F1
03/01/2017 06:43

Verstappen se vê forte para temporada 2017 e não hesita sobre desafio de disputar título: “Estou absolutamente preparado”

Max Verstappen se vê pronto para disputar o título mundial de F1 em 2017. O jovem holandês se mostrou confiante e acho que, com o carro certo, pode vencer e se colocar como um nome forte do grid. O piloto, entretanto, foi cauteloso sobre as chances da Red Bull
Warm Up
Redação GP, de Leipzig
 

Max Verstappen foi um dos grandes destaques da temporada 2016 da F1. Alçado ao posto de titular na Red Bull no GP da Espanha, onde venceu de cara, o holandês se coloca agora como um nome forte para o campeonato que começa no fim de março. E ainda que insista em dizer que prefere esperar para ver o quão perto da equipe austríaca vai estar da Mercedes neste ano, o jovem não hesitou ao dizer que se sente preparado para o desafio de disputar o título mundial na maior das categorias. 
 
"É difícil dizer algo agora, prever o que vai acontecer, porque eles não sabem o que as outras equipes estão fazendo também, mas espero que possamos dar um passo mais próximo na direção de nossos rivais", afirmou Max em entrevista ao diário holandês 'De Telegraaf'. 
 
E ao ser questionado se está pronto para brigar pelo campeonato, o jovem respondeu: "Absolutamente".
 
Falando com confiança, Verstappen ainda afirmou que poderia, inclusive, ter vencido antes da F1, se tivesse nas mãos um carro competitivo. O filho de Jos estreou no Mundial em 2015, correndo pela Toro Rosso, aos 17 anos. Fez, sim, uma campanha forte, mas foi a bordo do carro tetracampeão que mostrou toda a sua habilidade.
Max Verstappen foi o grande destaque do ano na F1 (Foto: Red Bull Content Pool)

"Se eu tivesse um carro bom, tenho certeza de que poderia ter vencido mais. Eu aprendi muito nesses dois anos de F1. Aprendi com os acidentes, com os erros, os pit-stops ruins e coisas assim. Mas se você corre com um carro melhor, muitas dessas coisas não acontecem e competir é mais fácil. Você se vê em situações menos problemáticas", explicou.
 
"Acho também que melhorei a minha forma de encarar o fim de semana, especialmente no que diz respeito ao trabalho com os engenheiros e o acerto do carro. Há muitos aspectos que podem mudar as coisas. Por isso, não gosto muito de assuntos fora da competição, porque isso pode se transformar em uma distração. Eu me concentro no carro e em correr", completou o piloto de 19 anos.
 
Perguntando também sobre o relacionamento com o companheiro de equipe, Daniel Ricciardo, Max disse não ter qualquer queixa. "Quando você Daniel, ele sempre sorri e faz todos rirem. Creio que também posso fazer isso. Para uma equipe, é importante ter dois pilotos abertos e que compartilham informações. Acho que claramente a minha relação com Carlos [Sainz, na Toro Rosso] não era tão boa, mas a situação lá era diferente. Na Toro Rosso, Carlos e eu sabíamos que só havia uma vaga livre na Red Bull, porque Daniel sempre foi muito forte", encerrou.
 
Verstappen terminou a temporada passada na quinta colocação, com 204 pontos, sete pódios e a vitória em Barcelona, onde se tornou o mais jovem a vencer na F1.

Últimas Notícias
segunda-feira, 29 de maio de 2017
Indy
Nascar
F1
F1
Nascar
MotoGP
Nascar
F1
Indy
F1
Truck
F1
F1
domingo, 28 de maio de 2017
Nascar
Indy
Galerias de Imagens
Facebook