Indy
24/08/2015 01:05

Wilson está em estado de coma e condição crítica após ser acertado por pedaço de carro de Karam em Pocono

O primeiro boletim médico divulgado pela IndyCar na noite de domingo informou que Justin Wilson está inconsciente e sustenta uma lesão grave na cabeça depois de ter sido acertado por uma peça que voou do carro do acidentado Sage Karam
Warm Up
PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
VICTOR MARTINS, de São Paulo

O primeiro boletim médico sobre o estado de Justin Wilson não é nada bom. O inglês da Andretti está em estado de coma, portanto em condição crítica em decorrência do acidente causado por Sage Karam nas 500 Milhas de Pocono neste domingo (23). Wilson sustenta uma lesão grave na cabeça.

A contusão de Wilson se deu em uma batida bizarra a 20 voltas do final das corrida no superoval da Pensilvânia, quando um pedaço da asa de Sage Karam voou e acertou a cabeça do piloto. 
 
Karam liderava a corrida, mas perdeu o carro, rodou e bateu na barreira de segurança. Enquanto deslizava pela pista, a Andretti de Wilson cruzou a imagem e bateu de frente, com o bico na barreira.
Karam e Wilson se envolveram em um forte acidente (Foto: Reprodução/TV)
A Indy foi quem informou a imprensa sobre Wilson por volta das 22h (de Brasília). Segue a nota:

"O piloto Justin Wilson sofreu uma grave lesão na cabeça durante a corrida de hoje em Pocono. Wilson está em coma e em estado crítico no momento, sendo avaliado na Lehigh Valley Health Network em Allenton, Pensilvânia. A Indy envia seus pensamentos e orações a Justin, sua família e à Andretti Autosport neste momento difícil. Mais atualizações sobre a condição de Wilson serão divulgadas quando disponíveis."

Apenas na repetição aberta da imagem, ficou claro o que tinha acontecido. Wilson, ex-F1 e com experiência na F-E, foi atingido de forma fortuita pela carenagem. Aparentemente sem consciência, bateu. O impacto aconteceu exatamente às 18h43 (de Brasília). Depois, foi levado ao centro médico da pista, somente para a avaliação resolver levá-lo de helicóptero para o hospital Valley Health Network Cedar Crest em Long Pond, no estado da Pensilvânia.
O helicóptero que levou Justin Wilson ao Hospital Valley Health Network Cedar Crest (Foto: Reprodução/Twitter)
A prova terminou com vitória de Ryan Hunter-Reay, mas em meio a um clima bem sombrio. Nem confetes foram jogados no victory-lane, nem Michael Andretti, chefe de Hunter-Reay e Wilson, parecia nada contente com a vitória.

Segundo Graham Rahal, que está na disputa pelo título, mas envolveu-se em um acidente em Pocono, Tony Stewart deixou seu helicóptero à disposição para que a família de Wilson viajasse à Pensilvânia.
 
O GRANDE PRÊMIO está em plantão e acompanha todas as atualizações das informações sobre o estado de saúde de Wilson.

Últimas Notícias
quinta-feira, 23 de novembro de 2017
F1
Indy
MotoGP
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook