F3
11/09/2016 16:46

Samaia segura ataque de Iorio no fim e comanda 1-2-3 da Cesário na corrida 1 da F3 Brasil em Interlagos por 0s083

Guilherme Samaia controlou o ataque final de Matheus Iorio e venceu por incríveis 0s083 a primeira corrida da F3 Brasil em Interlagos. Carlos Cunha completou o 1-2-3 da Cesário
Warm Up, de Interlagos
GABRIEL CURTY, de Interlagos

A primeira corrida da F3 Brasil em Interlagos foi completamente dominada pela Cesário. Neste domingo (11), Guilherme Samaia controlou os ataques finais de Matheus Iorio e garantiu a vitória por incríveis 0s083, puxando o 1-2-3 do time que ainda teve Carlos Cunha em terceiro.

Esta foi a primeira vitória de Samaia na classe principal da F3 Brasil. Em 2015, o piloto foi campeão da categoria Light.
 
Thiago Vivacqua fez uma prova tranquila e fugiu da série de confusões da corrida para chegar em quarto. O top-5 ainda teve Matheus Muniz, acertado por Artur Fortunato quando vinha em terceiro.
 
Luis Felipe Branquinho chegou em sexto, seguido por um punido Fortunato e Pedro Caland. O minguado grid da categoria ficou ainda menor com os abandonos de Leonardo Raucci e Christian Hahn, logo nas primeiras voltas.

Iorio segue disparado na liderança com 87 pontos. Samaia vem com 53, Cunha e Vivacqua têm 38 e Pedro Cardoso, que sequer correu em Interlagos, aparece com 31.
A chegada apertadíssima entre Guilherme Samaia e Matheus Iorio (Foto: Fernanda Freixosa)
Confira como foi a corrida 1 da F3 Brasil: 
 
A largada da F3 Brasil em Interlagos aconteceu às 13h12 (em Brasília). Logo na primeira volta, Christian Hahn acertou Carlos Cunha, quebrou a suspensão e ficou pelo caminho. Depois, Leonardo Raucci rodou e também ficou parado.
 
O grid que já era bem pequeno com apenas dez carros foi ficando ainda menor. Lá na frente, Guilherme Samaia segurava a pressão de Matheus Iorio e ia fugindo na frente. Matheus Muniz, Artur Fortunato, Thiago Vivacqua e Carlos Cunha vinham atrás, com Luis Felipe Branquinho e Pedro Caland fechando o grupo.
 
A disputa ficava completamente polarizada em questão de seis voltas. Samaia tinha 0s7 para Iorio, mas já 6s5 para Muniz e 7s5 para Fortunato. 
 
Enquanto a briga pelo primeiro lugar esfriava e a do terceiro posto pegava fogo, Vivacqua e Cunha também duelavam pela quinta colocação, com Vivacqua dando o troco após ser superado na entrada da reta.
 
Cunha tirou o quinto lugar de Vivacqua na volta 11, tentando entrar na briga pelo pódio. A situação para Cunha melhorou muito quando, no giro seguinte, uma bela disputa entre Fortunato e Muniz acabou mal. o piloto do #41 subiu na zebra e acertou em cheio o #27 no fim do S do Senna. Pior para Muniz, que despencava.
 
Pela batida em cima de Muniz, Fortunato levou um drive-through. Assim, abria caminho para Cunha entrar no pódio. Na frente, Iorio subia de produção, mas Samaia ainda controlava a vantagem. 

Na volta final, Iorio grudou de vez. Apertou o ritmo, colocou de lado, pressionou, mas Samaia conseguiu segurar o companheiro e rival e completou a corrida na frente, apenas 0s083 na frente do líder do campeonato. Cunha fechou o pódio.
 
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC


Últimas Notícias
domingo, 26 de fevereiro de 2017
F1
Superbike
MotoGP
sábado, 25 de fevereiro de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
F1
Nascar
F1
F1
Superbike
Galerias de Imagens
Facebook