Indy
18/04/2017 07:00

Villeneuve exalta coragem e diz que Alonso entra para história “como piloto de verdade” ao disputar Indy 500

Jacques Villeneuve não poupou elogios a Fernando Alonso e destacou o gesto de extrema coragem do bicampeão do mundo ao optar por disputar as 500 Milhas de Indianápolis, encarando de frente um novo e grande desafio na sua carreira. O canadense, que venceu a icônica prova em 1995, entende que Fernando é um verdadeiro competidor e está em um patamar acima de outros pilotos: “Ou você é Alonso ou é Rosberg”
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

Jacques Villeneuve é um dos raros pilotos a ter vencido as 500 Milhas de Indianápolis e também ter sido campeão mundial de F1. Com passagens vitoriosas pela Indy — onde se tornou campeão em 1995, no mesmo ano em que venceu a icônica prova — e na F1, campeão dois anos depois, o canadense, hoje com 46 anos, faz as vezes de comentarista na emissora italiana Sky Sports. E, sem papas na língua como costuma ser, o ex-piloto não se furtou a falar sobre a notícia mais surpreendente do automobilismo em 2017: a presença de Fernando Alonso nas 500 Milhas de Indianápolis. Villeneuve, assim como Mario Andretti e Danny Sullivan, apoiou o gesto do espanhol e disse que o vê em um patamar diferente em relação a tantos outros pilotos graças à sua coragem.
 
Em entrevista ao jornal espanhol ‘AS’, Villeneuve evitou comparar os sentimentos entre ganhar em Indianápolis ou um Mundial de F1. Mas destacou a atmosfera muito distinta de uma prova única como a Indy 500, capaz de reunir em um só dia mais de 500 mil pessoas nas impressionantes arquibancadas do Indianapolis Motor Speedway.
 
“É muito diferente. As duas coisas são incríveis, mas talvez Indianápolis seja um momento mais especial sobretudo por todo o ambiente que existe, por tudo o que se vive lá. O Mundial de F1 não é só uma corrida, mas sim o resultado do trabalho durante um ano inteiro, e isso também é muito importante”, destacou Villeneuve, que chegou a ser companheiro de Alonso na Renault no fim da temporada de 2004.
Jacques Villeneuve apoiou a decisão de Alonso e falou com entusiasmo a respeito (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Villeneuve aproveitou para destacar o gesto de Alonso como prova da sua coragem e da sua gana como competidor, indo muito além da definição de um mero piloto. “Acho que o que ele faz tem um grande valor. Com isso, ele demonstra que é um piloto de verdade, que é um competidor, que tem muita coragem. Já sabemos do talento de Fernando, sua capacidade como piloto, mas esse gesto o faz ainda maior e o fará entrar para a história como um piloto de verdade”.
 
Questionado pelo jornalista Manuel Franco sobre o que é ser um piloto de verdade, o canadense deixou claro que vê Alonso em um patamar superior a nomes como, por exemplo, Nico Rosberg, que encerrou a carreira tão logo conquistou seu único título no Mundial de F1
 
“Escutei Nico Hülkenberg ou Romain Grosjean opinando sobre o que Alonso vai fazer. Por exemplo, Hülkenberg disse que é perigoso, que parece arriscado e que, se fosse ele, não faria. Que ele foi para Le Mans porque é diferente... enfim, colocando desculpas ou algo assim. E é o que eu penso que existem duas classes de pilotos. Ou você é Alonso ou é Rosberg. E Hülkenberg é Rosberg”, comparou.
 
Villeneuve também criticou Lewis Hamilton, que afirmou que jamais perderia uma prova do Mundial de F1 para tentar vencer um desafio da magnitude de uma Indy 500.
 

“Não me parece legal que Hamilton tenha dito isso. Acho que é lógico o que Fernando vai fazer porque, além do seu carro não ser bom e ele não estar conseguindo bons resultados, me parece que é preciso apoiar sua decisão. Não é uma prova fácil e sim, você corre muito risco, mas é precisamente aí onde se vê o piloto”, salientou o campeão da F1 em 1997.
 
Por fim, quando questionado se Alonso tem condições de triunfar no Brickyard em 28 de maio, Villeneuve deixou claro que não tem dúvidas, assim como disseram Helio Castroneves e Tony Kanaan. “Claro que sim, claro que ele pode vencer. Fernando é um piloto muito bom e ele vai ter muitos dias para poder se adaptar a uma competição que é diferente e treinar, de modo que acho que sim, que ele pode conseguir. Além disso, ele vai ficar alucinado com o ambiente que existe lá, é incrível, você vai ver”, finalizou.
 
PADDOCK GP #73 DEBATE: VERSTAPPEN É O PILOTO MAIS IMPRESSIONANTE DA F1?



Últimas Notícias
quarta-feira, 28 de junho de 2017
Indy
F1
F1
Truck
F1
F1
F1
Stock Car
Rali
Superbike
Copa GP de Kart
F1
MotoGP
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook