do GP do Bahrein, a terceira parada da F1 em 2017, parecia ter uma disputa próxima entre Ferrari e Mercedes, eis que os minutos finais viram um resultado surpreendente: Max Verstappen colocou a Red Bull na primeira colocação, 0s110 à frente de Lewis Hamilton, que vinha em uma sessão problemática e pouco conclusiva. Sebastian Vettel, que liderou as atividades em sua maioria, acabou em terceiro neste sábado (15). Felipe Massa finalizou em sexto.

VERSTAPPEN É O PILOTO MAIS IMPACTANTE DA HISTÓRIA DA F1. ASSISTA
Confira como foi o terceiro treino livre do GP do Bahrein
 
Em mais um dia quente na região de Sakhir, a F1 foi à pista para o último treino livre antes da classificação sob uma temperatura de 34ºC, com sensação próxima a 39ºC – mesma marca que os termômetros registravam no asfalto. A umidade relativa do ar também seguia muito baixa, em torno de apenas 14%. E foi neste cenário que Carlos Sainz deixou as garagens, sendo o primeiro a iniciar as costumeiras voltas de instalação.
 
Líder da sexta-feira, Sebastian Vettel saiu logo atrás, seguido por Romain Grosjean, Stoffel Vandoorne, Fernando Alonso e Kevin Magnussen. E todo mundo com os pneus médios (os de risca branca), repetindo o protocolo da primeira sessão de ontem, disputada também quase no mesmo horário. Mas nenhum tempo foi registrado nestes primeiros minutos de atividades.
 
A primeira marca surgiu quando a sessão já tinha pouco mais de dez minutos. E o responsável foi Esteban Ocon. O jovem francês calçou os pneus macios para essa segunda saída à pista e inaugurou o relógio com 1min34s415. Companheiro de Force India, Sergio Pérez apareceu na sequência, andando 0s0454 atrás do gaulês. Junto com eles, veio também Sainz – mas o espanhol foi o primeiro a já guiar com os supermacios. 
Esteban Ocon foi quem abriu o cronômetro hoje (Foto: AFP)

Dessa forma, o filho do campeão do rali saltou logo para a ponta, anotando 1min34s219 – uma vantagem menor do que o esperado pela diferença de pneus: só 0s196. Sainz precisou iniciar rápido o stint porque ontem, durante a segunda sessão, teve pouco tempo de pista devido a um problema com o motor Renault. E nos minutos seguintes, apenas os três seguiram rodando pelo circuito árabe. Lewis Hamilton chegou a sair, mas foi apenas por um giro de verificação, com os pneus médios também.

Assim, o treino somente viu nomes diferentes na pista quando a sessão ultrapassava a marca de 20 minutos. Lance Stroll, Nico Hülkenberg e Jolyon Palmer foram os primeiros a se juntar a Ocon e Pérez. E o canadense da Williams optou por logo andar com os pneus supermacios também, mas acabou por se colocar apenas em quarto, 1s8 acima da marca do espanhol da Toro Rosso. Palmer apareceu em quinto, com macios. Só muito longe do líder: 4s. 

Aí Daniil Kvyat também veio à pista. E, diferente do companheiro de equipe, optou por iniciar seu stint com os compostos macios. Nesta configuração, o russo foi capaz de se colocar na ponta, com 1min33s934, impondo uma diferença de quase 0s3. Um pouco mais atrás, Vandoorne pôs a McLaren em terceiro, mas usando os vermelhos. De amarelos, Alonso também voltou e assinalou a quinta melhor marca, em 1min34s564. 
 
Neste ponto da sessão, com já 30 minutos de atividades, a tabela de tempos estabelecia a seguinte ordem: Kvyat, Sainz, Vandoorne, Ocon, Alonso, Nülkenberg, Pérez, Palmer, Ericsson e Wehrlein.

E foi só aí que apareceu a primeira Mercedes. Valtteri Bottas deixou os pits com os compostos vermelhos. O finlandês vinha muito rápido, baixando todas as parciais até com certa facilidade, mas acabou exagerando na curva final, escapou e perdeu muito tempo, fechando a volta apenas na 13ª posição. Ao mesmo tempo, Felipe Massa também fazia sua primeira aparição em giros cronometrados. Andando com os supermacios, o piloto da Williams cravou o tempo mais veloz em 1min33s720, batendo em 0s214 a marca do russo da Toro Rosso. 
Romain Grosjean rodou e provocou uma bandeira vermelha (Foto: Reprodução/F1)

Alguns minutos depois, Max Verstappen assumiu a ponta da tabela. Mesmo com algumas escapadinhas de traseira, o holandês fez sua primeira volta rápida em 1min33s249 e andando de macios. O companheiro Daniel Ricciardo também seguiu os passos do jovem, mas não conseguiu completar a passagem normalmente, porque Romain Grosjean entrou rápido demais na curva 4, perdeu a traseira do carro e bateu. Por conta do incidente, a sessão precisou ser paralisada com bandeira vermelha.

Neste momento, o relógio marcava 20 minutos para o fim, e os principais personagens da temporada sequer tinham tempos registrados. E a ordem era: Verstappen, Massa, Kvyat, Sainz, Vandoorne, Ocon, Alonso, Stroll, Hülkenberg, Pérez, Palmer, Magnussen, Wehrlein, Ericsson, Bottas e Grosjean. 

O treino retomou as ações quase quatro minutos depois. E aí Sebastian Vettel tratou logo de deixar as garagens, lançando mão dos pneus supermacios. Kimi Räikkönen e Lewis Hamilton também se uniram ao tetracampeão. Mas o alemão errou, escapou da pista e, mesmo assim, foi capaz de se colocar em terceiro, apenas 0s321 de Verstappen.

Räikkönen, por sua vez, fez uma volta menos problemática. E se colocou na frente, mas foi logo superado pelo compatriota Bottas, que fechou o giro em 1min32s754. Hamilton iniciou sua volta logo depois. Neste meio tempo, Vettel acertou uma passagem sem erros e se colocou na frente com 1min32s750, apenas 0s004 mais veloz que o finlandês da Mercedes. 

Felipe Massa também apareceu bem com a quarta marca, apenas 0s051 do líder. Hamilton, por outro lado, não conseguia se encontrar na pista e permanecia apenas em décimo. Mas os minutos finais acabaram por revelar uma surpresa: Max Verstappen voou para colocar a Red Bull na frente de Mercedes e Ferrari, 0s110 melhor que Hamilton.

O GP do Bahrein, o terceiro do ano, acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades em Sakhir AO VIVO e em TEMPO REAL.

F1, GP do Bahrein, Sakhir, treino livre 3:

1   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:32.194   8
2   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:32.304 +0.110 10
3   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:32.750 +0.556 10
4   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:32.754 +0.560 13
5   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:32.785 +0.591 9
6   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes 1:32.801 +0.607 12
7   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:32.809 +0.615 8
8   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:32.933 +0.739 9
9   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault 1:33.744 +1.550 18
10   31 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:33.916 +1.722 11
11   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:33.922 +1.728 14
12   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:33.947 +1.753 10
13   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:33.965 +1.771 15
14   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:34.027 +1.833 15
15   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:34.064 +1.870 15
16   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:34.198 +2.004 17
17   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:34.205 +2.011 13
18   55 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault 1:34.219 +2.025 14
19   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:34.268 +2.074 15
20   30 Jolyon PALMER ING Renault 1:34.417 +2.223 11
          Tempo 107% 1:38.648 +6.454  
                 
Recorde Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:29.493 02/04/2016  
Melhor volta Pedro DE LA ROSA ESP McLaren Mercedes 1:31.447 03/04/2005  

Os pneus são...
supermacios | macios

 



Últimas Notícias
terça-feira, 17 de outubro de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Warm Up
Copa Grande Prêmio
F1
F1
segunda-feira, 16 de outubro de 2017
MotoGP
Seletiva BR
Copa Grande Prêmio
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook