F3
16/10/2016 08:45

Stroll bate Eriksson no começo e vence fácil última etapa da F3 Euro em Hockenheim. Sette Câmara é 6º

Lance Stroll não poderia se despedir da temporada 2016 da F3 Euro de outra forma. O canadense superou Joel Eriksson ainda no comecinho e marchou para mais uma vitória tranquila, a 14ª no ano. Sérgio Sette Câmara começou bem, mas foi caindo e fechou em sexto. Pedro Piquet foi 15º
Warm Up
GABRIEL CURTY, de São Paulo

A briga pela vitória só teve graça nas primeiras duas voltas no encerramento da temporada 2016 da F3 Euro. Neste domingo (16), em Hockenheim, Joel Eriksson bem que tentou, mas não resistiu aos ataques de Lance Stroll e viu o canadense marchar para mais uma vitória tranquila no campeonato. Foi a 14ª do piloto que tenta chegar à F1 em 2017.

Eriksson viu que não tinha chances de acompanhar o ritmo de Stroll e tratou de fugir dos demais problemas. E fez isso muito bem: o sueco chegou na segunda posição sem ser mais incomodado, fechando em alta a temporada 2016.

Jake Hughes fez uma bela corrida de recuperação após conturbadas voltas iniciais e ainda foi ao pódio, passando Nick Cassidy nos instantes finais. Alexander Sims fechou o top-5 da última prova alemã.

Sérgio Sette Câmara foi um dos destaques do início da corrida e até chegou a brigar pelo terceiro posto, mas foi perdendo ritmo e terminou em sexto, controlando as investidas de Ben Barnicoat, Ralf Aron, Maximilian Günther e Anthoine Hubert. Pedro Piquet foi o 15º.
Lance Stroll venceu mais uma corrida na F3 Euro (Foto: Reprodução/Twitter)
Confira como foi a corrida 3:

A largada da F3 Euro teve Joel Eriksson e Lance Stroll disparando na frente e Nick Cassidy saindo bem para o quarto lugar, atrás de Jake Hughes. Sérgio Sette Câmara segurava o quinto lugar, enquanto Pedro Piquet caía de 16º para 18º.
 
Eriksson, então, cometeu um erro sozinho na primeira volta e permitiu que Stroll colocasse o carro de lado e iniciasse uma pressão que, na volta 2, fez efeito. Com mais carro, o canadense foi para a ponta, enquanto a briga pelo terceiro lugar pegava fogo logo atrás.
 
Cassidy buscava mergulhar para cima de Hughes, mas Sette Câmara viu uma brecha e buscou a linha interna. Os três quase colidiram, mas Cassidy saiu em vantagem e ganhou a posição, enquanto o brasileiro ao menos também conseguiu superar Hughes e virou quarto.
 
No pelotão intermediário, David Beckmann viu suas chances de repetir o ótimo desempenho de sábado sumirem ao tentar superar Ben Barnicoat e bater. Na pista, Piquet era 19º, o último dentre os que não haviam tido problemas até ali.
 
Já pela sexta volta, Stroll e Eriksson abriam muito para o resto do grupo. Ali, 1s6 separava o canadense do sueco, enquanto a vantagem para Cassidy já batia na casa de 5s1. Sette Câmara aparecia com a mesma distância para Cassidy e para Hughes, seu perseguidor.
 
Enquanto George Russell recolhia seu carro, Piquet aproveitava para superar Wing Chung Chang e, assim, virava 17º. 9s1 separavam o brasileiro do top-10, que era fechado até então por Guanyu Zhou.

Enquanto Stroll abria mais para Eriksson que, por sua vez, também não deixava Cassidy chegar, a luta pelo quarto posto pegava fogo. Sette Câmara fazia o possível para segurar, mas via Hughes forçando do jeito que dava para tentar passar. Alexander Sims, Ralf Aron e Nikita Mazepin aproveitavam o enrosco e também entravam para a briga.

Depois de muitas tentativas, Hughes saiu melhor da curva e superou Sette Câmara na 12ª volta, deixando o brasileiro para Sims e Aron, que apareciam colados. 

No momento em que Sims partia para cima de Sette Câmara, uma confusão tomou conta do pelotão intermediário. Todo mundo resolveu tentar ultrapassar na mesma hora e por muito pouco Mazepin e Barnicoat não colidiram com Aron. Basicamente, do quinto ao 15º não havia diferença com pouco mais de 10 minutos para o final.

Despencando no compacto pelotão, Mazepin tentou passar Daniel Ticktum e ambos colidiram, com o russo levando a pior e indo parar na brita. Piquet ganhava mais uma posição e ia para 15º, 8s2 atrás do top-10, até então fechado por Anthoine Hubert.

No fim, Hughes mostrou que tinha carro para mais e colou em Cassidy, conseguindo a ultrapassagem já no apagar das luzes e, assim, arrumando uma vaguinha no pódio da corrida 30.
Últimas Notícias
sábado, 29 de abril de 2017
F1
F1
F1
Indy
sexta-feira, 28 de abril de 2017
Indy
Rali
Nascar
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook