F2
24/07/2016 11:43

Sirotkin fecha etapa de Budapeste com primeira vitória na GP2 em 2016. Líder, Gasly amplia vantagem

Sergey Sirotkin, enfim, venceu sua primeira corrida em 2016. O russo, sucessor de Stoffel Vandoorne no cockpit da ART Grand Prix, levou a melhor em uma disputa com Jordan King e seguiu na frente até o fim. Pierre Gasly completou a prova deste domingo em sétimo, somou outros quatro pontos e ampliou para 11 sua vantagem perante o vice-líder da temporada, Antonio Giovinazzi
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

O fim de semana da GP2 em Hungaroring terminou com a bandeira russa no topo do pódio na manhã deste domingo (24). Sergey Sirotkin, piloto que faz sua segunda temporada na categoria de acesso à F1, venceu sua primeira corrida em 2016 para esboçar uma reação após uma primeira metade de campeonato bastante difícil. Assim, o piloto da ART Grand Prix, sucessor de Stoffel Vandoorne na escuderia francesa, fechou a etapa húngara com 30 pontos somados e subiu para o oitavo lugar na classificação. Líder do campeonato após uma vitória dominante no último sábado em Hungaroring, Pierre Gasly terminou em sétimo e ampliou para 11 pontos sua vantagem perante o vice-líder, Antonio Giovinazzi.
 
Terceiro colocado na corrida do último sábado, Sirotkin abriu a etapa da Hungria em sexto lugar, obedecendo a regra do grid invertido na GP2 em relação aos primeiros colocados da prova 1. Mas o russo iniciou muito bem a disputa e subiu para segundo lugar logo na primeira curva do circuito magiar, ficando só atrás de Jordan King.
Após passar Jordan King, Sergey Sirotkin seguiu para a vitória na Hungria (Foto: GP2)
Logo atrás, Nobuharu Matsushita, companheiro de equipe de Sirotkin na ART Grand Prix, e Giovinazzi, se tocaram durante uma disputa. O italiano foi julgado como culpado pelo contato e foi punido em 10s no tempo de prova. Pouco depois, Arthur Pic rodou, e Raffaele Marciello, que vinha logo atrás, deu sorte ao conseguir evitar a batida. Mas Matsushita, Luca Ghiotto e Alex Lynn não tiveram a mesma sorte e acabaram sendo envolvidos no incidente.
 
O safety-car apareceu até que fosse possível retirar os caros da pista. A prova voltou ao seu curso normal a partir da volta 4, com Jordan King na frente, seguido por Sirotkin. Na penúltima curva de Hungaroring, o britânico cometeu um erro e acabou sendo pressionado por Sergey, que fez a ultrapassagem na volta seguinte, na curva 4.
 
Daí em diante, Sirotkin abriu vantagem e não foi mais superado na Hungria. Dono de um desempenho muito superior aos adversários, o russo não teve dificuldades para, enfim, comemorar sua primeira vitória neste ano na GP2. King terminou em segundo, 4s953 atrás do vencedor, enquanto Norman Nato completou o pódio, garantindo dois pilotos da Racing Engineering no top-3 magiar.
 
Artem Markelov conseguiu lograr um bom quarto lugar, terminando à frente de Mitch Evans. Oliver Rowland, que teve um fim de semana bem discreto na Hungria, foi apenas o sexto, enquanto Pierre Gasly procurou somar pontos com o sétimo posto. Raffaele Marciello completou o rol dos oito primeiros colocados.
 

O desfecho da rodada dupla de Budapeste da GP2 consolidou Gasly como líder da temporada. O pupilo da Red Bull agora soma 107 pontos, contra 96 de Giovinazzi. A etapa foi tão ruim para Rowland que ele despencou de líder do campeonato para quarto colocado, sendo superado por Marciello e ficando com 83 pontos, contra 85 do italiano. Norman Nato fecha a lista dos cinco primeiros e tem 81, seguido por King, que soma 80.
 
A GP2 volta à ativa logo no próximo fim de semana, junto com a F1, para a disputa da rodada dupla da Alemanha, que será realizada no tradicional circuito de Hockenheim.
PADDOCK GP #38 VAI A PIRACICABA PARA LANÇAMENTO DA F-INTER


Últimas Notícias
sábado, 27 de maio de 2017
Truck
Nascar
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
F1
F2
F1
F1
F1
F1
Superbike
Galerias de Imagens
Facebook