F2
14/05/2016 14:49

Nato aproveita safety-car, deixa Gasly para trás no fim e vence primeira corrida da GP2 em 2016

Norman Nato foi preciso (e contou com a sorte). Aproveitou o safety-car, conseguiu a manobra para assumir a liderança na fase final do GP da Espanha e venceu a primeira corrida da temporada na GP2
Warm Up
VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
Norman Nato venceu a primeira etapa da temporada 2016 da GP2 neste sábado (14). O piloto francês aproveitou a entrada do safety-car na fase final da corrida que abriu a rodada dupla da Espanha, deu o bote certeiro em Pierre Gasly e recebeu a bandeirada na frente. 
 
Nicholas Latifi foi mais um a se aproveitar da queda de rendimento de Gasly e conseguiu a ultrapassagem no fim para garantir o segundo lugar em Barcelona. Gasly, que liderou a maior parte da prova, acabou em terceiro.
 
Artem Markelov acabou em quarto, seguido de Alex Lynn, Sergio Canamasas e Jordan King. Antonio Giovinazzi, Gustav Malja e Oliver Rowland completaram o grupo dos dez melhores classificados de uma corrida que não contou com brasileiros no grid.
Norman Nato largou em segundo, mas conseguiu vencer na abertura da temporada (Foto: GP2)
Saiba como foi primeira corrida da GP2 em Barcelona:

Pierre Gasly, o pole-position, fez uma boa largada e manteve a liderança. Norman Nato se manteve em segundo e quem deu o bote foi Sergey Sirotkin, que saltou do quinto para o terceiro lugar logo no início. Mas Luca Ghiotto teve problemas ainda no começo da prova e ficou parado na pista. Veio o safety-car virtual para remoção do carro.
 
A corrida teve reinício na volta 6, com Gasly mantendo a frente. Mais atrás, Sergio Canamasas deixava Gustav Malja para trás e assumia a sexta colocação. Nicholas Latifi pressionava Sirotkin na briga pelo terceiro lugar.
 
Na dianteira, Gasly dava sinais de que abriria vantagem. Na volta 10, tinha 0s6 de vantagem para Nato. E foi exatamente isso o que o aconteceu na sequência. Dois giros depois, já abria 1s3 para o segundo colocado, impedindo o compatriota a abrir a asa para tentar a ultrapassagem.
 
Os dez primeiros eram: Gasly, Nato, Sirotkin, Latifi, Markelov, Canamasas, Matsushita, Marciello, De Jong e Gelael.

Entre os ponteiros, enquanto Gasly conseguia manter 1s5 de vantagem para Nato, quem pressionava em busca do segundo lugar era Sirotkin. E de tanto tentar, acabou indo além do limite, perdeu a traseira na curva 2 e rodou, ficando atravessado na pista. Veio o safety-car para remoção do carro do russo. Pelo rádio, pediu mil desculpas para a equipe.

Os pilotos aproveitaram a interrupção e foram para os boxes para a troca de pneus. Gasly voltou seguro à frente, com Nato em segundo e Latifi em terceiro. Atrás do carro de segurança, os pilotos faziam todo o possível para aquecer os pneus antes do recomeço da prova.
 
Na relargada, as primeiras posições foram mantidas. Mas Nato aproveitou a chance de estar perto de Gasly e forçou a ultrapassagem na curva 10. Bela manobra para assumir a liderança na volta 27.

Estavam previstas 37 voltas, mas com as interrupções, a prova seria definida pelo tempo. Nos últimos minutos, portanto, Latifi conseguiu deixar Gasly para trás e tomar o segundo lugar, ficando só atrás do vencedor, Nato.
O QUE ESTÁ POR TRÁS DO RECENTE NOTICIÁRIO SOBRE SCHUMACHER


Últimas Notícias
segunda-feira, 24 de julho de 2017
Indy
F-E
Superbike
F-E
F1
F1
F1
Stock Car
Nascar
F1
Nascar
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook