GP2
11/01/2013 18:35

“Melhor preparado”, Nasr elege Calado e Ericsson como rivais na GP2 e mira pilotar F1 no fim de 2013

Felipe Nasr afirmou que pode estrear em um carro da F1 no fim de 2013. Para isso, o brasileiro disse que se sente pronto para disputar o título da GP2, principalmente após assinar com a velha conhecida Carlin
Warm Up
FELIPE GIACOMELLI, de Penha

Único brasileiro confirmado na GP2 até agora, Felipe Nasr se disse pronto para brigar por melhor resultados no campeonato de 2013. O brasiliense, já anunciado pela equipe Carlin, afirmou nesta sexta-feira (11) que se sente na melhor forma possível para lutar pelo título da nova temporada e, quem sabe, até mesmo pilotar um carro de F1 no final do ano.

“Eu acho que estou muito mais bem preparado do que estava no início do ano passado, então tenho na minha cabeça que é um ano para buscar esse título”, declarou Felipe em entrevista exclusiva ao Grande Prêmio.

Felipe Nasr disse que está pronto para conquistar o título da GP2 (Foto: GP2)

Para ficar com a taça, o brasileiro disse que, além da experiência acumulada na última temporada, também conta com a estrutura da equipe Carlin, a mesma com a qual se tornou campeão da F3 Inglesa em 2011.

“Eu não quero ficar pensando no que pode acontecer ganhando ou não. Eu quero ir para o campeonato pensando que vou ganhar, acho que estou preparado para isso. Estou em uma situação muito boa, conheço bem a equipe Carlin, aprendi muito no ano passado, então existe a pressão, sim, mas acho que isso não é problema”, disse.

No entanto, embora o título seja uma obsessão, terminar entre os primeiros colocados da GP2 pode carimbar o passaporte do brasileiro rumo à F1. Afinal, nos últimos anos, nomes como Charles Pic, Sergio Pérez, Esteban Gutiérrez e Max Chilton conseguiram chegar à principal categoria do automobilismo mundial, mesmo terminando o campeonato de acesso atrás de veteranos, como Pastor Maldonado e Romain Grosjean.

Mas Nasr não pensa assim. O piloto disse ao GP que chegar à F1 com o título da categoria de base dá um destaque maior.  “Mesmo não ganhando a GP2 você também pode estar lá. Mas acho que é um status bem melhor você ganhar a categoria para subir para a F1”, avaliou.

E para ficar com a tala de campeão, o brasileiro já sabe quem são os principais adversários na luta pela taça. “Calado e Ericsson são os dois caras que vão brigar neste ano”, disse Nasr, em referência ao sueco Marcus Ericsson, que substituiu o campeão Davide Valsecchi na Dams, e ao britânico James Calado, melhor novato de 2012.

Por fim, Felipe falou sobre a possibilidade de pilotar um carro de F1 em 2013. O brasileiro afirmou que não deve guiá-lo no meio do ano, mas está aberto a negociações para participar de atividades após a temporada. “No final do ano, posso. Durante a temporada não, mas no final, sim”, encerrou.

Últimas Notícias
domingo, 21 de dezembro de 2014
F1
Indy
F1
F1
sábado, 20 de dezembro de 2014
F1
F1
F1
F1
Stock Car
F1
Outras
F1
F1
sexta-feira, 19 de dezembro de 2014
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook