Indy
19/05/2017 20:30

Alonso agradece ensinamento e cuidado dos companheiros da Andretti. A partir de agora, “não há mais amigos”

Fernando Alonso manteve o discurso de agradecimento aos companheiros de equipe e valorização do trabalho coletivo na Andretti, mas deixou claro que o desafio em Indianápolis chegou em um ponto em que não cabem mais amizades na pista. Neste sábado, começa a classificação da Indy 500
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 

Fernando Alonso entendeu que chegou em um ponto em que as coisas começam a se decidir nas 500 Milhas de Indianápolis. Depois da sexta-feira (19) de treinos livres, os últimos antes da definição do grid de largada, o espanhol mantve o tom do trabalho coletivo com a Andretti, mas afirmou que o evento já está chegando em um momento em que não existem mais amigos.
 
O bicampeão da F1 voltou a falar do aprendizado constante que vai tendo com os treinamentos no Indianapolis Motor Speedway e já percebe que consegue acertar o carro junto da equipe.
 
"Quanto mais voltas eu dava, melhor eu me sentia", analisou o espanhol. "Têm sido bons dias de aprendizagem para mim e muitas coisas seguem sendo novas, mas a cada volta eu me sinto melhor no carro e sou capaz de sentir que a configuração muda um pouco."
Fernando Alonso (Foto: IndyCar)
Alonso também entende que não está sob pressão por ter companheiros com muito mais bagagem em oval.
 
"Somos seis pilotos em nossa equipe com muita experiência. Compartilhamos tudo e sigo aprendendo com eles no tráfego. Foi muito bom organizar estas corridas com a equipe. Eles cuidam de mim", disse.
 
As velocidades conseguidas por Alonso hoje passaram das 231 mph — 373 km/h —, as mais altas que conseguiu até agora no Speedway.
Fernando Alonso nesta sexta-feira em Indianápolis (Foto: IndyCar)
"Dá para sentir o carro, como se guia atrás de outro carro e o quão perto pode se estar nas curvas, mas quando chegar no dia da corrida vai ser muito diferente. Não há amigos mais", apontou Alonso, que agora parte para a classificação em Indy. "É provavelmente a maior corrida do mundo, e ter a oportunidade de viver este evento é algo que qualquer piloto deveria ter a oportunidade de sentir e, claro, tentar ganhar", finalizou.
 
Alonso teve mais um bom dia. O espanhol fechou a Fast Friday no quarto lugar, a mesma posição que alcançou nas atividades de quarta e quinta-feira. Neste sábado, começa a classificação da Indy 500, com a definição dos nove que vão brigar pela pole no domingo.

MENINO THOMAS MOSTRA LADO HUMANO DA F1 E AQUECE ATÉ CORAÇÃO DO ‘HOMEM DE GELO’ RÄIKKÖNEN


Últimas Notícias
sexta-feira, 19 de maio de 2017
Indy
Brasileiro de Marcas
Indy
Indy
Brasileiro de Turismo
Indy
Nascar
Stock Car
Indy
F1
MotoGP
MotoGP
MotoGP
Nascar
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook