F1
17/07/2017 06:40

Vettel minimiza revés, diz que “não há motivo para entrar em pânico” e já mira volta por cima na Hungria

Sebastian Vettel procurou evitar o tom alarmista depois da dura derrota no último GP da Inglaterra no último domingo (16), quando viu a diferença para Lewis Hamilton cair de 20 para apenas um ponto após o rival vencer de forma dominante em Silverstone. Vettel cruzou a linha de chegada apenas em sétimo depois de ter um pneu furado na última volta. O alemão, no entanto, reconheceu a grande forma da Mercedes
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

O desfecho da primeira metade da temporada representou também o primeiro grande revés para Sebastian Vettel na temporada. O tetracampeão do mundo vinha em terceiro na volta final do GP da Inglaterra, no último domingo (16), e tinha condições de manter uma vantagem confortável para Lewis Hamilton. Mas um furo no pneu dianteiro esquerdo colocou quase tudo a perder. Sebastian ainda salvou um sétimo lugar, mas viu a diferença para Hamilton, grande vencedor da prova, despencar de 20 para apenas um ponto. Ainda assim, Vettel diz que não há motivo para desespero e que é possível dar a volta por cima na próxima etapa do campeonato, em Hungaroring, dentro de duas semanas.
 
“Não há motivo para entrar em pânico ou se preocupar, mas precisamos ser conscientes de que a Mercedes está muito rápida”, ressaltou o alemão durante entrevista coletiva logo após a prova. A Mercedes venceu três das quatro últimas provas, enquanto o último triunfo da Ferrari foi em maio, quando Vettel e Kimi Räikkönen fizeram dobradinha no GP de Mônaco.
Sebastian Vettel só pensa em dar a volta por cima já na Hungria (Foto: Ferrari)
“Claro que, depois de cada corrida, você vê em que posição está. A corrida não foi boa para nós e ponto. Não conseguimos o resultado que queríamos ou que provavelmente merecíamos, mas faz parte”, comentou o alemão.
 

“Temos de lidar com isso e virar a página. Há outra corrida em duas semanas, mas é normal que te julguem por cada dia. Se as coisas tivessem sido diferentes, venceríamos, e quando você termina no topo, está tudo bem. Mas do contrário, como hoje, as pessoas falam em grande decepção e desastre, mas não estou aqui para perder”, bradou.
 
De qualquer forma, Vettel já começa a pensar na próxima etapa do campeonato, a última antes das providenciais férias de verão na Europa. “Não gosto de perder, odeio, de modo que vamos procurar dar a volta por cima na próxima”, finalizou o tetracampeão mundial.
MORBIDELLI VÊ ROSSI COMO INSPIRAÇÃO E DIZ QUE CONSELHO O TORNOU MAIS AGRESSIVO NAS CORRIDAS


Últimas Notícias
segunda-feira, 20 de novembro de 2017
MotoGP
Endurance
F-E
F1
F1
MotoGP
Nascar
MotoGP
F3
F1
F1
Stock Car
domingo, 19 de novembro de 2017
Stock Car
Stock Car
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook