Indy
12/08/2017 18:37

Marcado por temporada acidentada, Aleshin perde vaga na SPM e passa a desenvolver carro russo no WEC

A relação desgastada entre Schmidt Peterson e Mikhail Aleshin se encerrou em definitivo. O piloto russo, que chegou a ser afastado momentaneamente, perdeu a vaga no carro #7 de vez. A equipe alega que a decisão foi tomada para permitir que Mikhail concentre esforços no desenvolvimento de um protótipo russo de LMP1
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre

Mikhail Aleshin já não é piloto da Schmidt Peterson na Indy. Na noite deste sábado (12), a equipe informou que o russo não vai voltar ao carro #7 na reta final da temporada 2017. Fora da categoria americana, Aleshin vai concentrar esforços no desenvolvimento de um protótipo russo para competir no Mundial de Endurance.
 
O comunicado indica que a decisão foi tomada mutuamente entre duas equipes – Schmidt Peterson, da Indy, e SMP, do Mundial de Endurance. Sem compromissos no campeonato americano, Aleshin vai testar o BR1, protótipo russo de LMP1 que deve ir às pistas em 2018.
 
O fim da relação entre Aleshin e Schmidt Peterson era quase previsível. O russo foi afastado na etapa de Toronto da Indy depois de bater sozinho no oval de Iowa. De acordo com a equipe, o afastamento deveria servir como um “período sabático”. Antes, em Phoenix, Mikhail foi responsável por um acidente ainda pior logo na largada.
 
Aleshin até voltou ao #7 na etapa seguinte, em Mid-Ohio. Mas os problemas seguiram: depois de sofrer um acidente no TL3, o piloto terminou a corrida em uma medíocre 14º colocação.
Mikhail Aleshin não vai voltar ao carro #7 da Indy (Foto: IndyCar)

A SMP, por sua vez, é uma casa completamente diferente para Aleshin. A equipe, que sempre priorizou pilotos russos, frequentemente faz uso dos serviço de Mikhail em campeonatos de endurance. Essa relação vai ser ainda mais importante em 2018, quando a equipe troca a classe LMP2 pela LMP1. O plano é usar Mikhail como piloto de testes do novo protótipo.

A Schmidt Peterson ainda não anunciou quem assume o #7 nas últimas quatro corridas do ano. Quando Aleshin foi barrado em Toronto, o substituto foi Sebastián Saavedra.

Confira o comunicado da Schmidt Peterson
 
Mikhail Aleshin não vai retornar ao carro #7 no restante da temporada 2017 da Indy. Foi decidido em comum acordo entre a Schmidt Peterson Motorsports e a SMP Racing que o piloto russo vai focar no desenvolvimento de um novo carro de LMP1.
 
Aleshin é um piloto crucial para o desenvolvimento do protótipo de LMP1, que vai estar pronto para testes no futuro próximo. Desenvolvido pela companhia russa BR Engineering em cooperação com a Dallara, o BR1 vai fazer sua estreia no Mundial de Endurance em 2018.
 
SE A RENAULT NÃO COLOCAR KUBICA DE VOLTA NA F1, ALGUÉM VAI COLOCAR


Últimas Notícias
sábado, 12 de agosto de 2017
Indy
F1
MotoGP
MotoGP
F1
Nascar
MotoGP
MotoGP
MotoGP
F1
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook