F1
13/10/2012 04:09 - Atualizada 13/10/2012 09:44

Webber surpreende, tira pole de Vettel no fim e larga na frente no GP da Coreia. Massa é sexto

Sebastian Vettel dominou praticamente toda a classificação do GP da Coreia do Sul. Com exceção do minuto final. De maneira surpreendente, Mark Webber registrou o melhor tempo do fim de semana e, com 1min37s242, garantiu a pole-position em Yeongam. Felipe Massa larga em sexto, enquanto Bruno Senna decepcionou e sai apenas em 18º
Warm Up
FERNANDO SILVA, de Sumaré

► As melhores imagens deste sábado de F1 no circuito de Yeongam

A conquista da pole-position do GP da Coreia do Sul, por parte de Sebastian Vettel, parecia ser questão de tempo. Levando em conta o domínio exibido pelo alemão em dois dos três treinos livres do fim de semana, havia um claro favorito à posição de honra do grid na classificação deste sábado (13). Por um bom tempo do treino foi assim, com Sebastian sobrando e seus rivais tendo de correr atrás do prejuízo. Mas, de maneira surpreendente e no último minuto, Mark Webber colocou a outra Red Bull na ponta. Com o tempo de 1min37s242, o veterano desbancou o jovem bicampeão do mundo e vai largar na frente em Yeongam.

De qualquer forma, a dobradinha da Red Bull, mesmo com Vettel largando atrás de Webber, é um golpe duríssimo para Fernando Alonso. Sem conseguir, nem de longe, o mesmo bom desempenho da Red Bull, o piloto da Ferrari vai largar na quarta posição e vai depender de uma série de fatores para se segurar na liderança do campeonato, que nunca esteve tão em risco. Favoritíssimo à vitória, Vettel pode virar o jogo e deixar a Coreia do Sul com o caminho bem pavimentado rumo ao tricampeonato mundial consecutivo.

Webber tirou a pole de Vettel no fim e larga na frente na Coreia. Hamilton fecha top-3 (Foto: Red Bull/Getty Images)

Ao lado de Alonso, abrindo a segunda fila do grid, larga Lewis Hamilton, único que mostrou condições para andar próximo das Red Bull na Coreia do Sul. Já seu companheiro de equipe, Jenson Button, enfrentou problemas ao longo do Q2 e sequer avançou ao rol dos dez primeiros do grid, denotando certa inconstância na McLaren, fator que praticamente tirou a equipe da luta pelo Mundial de Pilotos.

Kimi Räikkönen fez boa classificação na Coreia do Sul e assegurou a quinta posição do grid. O ‘Homem de Gelo’ vai largar ao lado do seu ex-companheiro de equipe na Ferrari, Felipe Massa, outro que teve bom rendimento em Yeongam. Romain Grosjean, Nico Hülkenberg, Nico Rosberg e Michael Schumacher fecham a relação dos dez primeiros do grid na Coreia.

Bruno Senna foi outro que decepcionou neste sábado no circuito asiático. Alegando problemas de equilíbrio no FW34, decorrentes de falhas na asa dianteira, o brasileiro, em momento algum, conseguiu bom rendimento no fim de semana. E, para piorar, Senna cometeu um erro em sua última tentativa de volta rápida. Como consequência, foi eliminado ainda no Q1, junto com os seis pilotos das três equipes novatas do grid — Caterham, Marussia e HRT.

Saiba como foi o treino que definiu o pole do GP da Coreia do Sul

Com o céu ligeiramente encoberto, a sessão classificatória começou pontualmente às 14h, horário local de Yeongam. O Q1 iniciou de maneira bastante intensa, com vários carros na pista — sobretudo das equipes médias e do fundo do grid —, causando, logo de cara, um grande tráfego no circuito sul-coreano.

Enquanto Vitaly Petrov estava nos boxes, seu companheiro de Caterham, Heikki Kovalainen, fora o primeiro a estabelecer volta cronometrada na Coreia do Sul. Usando pneus macios, o finlandês anotou 1min42s028. Tempo, obviamente, muito alto e que seria facilmente batido na sequência do treino.

Não demorou muito para que Pastor Maldonado desbancasse o tempo de Kovalainen. O venezuelano era seguido por Kimi Räikkönen, Paul Di Resta, Jean-Éric Vergne, quarto colocado. Entretanto, os favoritos à pole ainda não haviam feito suas voltas rápidas. O primeiro a fazê-la foi Fernando Alonso, que pulou para a ponta do Q1 com 1min39s543. Sebastian Vettel e Mark Webber apenas acompanhavam a movimentação parados nos boxes.

Narain Karthikeyan foi responsável pelo momento de maior apreensão de todo o fim de semana até o momento. O indiano, aparentemente com o pneu traseiro direito furado, rodou em alta velocidade na curva 3 e, por muito pouco, não acertou a Force India de Di Resta, que vinha bem mais lento naquele setor.

Faltando nove minutos para o fim do Q1, finalmente as Red Bull deixaram os boxes para garantir vagas na segunda parte do treino. Na frente, quem ocupava a ponta era Räikkönen, que assim como Felipe Massa, Lewis Hamilton e Jenson Button, superaram Alonso. Mas, apenas com uma volta, Vettel mostrou porque está sobrando em Yeongam ao marcar 1min38s208, 0s6 mais rápido que o tempo de Kimi.

Webber chegou a completar dobradinha com a Red Bull ao anotar 1min38s628. Mas, em seguida, Button respondeu e superou o australiano em 0s013. Ninguém, no entanto, era capaz sequer de chegar perto do imbatível Vettel, soberano no circuito sul-coreano.

Senna não foi ao Q2 pela segunda prova seguida (Foto: Williams)

Faltando cinco minutos para o fim do Q1, os pilotos que estavam ameaçados de eliminação do treino — como Bruno Senna, Pastor Maldonado, Sergio Pérez, Kamui Koabayashi e Jean-Éric Vergne — foram à pista usando pneus supermacios. E a estratégia deu certo para todos, menos para Senna.

Em um fim de Q1 emocionante, Pérez garantiu o quarto lugar, seguido por Kobayashi, Vergne e Ricciardo, sétimo. Michael Schumacher, que também estava ameaçado de eliminação no treino, conseguiu, na bacia das almas, o oitavo melhor tempo. Inexplicável, mesmo, foram as performances de Alonso, que só garantiu a 16ª marca, imediatamente à frente de Hamilton. Pior mesmo para Bruno Senna, que errou na sua última tentativa e foi eliminado da classificação junto com Petrov, Kovalainen, Charles Pic, Timo Glock, Pedro de la Rosa e Karthikeyan, que sequer marcou tempo, mas deve largar em Yeongam.

Com problemas, Button se une à dupla da Sauber e é eliminado no Q2

Pérez foi o primeiro a deixar os boxes em Yeongam, na abertura do Q2. Usando pneus supermacios, o jovem mexicano, futuro piloto da McLaren, cravou 1min38s981. Tempo bastante alto, principalmente em comparação com a marca estabelecida por Vettel, de pneus macios, no Q1.

O Q2 estava bem mais empolgante. Todos os pilotos estavam na pista com pneus supermacios, e, obviamente, os tempos despencavam no circuito sul-coreano volta após volta. Primeiro foi Vettel, que reafirmou a supremacia da Red Bull e garantiu o melhor tempo com 1min37s767. Alonso, por sua vez, reagiu depois de performance decepcionante no Q1 e andou a 0s220 do tempo do seu maior rival na luta pelo título. Em seguida, Hamilton passou 0s013 acima do tempo do espanhol, ficando momentaneamente em terceiro.

Button fracassou na classificação e vai largar somente em 11º (Foto: Red Bull/Getty Images)

Naquele momento, na metade do Q2, ficava claro que a Red Bull de Vettel estava milhas à frente dos rivais, mas McLaren e Ferrari estavam na briga pelo top-3, com a Lotus brigando com a Mercedes — só de Schumacher — pela condição de quarta força da classificação. Enquanto isso, a Williams de Maldonado decepcionava e nem de longe mostrava o mesmo bom desempenho de outras etapas.

Depois de alguns minutos nos boxes para ajustes e troca de pneus, todos os pilotos do Q2 — com exceção de Vettel — voltaram à pista para mais algumas tentativas de volta rápida e, principalmente, visavam garantir uma vaga na definição do pole-position na terra do Gangnam Style. E o fim desta segunda fase do treino configurou em uma grande zebra: Jenson Button, com problemas, ficou de fora do Q3, assim como Pérez, Kobayashi e Pastor Maldonado.

Vettel foi ao Q3 como dono da melhor marca do fim de semana, seguido por Alonso, Hamilton, Webber, Räikkönen, Massa — sempre bem ao longo do fim de semana e agora regularmente no Q3 —, Grosjean, Rosberg, Hülkenberg e Michael Schumacher, na disputa do seu último GP da Coreia do Sul. Button, Pérez, Kobayashi, Di Resta, Maldonado, Ricciardo e Vergne foram eliminados do treino que seguia tendo o alemão da Red Bull como soberano.

Webber tira pole 'certa' de Vettel e larga na frente na Coreia do Sul

Dos dez pilotos participantes do Q3 em Yeongam, apenas Hülkenberg preferiu ficar nos boxes, certamente para poupar pneus. A previsão de Paul Hembery, diretor-esportivo da Pirelli, de que os pilotos poderiam usar os compostos macios na fase final da classificação, não se confirmou. Isso porque os competidores optaram pelos pneus supermacios para garantir a melhor posição do grid possível.

Alonso garantiu um grande tempo, 0s32 mais rápido em relação ao Q2, e subiu momentaneamente para a liderança da fase final da classificação, seguido por Webber, Massa e Hamilton. Só que Vettel estava disposto a ratificar sua condição de favorito à vitória. Supremo em Yeongam, o bicampeão do mundo e vencedor do GP da Coreia do Sul em 2011 registrou 1min37s316 e praticamente garantiu a pole.

Faltando três minutos para o fim da sessão, apenas os alemães Schumacher, Rosberg e Hülkenberg não haviam marcado tempo. Räikkönen e Grosjean fechavam o grupo dos sete primeiros do grid pouco antes do fim da sessão. Com pouco mais de dois minutos para o fim do treino, era a hora de todos, sem exceção, tentarem a última cartada no Q3. Todos os dez pilotos foram à pista.

Tudo indicava mais uma pole-position para Vettel. Só que ninguém, absolutamente ninguém, esperava que a pole ficasse com a outra Red Bull. Embora Webber estivesse com bom rendimento ao longo do fim de semana, jamais o veterano chegou a ameaçar, de fato, a soberania do alemão. Mas na hora certa, no momento exato, o australiano cravou 1min37s242 e tomou a ponta do companheiro de equipe.

Vettel, em seguida, tentou baixar o tempo de Mark, mas tudo o que o bicampeão conseguiu foi o segundo lugar do grid. Hamilton vai abrir a segunda fila e largará ao lado de Fernando Alonso, que conseguiu uma posição bastante razoável. Outros ex-companheiros de equipe dividirão a terceira fila em Yeongam: Räikkönen garantiu o quinto melhor tempo e vai iniciar a prova ao lado de Massa, que começa o GP da Coreia do Sul em boa posição.

F1, GP da Coreia do Sul, Yeongam, grid de largada:

 

 

Últimas Notícias
sexta-feira, 24 de outubro de 2014
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
quinta-feira, 23 de outubro de 2014
MotoGP
Rali
F1
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Seletiva BR
F1
Galerias de Imagens
Facebook