F3
18/03/2017 17:10

Murilo Coletta acerta na tática, conclui etapa de estreia com vitória e fecha rodada de Curitiba como líder da F3 Brasil

A segunda corrida da rodada de abertura da F3 Brasil foi emocionante e definida na base da estratégia. Levou a melhor quem escolheu, da forma correta, os pneus para pista molhada, já que a chuva deu as caras na parte final da disputa. E Murilo Coletta venceu em seu fim de semana de estreia na categoria e, de quebra, assumiu a liderança do campeonato
Warm Up
FERNANDO SILVA, de Sumaré
 

A corrida que determinou o desfecho da rodada de abertura da renovada F3 Brasil em 2017 mostra que a categoria pode, sim, viver novos tempos também em termos de equilíbrio. A prova na tarde deste sábado (18), em Curitiba, foi marcada pela imprevisibilidade, resultado das artimanhas do clima e da chuva, que deu as caras na região do Autódromo Internacional de Curitiba desde sexta-feira. 
 
Murilo Coletta, exímio kartista que fez sua estreia na F3 Brasil neste fim de semana, foi um dos poucos pilotos que optaram por largar com pneus de chuva mesmo quando o asfalto estava quase seco. Mas a chuva apertou na metade final da prova e provou que a estratégia da Cesário com Murilo foi a mais acertada. Coletta ultrapassou Vitor Baptista, segurou a pressão de Pedro Caland nas voltas finais e faturou, logo na sua segunda corrida, a primeira vitória na F3 Brasil.

"Sair com a vitória em minha estreia na F3 é algo que eu não esperava. Estou muito feliz. É uma emoção inexplicável. Nunca vou esquecer essa corrida", comemorou o vencedor da corrida 2 e líder do campeonato, Murilo Coletta.
 
A estratégia da Cesário também foi a mais acertada para o irmão de Murilo, o também kartista Marcel Coletta. Com o carro da F3 Academy, o Dallara F301, o novato conseguiu fazer uma boa prova e fez, no fim da disputa, a ultrapassagem sobre Baptista, que não parou para trocar pneus e seguiu em toda a corrida com compostos para pista seca. Foi a segunda vitória de Marcel Coletta no fim de semana, 100% de aproveitamento.

"O sábado foi muito bom. Na primeira corrida, tive uma quebra, mas consegui me manter na pista e ganhar. Na segunda, foi um pouco mais difícil, ganhei posições depois que o piloto na minha frente tomou uma punição. Estou feliz porque deu tudo certo", festejou Marcel.
Debaixo de chuva, Murilo Coletta faturou sua primeira prova na F3 Brasil (Foto: Marcus Cicarello)
Vitor, que atuou como convidado nesta etapa pela Full Time, time que volta à F3 nesta temporada, terminou em quarto, com Leonardo de Souza, da Kemba Racing, em quinto. Guilherme Samaia, que venceu a corrida 1 do fim de semana com a Cesário, foi o sexto. Na F3 Academy, Igor Fraga, da Prop Car Racing, fechou em segundo, sendo seguido por Rafael Barranco, da Full Time.
 
Na soma dos resultados das duas corridas, Murilo Coletta, que foi o terceiro na corrida realizada pela manhã, agora soma 24 pontos. Pedro Caland, da Hitech Racing, foi segundo colocado nas duas provas e tem os mesmos 24 pontos, mas perde nos critérios de desempate. Samaia aparece em terceiro, com 20. Leonardo Souza soma 14, enquanto Baptista tem nove. Na F3 Academy, Marcel Coletta acumula 30 pontos, contra 14 de Pedro Goulart e 12 de Enzo Elias e Igor Fraga, o quarto colocado na tabela.
 
A próxima etapa da F3 Brasil, que faz parte do rol de eventos da Porsche GT3 Cup, está marcada para 5 e 6 de maio no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, em São Paulo.
 
 
Saiba como foi a corrida 2 da etapa de Curitiba da F3 Brasil
 
Por conta da regra do grid invertido, remanescente das últimas temporadas, Enzo Elias, estreante e piloto da F3 Academy, largou na pole-position geral da segunda corrida deste sábado da F3 Brasil em Curitiba. Marcel Coletta, que venceu na F3 Academy pela manhã, esteve ao seu lado na primeira fila. Leonardo Souza e Murilo Coletta largaram logo atrás, enquanto Pedro Caland e o vencedor da primeira corrida do ano, Guilherme Samaia, vieram na terceira fila.
 
Com um grid formado por 13 carros, os pilotos foram para o grid de largada do desfecho da rodada dupla em uma pista levemente úmida em razão da chuva que voltou a dar as caras no fim da corrida da Porsche GT3 Challenge, no início da tarde. Mas o asfalto secou e fez com que muitas equipes trocassem os pneus, para pista seca, com os carros alinhados no grid, atrasando um pouco o procedimento de largada. 
Largada da corrida 2 da etapa de Curitiba da F3 Brasil (Foto: Marcus Cicarello)
Guilherme Samaia, Vitor Baptista e Igor Fraga, por exemplo, largaram com pneus para pista seca. Murilo Coletta e Pedro Caland partiram com pneus de chuva.
 
Caland fez uma largada sensacional e partiu de quinto para primeiro. Enzo Elias, que até conseguiu largar bem, perdeu o controle do seu carro na saída do S de Baixa e ficou para trás. Leonardo de Souza, para evitar uma batida no carro de Samaia, que vinha logo atrás, escapou na grama, mas conseguiu voltar à pista. Quem brilhava também era Vitor Baptista. De 11º, o piloto da Full Time pulou logo para quinto, driblando os carros da F3 Academy, e cruzou a primeira volta em terceiro lugar. 
 

Com duas voltas, Caland, com o carro #52 da Hitech, já começava a ter a pressão do novato Murilo Coletta, exímio kartista que fazia sua estreia pela Cesário. Baptista aparecia em terceiro e já encostava, com Igor Fraga, piloto da Prop Car Racing e inscrito na F3 Academy, aparecia em quarto no geral e primeiro na sua classe.
Marcel Coletta triunfou nas duas corridas da F3 Academy (Foto: Marcus Cicarello)
Baptista sobrava na prova e tinha o melhor ritmo dentre todos os 13 pilotos do grid, sendo o único a virar na casa de 1min18s. Caland ainda resistia na ponta, com Murilo Coletta logo atrás, mas tudo indicava que logo a liderança teria outro dono. Samaia, vencedor na corrida 1, não tinha facilidades e lutava para ultrapassar Souza, subindo para a sexta posição.
 
Na sexta volta, Baptista já tomava a liderança. E em grande estilo, ao ultrapassar Caland e Coletta de uma vez só. Os três ficaram lado a lado na reta dos boxes, mas Baptista levou a melhor. Murilo Coletta conseguiu ganhar a posição de Caland e subiu para segundo. Igor Fraga seguia em quarto no geral e primeiro na F3 Academy, mas o desempenho de Samaia indicava que o paulista ganharia em poucos minutos a quarta colocação. 
 
Campeão brasileiro de Kart, Pedro Goulart, que ganhou como prêmio uma temporada completa na F3 Brasil na F3 Academy, aparecia em nono lugar no geral.
 
Tanto Igor Fraga como Guilherme Samaia tiveram de cumprir uma punição: os dois fizeram uma mudança no carro com menos de cinco minutos para a largada. Tanto a Prop Car como a Cesário realizaram a troca de pneus de chuva para os de pista seca pouco antes da volta de apresentação. Enquanto isso, Baptista sobrava na pista e já tinha uma vantagem de 7s para o segundo colocado, Murilo Coletta.
 

Mas a chuva apareceu com tudo quando restavam 14 minutos para o fim da corrida. Logo, Samaia retornou para os boxes para colocar pneus para pista molhada. Baptista tentou continuar na pista, mas não tinha mais o menor controle do carro e não conseguiu sustentar a primeira colocação. Murilo Coletta, com pneus de chuva, assumiu a liderança, enquanto Pedro Caland também ganhou a posição de Baptista e subiu para segundo. Marcel Coletta, irmão de Murilo, vinha em quarto no geral e em primeiro na F3 Academy.
 
Leonardo de Souza, que estava em quinto, escorregou quando vinha perto de completar mais uma volta e rodou à frente de Pedro Caland, que estava uma volta à frente, passeando pela brita antes da entrada da reta dos boxes. Caland, aliás, tentava se aproximar do ritmo de Murilo Coletta, mas o estreante conseguia manter um ritmo mais rápido e sustentava a primeira posição. Baptista passava de novo pela grama e colocava em risco o terceiro lugar da prova.
 
Na última volta, Murilo Coletta conseguiu dar uma volta em Vitor Baptista. O líder da prova tinha de abrir caminho para conter o avanço de Caland, que vinha logo atrás. Mas ao fim de 23 voltas, Coletta conseguiu vencer, logo na sua segunda prova, a primeira vitória na F3 Brasil, da Cesário. Caland terminou em segundo e, na última volta, o irmão de Murilo, Marcel Coletta, fechou o top-3 geral, sendo o vencedor na F3 Academy. Vitor Bapitsta terminou em quarto, enquanto Leonardo de Souza foi o quinto. Guilherme Samaia fechou apenas em sexto.
 
Igor Fraga, da Prop Car, foi o segundo colocado da F3 Academy, com Rafael Barranco, da Full Time, completando o pódio da categoria.

PADDOCK GP #69 DEBATE ABERTURA DA INDY, TESTES DA F1 E MOTOGP E LEMBRA JOHN SURTEES


Últimas Notícias
sexta-feira, 26 de maio de 2017
Indy
Nascar
Indy
MotoGP
F1
Indy
MotoGP
Indy
F2
F1
MotoGP
Superbike
MotoGP
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook