F1
19/03/2017 08:54

Verstappen põe Mercedes e Ferrari à frente da Red Bull e admite: “Não acho que podemos lutar pela vitória neste momento”

Max Verstappen entende que, ao menos nesta fase inicial de 2017, a Red Bull está atrás de Mercedes e Ferrari, mas assim como seu companheiro de equipe, Daniel Ricciardo, acredita que, com muito trabalho, é possível reagir, como aconteceu em 2016
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 

A performance das equipes nos testes de pré-temporada, em Barcelona, mostraram uma Mercedes bastante confiável, sendo o time que mais andou durante o inverno, e a Ferrari muito rápida e claramente melhor em relação ao ano passado. A Red Bull, contudo, não impressionou. Analisando tudo o que aconteceu nos testes na Catalunha, Max Verstappen, assim como Daniel Ricciardo, acredita que, ao menos neste começo de temporada, os taurinos vão largar atrás das rivais e distante das chances de vitória.
 
O cenário lembra um pouco 2016. No ano passado, a Mercedes se destacou pela confiabilidade do seu carro e a Ferrari mostrou um carro muito melhor. No início da temporada, a escuderia de Maranello começou bem à frente da Red Bull, que reagiu ao longo do ano e terminou bem à frente da rival italiana, além de ter conquistado duas vitórias, enquanto a Ferrari não subiu ao topo do pódio em 2016.
 
Desta forma, Verstappen é cauteloso quanto às chances de vitória da Red Bull neste momento, mas crê que, com muito trabalho, é possível reagir e voltar a lutar pela ponta durante a temporada.
Max Verstappen ainda não sabe o que esperar da Red Bull neste começo de temporada (Foto: Red Bull Content Pool)
“Ainda temos de esperar e ver o quão bons nós realmente somos. Particularmente, não acho que podemos lutar pela vitória neste momento. Muitas coisas podem mudar durante a temporada, mas ainda não somos bons o bastante para vencer”, reconheceu o holandês de 19 anos em entrevista ao diário local ‘De Telegraaf’. 
 
Max alertou para o crescimento da Ferrari, enquanto a Mercedes continua estável na frente. O jovem, contudo, prefere não prever o real nível do RB13 em relação aos principais concorrentes.
 
“Claramente a Ferrari deu um passo em frente neste inverno. A Mercedes vai sempre estar lá, sempre melhora, foi assim nos últimos anos. Para nós é difícil saber onde estamos. Pessoalmente acho que não somos a melhor equipe, mas teremos de esperar para ver”, acrescentou.
 
Diante do melhor desempenho de Mercedes e Ferrari nos testes, Verstappen entende que nem mesmo a pole é um objetivo plausível neste momento para a Red Bull. “Só depois da classificação na Austrália vamos saber nosso rendimento puro. Não vamos para lá com a ideia de que podemos lutar pela pole.”
 

“Neste momento, acho que Ferrari e Mercedes vão estar à nossa frente, mas espero que possamos chegar a um ritmo similar ao do ano passado. Podemos fazer melhor neste ano, mas temos de trabalhar duro para alcançar o melhor nível possível”, finalizou.
 
A temporada 2017 do Mundial de F1 começa dentro de uma semana com a disputa do GP da Austrália, no circuito de Albert Park, em Melbourne, no próximo dia 26.

PADDOCK GP #69 DEBATE ABERTURA DA INDY, TESTES DA F1 E MOTOGP E LEMBRA JOHN SURTEES


Últimas Notícias
sábado, 27 de maio de 2017
F1
sexta-feira, 26 de maio de 2017
Indy
Nascar
Indy
MotoGP
F1
Indy
MotoGP
Indy
F2
F1
MotoGP
Superbike
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook