Indy
19/05/2017 20:30

Alonso agradece ensinamento e cuidado dos companheiros da Andretti. A partir de agora, “não há mais amigos”

Fernando Alonso manteve o discurso de agradecimento aos companheiros de equipe e valorização do trabalho coletivo na Andretti, mas deixou claro que o desafio em Indianápolis chegou em um ponto em que não cabem mais amizades na pista. Neste sábado, começa a classificação da Indy 500
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 

Fernando Alonso entendeu que chegou em um ponto em que as coisas começam a se decidir nas 500 Milhas de Indianápolis. Depois da sexta-feira (19) de treinos livres, os últimos antes da definição do grid de largada, o espanhol mantve o tom do trabalho coletivo com a Andretti, mas afirmou que o evento já está chegando em um momento em que não existem mais amigos.
 
O bicampeão da F1 voltou a falar do aprendizado constante que vai tendo com os treinamentos no Indianapolis Motor Speedway e já percebe que consegue acertar o carro junto da equipe.
 
"Quanto mais voltas eu dava, melhor eu me sentia", analisou o espanhol. "Têm sido bons dias de aprendizagem para mim e muitas coisas seguem sendo novas, mas a cada volta eu me sinto melhor no carro e sou capaz de sentir que a configuração muda um pouco."
Fernando Alonso (Foto: IndyCar)
Alonso também entende que não está sob pressão por ter companheiros com muito mais bagagem em oval.
 
"Somos seis pilotos em nossa equipe com muita experiência. Compartilhamos tudo e sigo aprendendo com eles no tráfego. Foi muito bom organizar estas corridas com a equipe. Eles cuidam de mim", disse.
 
As velocidades conseguidas por Alonso hoje passaram das 231 mph — 373 km/h —, as mais altas que conseguiu até agora no Speedway.
Fernando Alonso nesta sexta-feira em Indianápolis (Foto: IndyCar)
"Dá para sentir o carro, como se guia atrás de outro carro e o quão perto pode se estar nas curvas, mas quando chegar no dia da corrida vai ser muito diferente. Não há amigos mais", apontou Alonso, que agora parte para a classificação em Indy. "É provavelmente a maior corrida do mundo, e ter a oportunidade de viver este evento é algo que qualquer piloto deveria ter a oportunidade de sentir e, claro, tentar ganhar", finalizou.
 
Alonso teve mais um bom dia. O espanhol fechou a Fast Friday no quarto lugar, a mesma posição que alcançou nas atividades de quarta e quinta-feira. Neste sábado, começa a classificação da Indy 500, com a definição dos nove que vão brigar pela pole no domingo.

MENINO THOMAS MOSTRA LADO HUMANO DA F1 E AQUECE ATÉ CORAÇÃO DO ‘HOMEM DE GELO’ RÄIKKÖNEN



Últimas Notícias
sábado, 16 de dezembro de 2017
Kart
Kart
Truck
Kart
Kart
Truck
Kart
Kart
DTM
F1
Endurance
MotoGP
F1
F1
sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
F1
Galerias de Imagens
Facebook