F2
26/05/2016 15:23

Sirotkin desbanca Nato e se beneficia de bandeira vermelha para assegurar pole da GP2 em Mônaco

Sergey Sirotkin marcou sua volta rápida e, instantes depois, uma bandeira vermelha foi necessária por causa de um acidente de Artem Markelov. Com isso, os pneus perderam temperatura e ninguém conseguiu tempos melhores
Warm Up
VITOR FAZIO, de Porto Alegre
Sergey Sirotkin foi cirúrgico no treino classificatório da GP2 em Mônaco, nesta quinta-feira (26). O piloto russo registrou o excelente tempo de 1min19s894, superando Norman Nato. A grande sorte de Sirotkin veio momentos depois: Artem Markelov passou reto na Sainte-Dévote, encheu a barreira de proteção e causou uma bandeira vermelha.
 
Sorte por causa do timing da interrupção. Restavam apenas 3min48s de treino, insuficiente para os pilotos recuperarem temperatura nos pneus e marcarem voltas realmente competitivas. De certa forma, Markelov impediu a loucura de tempos rápidos que costuma marcar os últimos instantes de uma classificação.
 
Beneficiado pelo formato especial da classificação em Mônaco, Nato garantiu o segundo lugar. A GP2 formou dois grupos de pilotos para evitar o tráfego, Norman foi o melhor do Grupo A. No geral, foi apenas o terceiro melhor tempo, mas por ter ponteado sua divisão, a primeira fila estava garantida.
Sergey Sirotkin, pole em Mônaco (Foto: GP2)
Jordan King, companheiro de Nato, acabou com o terceiro posto no grid. Mitch Evans, Oliver Rowland e Alex Lynn completam as três primeiras filas do grid.
 
A ordem de largada, todavia, ainda podia mudar bastante. Pierre Gasly e Sergio Canamasas correm o risco de receber punições por irregularidades na pesagem dos carros.
 
Saiba como foi o treino classificatório da GP2
 
Para evitar problemas com o tráfego, a GP2 optou por dividir os pilotos em dois grupos. O A e o B. Cada um contava com 11 candidatos, que teriam tempo mais limitado para marcar voltas rápidas.
 
Alex Lynn, piloto de testes da Williams, foi o primeiro a marcar uma volta rápida em Mônaco. O tempo, 1min23s1, não era dos mais competitivos: Pierre Gasly aparece pouco depois e baixou a marca para 1min21s3. Ainda estava muito cedo para falar em favoritos, mas o francês definitivamente estava forte.
 
Mas talvez não o suficiente. Marvin Kirchhöfer tomou a pole provisória pouco depois, e a primeira colocação logo passou para Mitch Evans, com um belo 1min20s5. Seria possível superar Evans?
 
Seria. E dois fizeram isso: primeiro Norman Nato, vencedor da corrida 1 em Barcelona, tomou a liderança de seu grupo. Em questão de instantes, Lynn recuperou a liderança. Os tempos não paravam de baixar. Prova disso é que o próprio Evans recuperou a pole provisória instantes depois.
Norman Nato fecha a primeira fila (Foto: GP2)
Quase com cronômetro zerado veio a última troca de líder no Grupo A. Nato foi o privilegiado, com um ótimo 1min19s894. Os carros do Grupo B teriam uma pista um pouco mais aderente, mas as condições seriam virtualmente as mesmas.
 
Mesmo assim, levaria algum tempo para o novo grupo de pilotos sequer chegar perto dos registros anteriores. Sergio Canamasas, por exemplo, era o mais rápido com o tempo de 1min21s5.
 
Quando os tempos baixaram, baixaram para valer. Dois toques e Sergey Sirotkin já havia baixado a marca de Nato, chegando ao 1min19s6. Jordan King, companheiro de Norman, também superou a marca anterior, garantindo provisoriamente a segunda posição do grid.
 
Uma bandeira vermelha tratou de comprometer o fluxo de voltas do Grupo B. Artem Markelov passou reto na Sainte-Dévote, bateu no guard-rail e causou a interrupção. O russo errou muito: perdeu o ponto de freada por uns dois quilômetros e bateu com alguma força. A barreira acabou comprometida, exigindo uma longa interrupção.

A sessão até recomeçou, mas foi só para cumprir tabela. O tráfego foi mais um problema e, em condições desfavoráveis, ninguém fez tempos competitivos.

No entanto, horas depois do final da classificação o que se previa se concretizou: Gasly e Canamasas acabaram punidos por irregularidades no peso de seus carros. Eles, que largariam da 13ª e 16ª posições, respectivamente, agora sairão do pitlane.

GP2 2016, Mônaco, treino classificatório, Grupo A:
1 NORMAN NATO FRA RACING ENGINEERING 1:19,894  
2 MITCH EVANS NZL PERTAMINA CAMPOS 1:19,962 +0,068
3 ALEX LYNN ING DAMS 1:20,014 +0,120
4 RAFFAELE MARCIELLO ITA RUSSIAN TIME 1:20,601 +0,707
5 LUCA GHIOTTO ITA TRIDENT 1:20,630 +0,736
6 NOBUHARU MATSUSHITA JAP ART 1:20,744 +0,850
7 MARVIN KIRCHHÖFER ALE CARLIN 1:21,016 +1,122
8 PIERRE GASLY FRA PREMA 1:21,381 +1,487
9 ARTHUR PIC FRA RAPAX 1:21,965 +2,071
10 DANIËL DE JONG HOL MP 1:21,978 +2,084
11 JIMMY ERIKSSON SUE ARDEN 1:22,029 +2,135

GP2 2016, Mônaco, treino classificatório, Grupo B:
1 SERGEY SIROTKIN RUS ART 1:19,186  
2 JORDAN KING ING RACING ENGINEERING 1:19,691 +0,505
3 OLIVER ROWLAND ING MP 1:19,852 +0,666
4 ANTONIO GIOVINAZZI ITA PREMA 1:19,972 +0,786
5 NICHOLAS LATIFI CAN DAMS 1:20,182 +0,996
6 ARTHUR PIC FRA RAPAX 1:20,360 +1,174
7 SERGIO CANAMASAS ESP CARLIN 1:20,600 +1,414
8 SEAN GELAEL INA PERTAMINA CAMPOS 1:20,877 +1,691
9 ARTEM MARKELOV RUS RUSSIAN TIME 1:22,160 +2,974
10 PHILO PAZ ARMAND INA TRIDENT 1:22,707 +3,521
11 NABIL JEFFRI MAL ARDEN 1:22,722 +3,536
PADDOCK GP #30 DEBATE INDY, F-E E MOTOGP


Últimas Notícias
sexta-feira, 24 de março de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
quinta-feira, 23 de março de 2017
F1
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook