GP2
24/07/2016 11:43

Sirotkin fecha etapa de Budapeste com primeira vitória na GP2 em 2016. Líder, Gasly amplia vantagem

Sergey Sirotkin, enfim, venceu sua primeira corrida em 2016. O russo, sucessor de Stoffel Vandoorne no cockpit da ART Grand Prix, levou a melhor em uma disputa com Jordan King e seguiu na frente até o fim. Pierre Gasly completou a prova deste domingo em sétimo, somou outros quatro pontos e ampliou para 11 sua vantagem perante o vice-líder da temporada, Antonio Giovinazzi
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

O fim de semana da GP2 em Hungaroring terminou com a bandeira russa no topo do pódio na manhã deste domingo (24). Sergey Sirotkin, piloto que faz sua segunda temporada na categoria de acesso à F1, venceu sua primeira corrida em 2016 para esboçar uma reação após uma primeira metade de campeonato bastante difícil. Assim, o piloto da ART Grand Prix, sucessor de Stoffel Vandoorne na escuderia francesa, fechou a etapa húngara com 30 pontos somados e subiu para o oitavo lugar na classificação. Líder do campeonato após uma vitória dominante no último sábado em Hungaroring, Pierre Gasly terminou em sétimo e ampliou para 11 pontos sua vantagem perante o vice-líder, Antonio Giovinazzi.
 
Terceiro colocado na corrida do último sábado, Sirotkin abriu a etapa da Hungria em sexto lugar, obedecendo a regra do grid invertido na GP2 em relação aos primeiros colocados da prova 1. Mas o russo iniciou muito bem a disputa e subiu para segundo lugar logo na primeira curva do circuito magiar, ficando só atrás de Jordan King.
Após passar Jordan King, Sergey Sirotkin seguiu para a vitória na Hungria (Foto: GP2)
Logo atrás, Nobuharu Matsushita, companheiro de equipe de Sirotkin na ART Grand Prix, e Giovinazzi, se tocaram durante uma disputa. O italiano foi julgado como culpado pelo contato e foi punido em 10s no tempo de prova. Pouco depois, Arthur Pic rodou, e Raffaele Marciello, que vinha logo atrás, deu sorte ao conseguir evitar a batida. Mas Matsushita, Luca Ghiotto e Alex Lynn não tiveram a mesma sorte e acabaram sendo envolvidos no incidente.
 
O safety-car apareceu até que fosse possível retirar os caros da pista. A prova voltou ao seu curso normal a partir da volta 4, com Jordan King na frente, seguido por Sirotkin. Na penúltima curva de Hungaroring, o britânico cometeu um erro e acabou sendo pressionado por Sergey, que fez a ultrapassagem na volta seguinte, na curva 4.
 
Daí em diante, Sirotkin abriu vantagem e não foi mais superado na Hungria. Dono de um desempenho muito superior aos adversários, o russo não teve dificuldades para, enfim, comemorar sua primeira vitória neste ano na GP2. King terminou em segundo, 4s953 atrás do vencedor, enquanto Norman Nato completou o pódio, garantindo dois pilotos da Racing Engineering no top-3 magiar.
 
Artem Markelov conseguiu lograr um bom quarto lugar, terminando à frente de Mitch Evans. Oliver Rowland, que teve um fim de semana bem discreto na Hungria, foi apenas o sexto, enquanto Pierre Gasly procurou somar pontos com o sétimo posto. Raffaele Marciello completou o rol dos oito primeiros colocados.
 

O desfecho da rodada dupla de Budapeste da GP2 consolidou Gasly como líder da temporada. O pupilo da Red Bull agora soma 107 pontos, contra 96 de Giovinazzi. A etapa foi tão ruim para Rowland que ele despencou de líder do campeonato para quarto colocado, sendo superado por Marciello e ficando com 83 pontos, contra 85 do italiano. Norman Nato fecha a lista dos cinco primeiros e tem 81, seguido por King, que soma 80.
 
A GP2 volta à ativa logo no próximo fim de semana, junto com a F1, para a disputa da rodada dupla da Alemanha, que será realizada no tradicional circuito de Hockenheim.
PADDOCK GP #38 VAI A PIRACICABA PARA LANÇAMENTO DA F-INTER


Últimas Notícias
domingo, 26 de fevereiro de 2017
F1
Superbike
MotoGP
sábado, 25 de fevereiro de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
MotoGP
F1
Nascar
F1
F1
Superbike
Galerias de Imagens
Facebook