Indy
12/08/2017 18:37

Marcado por temporada acidentada, Aleshin perde vaga na SPM e passa a desenvolver carro russo no WEC

A relação desgastada entre Schmidt Peterson e Mikhail Aleshin se encerrou em definitivo. O piloto russo, que chegou a ser afastado momentaneamente, perdeu a vaga no carro #7 de vez. A equipe alega que a decisão foi tomada para permitir que Mikhail concentre esforços no desenvolvimento de um protótipo russo de LMP1
Warm Up
Redação GP, de Porto Alegre

Mikhail Aleshin já não é piloto da Schmidt Peterson na Indy. Na noite deste sábado (12), a equipe informou que o russo não vai voltar ao carro #7 na reta final da temporada 2017. Fora da categoria americana, Aleshin vai concentrar esforços no desenvolvimento de um protótipo russo para competir no Mundial de Endurance.
 
O comunicado indica que a decisão foi tomada mutuamente entre duas equipes – Schmidt Peterson, da Indy, e SMP, do Mundial de Endurance. Sem compromissos no campeonato americano, Aleshin vai testar o BR1, protótipo russo de LMP1 que deve ir às pistas em 2018.
 
O fim da relação entre Aleshin e Schmidt Peterson era quase previsível. O russo foi afastado na etapa de Toronto da Indy depois de bater sozinho no oval de Iowa. De acordo com a equipe, o afastamento deveria servir como um “período sabático”. Antes, em Phoenix, Mikhail foi responsável por um acidente ainda pior logo na largada.
 
Aleshin até voltou ao #7 na etapa seguinte, em Mid-Ohio. Mas os problemas seguiram: depois de sofrer um acidente no TL3, o piloto terminou a corrida em uma medíocre 14º colocação.
Mikhail Aleshin não vai voltar ao carro #7 da Indy (Foto: IndyCar)

A SMP, por sua vez, é uma casa completamente diferente para Aleshin. A equipe, que sempre priorizou pilotos russos, frequentemente faz uso dos serviço de Mikhail em campeonatos de endurance. Essa relação vai ser ainda mais importante em 2018, quando a equipe troca a classe LMP2 pela LMP1. O plano é usar Mikhail como piloto de testes do novo protótipo.

A Schmidt Peterson ainda não anunciou quem assume o #7 nas últimas quatro corridas do ano. Quando Aleshin foi barrado em Toronto, o substituto foi Sebastián Saavedra.

Confira o comunicado da Schmidt Peterson
 
Mikhail Aleshin não vai retornar ao carro #7 no restante da temporada 2017 da Indy. Foi decidido em comum acordo entre a Schmidt Peterson Motorsports e a SMP Racing que o piloto russo vai focar no desenvolvimento de um novo carro de LMP1.
 
Aleshin é um piloto crucial para o desenvolvimento do protótipo de LMP1, que vai estar pronto para testes no futuro próximo. Desenvolvido pela companhia russa BR Engineering em cooperação com a Dallara, o BR1 vai fazer sua estreia no Mundial de Endurance em 2018.
 
SE A RENAULT NÃO COLOCAR KUBICA DE VOLTA NA F1, ALGUÉM VAI COLOCAR


Últimas Notícias
sexta-feira, 20 de outubro de 2017
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
quinta-feira, 19 de outubro de 2017
MotoGP
MotoGP
F1
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Galerias de Imagens
Facebook