F3
22/02/2017 07:47

Renovada, F3 Brasil anuncia criação de academia para fomentar formação e desenvolvimento de jovens pilotos

A F3 Brasil garantiu sua sobrevivência e agora faz parte do cronograma da Porsche GT3 Cup como evento suporte. Uma das medidas desta nova fase da categoria é a criação da F3 Academy, que substitui a F3 Light, sendo criada para ajudar na formação e desenvolvimento dos jovens pilotos do automobilismo nacional
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 
Depois de garantir sua continuidade com a parceria firmada com a Porsche GT3 Cup, a F3 Brasil dá sinais de reação com o início de um processo de renovação. A principal categoria de monopostos do automobilismo nacional, por meio da Associação Nacional das Equipes de Fórmula (Anef), fechou um acordo com a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) para a criação da F3 Academy, nova categoria do certame, a partir da temporada 2017, que terá início em 17 de março, em Curitiba.
 
A nova F3 Academy vai substituir a F3 Light e servirá como porta de entrada para os jovens pilotos na categoria. A intenção é garantir o fomento para a formação e desenvolvimento dos novos pilotos do país, sobretudo os que vêm do kartismo, servindo como primeiro passo dos jovens talentos antes de um avanço na carreira no automobilismo do exterior.

Na última temporada, que foi marcada por grids com poucos carros, a categoria Light foi duramente afetda. Em boa parte das etapas de 2016, a classe contou com apenas um carro, tendo de recorrer a pilotos convidados para completar o grid.
 
Segundo informa a F3 Brasil, a nova F3 Academy terá carros com chassi Dallara F-301 vistoriados tecnicamente. Um dos novos pontos será a equalização em nova faixa de potência dos motores “de forma transparente a todos”, diz a categoria, que complementa. “Os pilotos com carteira PEC, admitindo a participação de competidores que completarem 15 anos de idade em 2017, uma vez que a nova faixa de potência a chancela como ‘Categoria Escola CBA’”.

Renovada, a F3 Brasil cria a F3 Academy para fomentar o desenvolvimento de jovens pilotos (Foto: Marcus Cicarello)
Entre outras medidas anunciadas em conjunto pela F3 Brasil e a CBA estão “aulas e palestras ministradas por profissionais expoentes nas seguintes áreas: dinâmica de suspensão, aerodinâmica, treinamento físico, nutrição, psicologia, treinamento em inteligência emocional, profissionalização de um piloto, treinamento de comunicação, tudo sem custo adicional aos pilotos”.
 
A categoria também prevê um convênio com uma academia europeia para que os pilotos façam clínicas no exterior ao longo do ano, inclusive com análise e avaliação nos simuladores. Dentre os prêmios, a CBA diz que o campeão da F3 Academy em 2017 vai ter garantida uma temporada na classe principal da F3 Brasil no ano seguinte.
 
Augusto Cesário, o ‘Formigão’, lenda da F3 no Brasil, chefe da equipe mais vitoriosa nos últimos tempos, a Cesário F3, e presidente da Anef, acredita que a nova F3 Academy vai suprir um espaço entre o kartismo e a F3 como um todo.
 
“Nos últimos anos percebemos que ficou um gap muito grande entre o kart e a F3. A F3 Academy vem justamente resolver este problema, inclusive garantindo aos pilotos todo o suporte necessário fora da pista para darem sequência a uma carreira profissional nas corridas. Agradeço ao ‘Dadai’ (Waldner Bernardo, futuro presidente da CBA) pelo suporte na iniciativa, que poderá ser um passo decisivo na formação de novos talentos”, declarou.
 
O futuro presidente da CBA, que assume a gestão da confederação em março, também falou sobre o assunto. “Temos certeza que começaremos uma nova fase no automobilismo brasileiro no tocante à formação de pilotos profissionais”, disse.

PADDOCK GP #66 RECEBE LUCAS DI GRASSI, DEBATE F-E E NOVOS CARROS DA F1


Últimas Notícias
sexta-feira, 28 de abril de 2017
Motociclismo
F1
quinta-feira, 27 de abril de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Indy
F1
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook