Indy
13/09/2017 13:05

Campeão da Lights em 2015, Pigot consegue temporada completa na Carpenter a partir de 2018

Piloto americano, que também levou a Pro Mazda em 2014, participou das provas de pista e rua desta temporada. Agora, ganha a chance de participar de sua primeira temporada completa pela equipe de Ed Carpenter
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

A Carpenter anunciou nesta quarta-feira que Spencer Pigot participará de toda a tempora 2018 da Indy como piloto titular da equipe. Ele correrá com o carro #21, substituindo a JR Hildebrand.

Ele participou de 10 provas da temporada 2017 até aqui, sempre em circuitos de rua ou pista, e fará sua 11ª aparição em Sonoma, no próximo final de semana, na etapa que encerra a temporada.

Pigot foi campeão da Pro Mazda em 2014 e da Indy Lights em 2015, ganhando espaço nos dois anos eguintes na Carpenter, mas nunca como piloto fixo para toda temporada.
Spencer Pigot (Foto: IndyCar)
"É ótimo saber que eles acreditam em mim e que eu possa dar a eles os resultados que a equipe quer", disse o americano, que fez três top-10 na temporada, com asua melhor posição sendo um oitavo lugar em Long Beach. Ele também correu as 500 Milhas de Indianápolis pela Juncos. 

"Não gostaria de estar me nenhuma outra equipe no momento. Adoro trabalhar com a Carpenter e estava realmente esperançoso em continuar na equipe no próximo ano", completou.

Ed Carpenter comentou a mudança na equipe: "Decisões assim são sempre duras, mas analisando onde estamos como time e onde estamos tentando chegar, que é brigar pelo título, vimos evolução o suficiente em Spencer neste ano para apostar nele. Sentimos que ele chegou a um ponto em que precisa estar em um carro por toda a temporada para continuar sua melhora."

"Estamos confiantes que ele continuará a evoluir porque ele já mostrou isso, pilotando rápido. Ele precisa melhorar muito na classificação, assumo, mas nós tamvbém precisamos melhorar nisso como equipe", completou.

Sobre a saída de Hildebrand, Carpenter  preferiu evitar lamentações e elogiar novamente a futura aposta: "Foi difícil decidir isso, por nossa história com JR e tudo que ele trouxe para nós. Mas estou animado com Spencer." Ele também não descartou ter Hildebrand na equipe para as 500 Milhas de Indianapolis de 2018 se conseguir patrocínio.
KUBICA TEM WILLIAMS COMO GRANDE CHANCE PARA VOLTAR À F1 EM 2018. E PODE "SOBRAR MUITO" PARA MASSA


Últimas Notícias
quarta-feira, 13 de setembro de 2017
Indy
Stock Car
F1
Copa Grande Prêmio
MotoGP
Copa Grande Prêmio
F-E
F1
F1
F1
MotoGP
F1
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook