F2
14/05/2016 14:49

Nato aproveita safety-car, deixa Gasly para trás no fim e vence primeira corrida da GP2 em 2016

Norman Nato foi preciso (e contou com a sorte). Aproveitou o safety-car, conseguiu a manobra para assumir a liderança na fase final do GP da Espanha e venceu a primeira corrida da temporada na GP2
Warm Up
VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
Norman Nato venceu a primeira etapa da temporada 2016 da GP2 neste sábado (14). O piloto francês aproveitou a entrada do safety-car na fase final da corrida que abriu a rodada dupla da Espanha, deu o bote certeiro em Pierre Gasly e recebeu a bandeirada na frente. 
 
Nicholas Latifi foi mais um a se aproveitar da queda de rendimento de Gasly e conseguiu a ultrapassagem no fim para garantir o segundo lugar em Barcelona. Gasly, que liderou a maior parte da prova, acabou em terceiro.
 
Artem Markelov acabou em quarto, seguido de Alex Lynn, Sergio Canamasas e Jordan King. Antonio Giovinazzi, Gustav Malja e Oliver Rowland completaram o grupo dos dez melhores classificados de uma corrida que não contou com brasileiros no grid.
Norman Nato largou em segundo, mas conseguiu vencer na abertura da temporada (Foto: GP2)
Saiba como foi primeira corrida da GP2 em Barcelona:

Pierre Gasly, o pole-position, fez uma boa largada e manteve a liderança. Norman Nato se manteve em segundo e quem deu o bote foi Sergey Sirotkin, que saltou do quinto para o terceiro lugar logo no início. Mas Luca Ghiotto teve problemas ainda no começo da prova e ficou parado na pista. Veio o safety-car virtual para remoção do carro.
 
A corrida teve reinício na volta 6, com Gasly mantendo a frente. Mais atrás, Sergio Canamasas deixava Gustav Malja para trás e assumia a sexta colocação. Nicholas Latifi pressionava Sirotkin na briga pelo terceiro lugar.
 
Na dianteira, Gasly dava sinais de que abriria vantagem. Na volta 10, tinha 0s6 de vantagem para Nato. E foi exatamente isso o que o aconteceu na sequência. Dois giros depois, já abria 1s3 para o segundo colocado, impedindo o compatriota a abrir a asa para tentar a ultrapassagem.
 
Os dez primeiros eram: Gasly, Nato, Sirotkin, Latifi, Markelov, Canamasas, Matsushita, Marciello, De Jong e Gelael.

Entre os ponteiros, enquanto Gasly conseguia manter 1s5 de vantagem para Nato, quem pressionava em busca do segundo lugar era Sirotkin. E de tanto tentar, acabou indo além do limite, perdeu a traseira na curva 2 e rodou, ficando atravessado na pista. Veio o safety-car para remoção do carro do russo. Pelo rádio, pediu mil desculpas para a equipe.

Os pilotos aproveitaram a interrupção e foram para os boxes para a troca de pneus. Gasly voltou seguro à frente, com Nato em segundo e Latifi em terceiro. Atrás do carro de segurança, os pilotos faziam todo o possível para aquecer os pneus antes do recomeço da prova.
 
Na relargada, as primeiras posições foram mantidas. Mas Nato aproveitou a chance de estar perto de Gasly e forçou a ultrapassagem na curva 10. Bela manobra para assumir a liderança na volta 27.

Estavam previstas 37 voltas, mas com as interrupções, a prova seria definida pelo tempo. Nos últimos minutos, portanto, Latifi conseguiu deixar Gasly para trás e tomar o segundo lugar, ficando só atrás do vencedor, Nato.
O QUE ESTÁ POR TRÁS DO RECENTE NOTICIÁRIO SOBRE SCHUMACHER

Últimas Notícias
sábado, 27 de maio de 2017
Truck
Nascar
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
F1
F2
F1
F1
F1
F1
Superbike
Galerias de Imagens
Facebook