F2
09/03/2017 16:00

Conselho Mundial aprova acordo entre FIA e F1, e GP2 passa a ser F2 a partir da temporada 2017

Sem Bernie Ecclestone no caminho, a FIA conseguiu o que queria há tempos: que a GP2 volte a ser F2. A nova categoria vai herdar o calendário que a GP2 havia anunciado para a temporada 2017. Além disso, terá peso um pouco maior na tabela de pontuação para a superlicença
Warm Up
Redação GP, do Rio de Janeiro
 

A mudança que vem sendo trabalhada pela FIA desde o primeiro semestre de dois anos atrás foi, enfim, confirmada na tarde desta quinta-feira (9): a GP2 sai de cena a partir deste ano e dá lugar à F2 como principal categoria-satélite do Mundial de F1.
 
A informação foi confirmada pela FIA por meio de um comunicado oficial. A primeira temporada da F2 terá, de fato, uma corrida separada da F1, que acontece em Jerez. Fora isso, a categoria acompanha o Mundial nos GPs do Bahrein, Espanha, Mônaco, Azerbaijão, Áustria, Inglaterra, Hungria, Béligica, Itália e Abu Dhabi.
 
"O Conselho Mundial de Automobilismo aprovou a criação da FIA F2 a partir de 2017. A FIA chegou a um acordo com o Grupo F1 com respeito à transição da categoria GP2 para F2, e o campeonato terá todas as datas, menos uma, atreladas ao calendário da F1", disse o comunicado.
 
A mudança de nome significará também um aumento de importância da F2 para a qualificação de pilotos que desejam chegar na F1. A pontuação na superlicença será aumentada: os três primeiros colocados ganham 40 pontos, em vez de só os dois primeiros. Quem ficar entre o quarto e o décimo posto ganha 30, 20, 10, 8, 6, 4 e 3.
 
Falando no começo deste ano em entrevista à revista oficial da FIA, o presidente da entidade, Jean Todt, mostrou toda a disposição que tinha para fazer a F2 sair do papel. 
PADDOCK GP ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA
"Racionalizar o caminho para a F1 tem sido uma das grandes metas da FIA no meu tempo aqui, e a designação de uma nova F2 vai atingir essa meta. Claro que estamos numa fase inicial de desenvolvimento do campeonato, mas acho que existe muito escopo para desenvolvimento", falou.
 
A GP2 surgiu em 2005 como substituta da finada F3000 - a própria F3000 havia substituído a F2 no passado. Outra F2 chegou a ser disputada entre 2009 e 2012, mas sem sucesso e, por isso, foi desfeita. 
 
Bernie Ecclestone representava uma resistência à mudança, mas sua saída escancarou a porta para que a modificação fosse rapidamente realizada. O Liberty Media, que também adquiriu a GP2, se mostrava a favor da troca.   
A GP2 passa a ser F2 (Foto: GP2)


Últimas Notícias
sexta-feira, 20 de outubro de 2017
F1
F-E
Seletiva BR
F1
Outras
Stock Car
F1
F1
MotoGP
F1
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook