Indy
10/03/2017 19:31

Mais rápido do dia em St. Pete, Dixon comemora evolução da Ganassi, mas diz: “Foi apenas uma sexta-feira”

Scott Dixon fez um ótimo tempo e liderou a segunda sessão de treinos livres em São Petersburgo. Porém, por mais que veja que a Ganassi evoluiu, o neozelandês ponderou que trata-se apenas do primeiro dia do final de semana
Warm Up
GABRIEL CURTY, de São Paulo
 

Scott Dixon achou uma grande volta na sexta-feira (10) de treinos livres em São Petersburgo e liderou o segundo treino livre com folgas para os rivais, mostrando que a Honda vem mais forte do que todos imaginavam. Para o neozelandês, porém, ainda é muito cedo para fazer qualquer prognóstico para classificação e corrida.
 
Dixon elogiou o desempenho da Ganassi no primeiro dia do final de semana, mas espera que os rivais reajam já para a classificação.
 
"Foi um começo muito bom. Fizemos a nossa lição de casa durante a pré-temporada e deixamos o carro bem competitivo para este final de semana. Acho que amanhã será um dia interessante, os outros vão tentar dar o troco. Vamos ver como vai ser", disse.
Scott Dixon começou muito bem em São Petersburgo (Foto: Indycar)
Para o veterano, a Ganassi evoluiu bastante o carro, mas ainda não é possível dizer onde o time está em relação aos oponentes para classificação e corrida.
 
"Estou bem confortável no carro, em um ritmo diferente do que tínhamos antes das mudanças que fizemos no inverno. Mas é sexta-feira, não vale nada e não quer dizer nada. Espero que o que a gente tenha aprendido hoje nos ajude a melhorar o carro para amanhã e, principalmente, para domingo", completou.
 
O primeiro treino livre também não foi ruim para Dixon. O neozelandês fechou em terceiro, 0s124 atrás do mais rápido, o americano Marco Andretti.

PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA


Últimas Notícias
domingo, 28 de maio de 2017
Indy
Indy
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Superbike
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook