Indy
10/03/2017 20:09

Power cita progresso da Penske antes do TL2, mas lamenta novo acidente em St. Pete: “Não acreditei que bati de novo”

Will Power sofreu mais um acidente em São Petersburgo, mas se recuperou no segundo treino livre e foi o mais rápido do dia entre os pilotos da Chevrolet
Warm Up
GABRIEL CURTY, de São Paulo
 

Will Power teve momentos opostos no primeiro dia em São Petersburgo. Nesta sexta-feira (10), o australiano ficou e segundo no TL2, mas, durante o treino livre inicial, acabou batendo o carro, repetindo o que havia feito em 2016.
 
Power gostou do que viu no TL2 e elogiou bastante a evolução da Penske durante a tarde. O australiano aposta em boa briga entre Honda e Chevrolet já de cara.
 
"A segunda sessão foi boa. Nós definitivamente fizemos progressos no carro. É ótimo estar aqui, ótimo começar uma temporada. E o grid parece bem misturado por aqui entre honda e Chevrolet, vai ser uma boa disputa", disse.
Will Power andou bem no segundo treino (Foto: IndyCar)
O veterano também lamentou muito o acidente que sofreu no TL1 e lembrou da batida que o tirou da corrida do ano passado quando, com uma suspeita de concussão, ficou de fora da prova após fazer a pole.
 
"Eu bati basicamente na mesma volta que eu bati no ano passado. Eu realmente não acreditei que fui para o muro de novo", completou.
 
Na primeira sessão, prejudicado pelo acidente, Power terminou apenas em 11º, com Helio Castroneves, o melhor da Penske, não passando de sétimo.

PADDOCK GP #68 ANALISA SEGUNDA SEMANA DE TESTES DA F1 EM BARCELONA


Últimas Notícias
domingo, 28 de maio de 2017
Indy
Indy
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Superbike
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook