GP2
19/06/2016 12:29

Em corrida 2 recheada de acidentes, Giovinazzi ignora grid invertido e vence segunda do final de semana em Baku

Antonio Giovinazzi sai do Azerbaijão com o final de semana perfeito: duas vitórias em duas provas e o elevador pego para o terceiro lugar do campeonato. Nada mal para o novato vindo da F3 Euro que ainda nem tinha conseguido beliscar um top-10
Warm Up
Redação GP, Rio de Janeiro

O italiano Antonio Giovinazzi ainda não tnha vencido na temporada de estreia da GP2, então aproveitou logo o final de semana do Azerbaijão para faturar duas baterias. Neste domingo (19), o piloto da Prema chegou a ser o oitavo colocado, mas conseguiu ir escalando para mais uma vitória. 
 
E a corrida 2 em Baku teve um monte de problemas. Não na largada em si, que viu Nobuharu Matsuhita mergulhando de terceiro para a ponta do grid parcialmente reverso e saindo na frente. Talvez seguisse disparando não fosse o safety-car chamado depois da batida entre Jordan King e Jimmy Eriksson, que disputavam nono lugar na volta oito.
 
Na relargada, enquanto Matsuhita quase passava o safety-car, Oliver Rowland e Daniel de Jong até cruzaram o ponteiro, mas acabaram saindo direto na curva 1. Só aí, Sergey Sirotkin ganhou duas colocações grátis.
Giovinazzi venceu corrida cheia de problemas (Foto: GP2)
O safety-car voltou quando Philo Paz Armand abandonou a prova também. Na relargada, Matsuhita tentou segurar mais enquanto o carro de segurança saía, mas a tática acabou fazendo com que vários pilotos se encontrassem juntos na reta. Assim, Gustav Malja cravou a traseira de Mitch Evans. Rowland acabou envolvido no acidente, assim como Evans e Sean Gelael.
 
Quem foi ganhando espaço na confusão foi Raffaele Marciello, mas o ex-pupilo ferrarista foi acertado por Matsuhita quando atacou pela liderança depois da terceira relargada. Desta forma, Pierre Gasly, que largara em 18º, se viu líder e seguido por Giovinazzi.
 
Daí em diante, as últimas cinco voltas foram uma corrida pelo dinheiro. Giovinazzi conseguiu passar, mesmo sem usar a asa móvel, após Gasly passar do ponto na curva um do último giro. Sirotkin, mesmo depois do toque em Matsuhita e a grande avaria na asa, foi terceiro.
 
Jordan King, Artem Markelov, Sergio Canamasas, Nabil Jeffri, Arthur Pic, Alex Lynn e Marvin Kirchhöfer foram aos pontos. Após três etapas e seis corridas, o campeonato é liderado por Markelov, que tem 54 pontos e é seguido de perto por Norman Nato, com 49, e Giovinazzi, com 46.
 
PADDOCK GP #33 ANALISA GP DO CANADÁ E FAZ PRÉVIA DO GP DA EUROPA


Últimas Notícias
quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017
F1
MotoGP
F1
F-E
F1
F-E
F1
F-E
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook