F3
11/09/2016 16:46

Samaia segura ataque de Iorio no fim e comanda 1-2-3 da Cesário na corrida 1 da F3 Brasil em Interlagos por 0s083

Guilherme Samaia controlou o ataque final de Matheus Iorio e venceu por incríveis 0s083 a primeira corrida da F3 Brasil em Interlagos. Carlos Cunha completou o 1-2-3 da Cesário
Warm Up, de Interlagos
GABRIEL CURTY, de Interlagos

A primeira corrida da F3 Brasil em Interlagos foi completamente dominada pela Cesário. Neste domingo (11), Guilherme Samaia controlou os ataques finais de Matheus Iorio e garantiu a vitória por incríveis 0s083, puxando o 1-2-3 do time que ainda teve Carlos Cunha em terceiro.

Esta foi a primeira vitória de Samaia na classe principal da F3 Brasil. Em 2015, o piloto foi campeão da categoria Light.
 
Thiago Vivacqua fez uma prova tranquila e fugiu da série de confusões da corrida para chegar em quarto. O top-5 ainda teve Matheus Muniz, acertado por Artur Fortunato quando vinha em terceiro.
 
Luis Felipe Branquinho chegou em sexto, seguido por um punido Fortunato e Pedro Caland. O minguado grid da categoria ficou ainda menor com os abandonos de Leonardo Raucci e Christian Hahn, logo nas primeiras voltas.

Iorio segue disparado na liderança com 87 pontos. Samaia vem com 53, Cunha e Vivacqua têm 38 e Pedro Cardoso, que sequer correu em Interlagos, aparece com 31.
A chegada apertadíssima entre Guilherme Samaia e Matheus Iorio (Foto: Fernanda Freixosa)
Confira como foi a corrida 1 da F3 Brasil: 
 
A largada da F3 Brasil em Interlagos aconteceu às 13h12 (em Brasília). Logo na primeira volta, Christian Hahn acertou Carlos Cunha, quebrou a suspensão e ficou pelo caminho. Depois, Leonardo Raucci rodou e também ficou parado.
 
O grid que já era bem pequeno com apenas dez carros foi ficando ainda menor. Lá na frente, Guilherme Samaia segurava a pressão de Matheus Iorio e ia fugindo na frente. Matheus Muniz, Artur Fortunato, Thiago Vivacqua e Carlos Cunha vinham atrás, com Luis Felipe Branquinho e Pedro Caland fechando o grupo.
 
A disputa ficava completamente polarizada em questão de seis voltas. Samaia tinha 0s7 para Iorio, mas já 6s5 para Muniz e 7s5 para Fortunato. 
 
Enquanto a briga pelo primeiro lugar esfriava e a do terceiro posto pegava fogo, Vivacqua e Cunha também duelavam pela quinta colocação, com Vivacqua dando o troco após ser superado na entrada da reta.
 
Cunha tirou o quinto lugar de Vivacqua na volta 11, tentando entrar na briga pelo pódio. A situação para Cunha melhorou muito quando, no giro seguinte, uma bela disputa entre Fortunato e Muniz acabou mal. o piloto do #41 subiu na zebra e acertou em cheio o #27 no fim do S do Senna. Pior para Muniz, que despencava.
 
Pela batida em cima de Muniz, Fortunato levou um drive-through. Assim, abria caminho para Cunha entrar no pódio. Na frente, Iorio subia de produção, mas Samaia ainda controlava a vantagem. 

Na volta final, Iorio grudou de vez. Apertou o ritmo, colocou de lado, pressionou, mas Samaia conseguiu segurar o companheiro e rival e completou a corrida na frente, apenas 0s083 na frente do líder do campeonato. Cunha fechou o pódio.
 
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC



Últimas Notícias
quarta-feira, 23 de agosto de 2017
Indy
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
MotoGP
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
MotoGP
Shell
Galerias de Imagens
Facebook