Lançamentos F1
05/02/2013 09:25

Caterham lança CT03 com pintura metalizada, mantém degrau íngreme no bico e mira pelotão intermediário

Na luta para finalmente sair das últimas posições do grid da F1, a Caterham apresentou o CT03 na manhã desta terça-feira (4). O time de Leafield seguiu a base do antecessor, mas adotou uma pintura mais bonita, trazendo um verde metalizado para 2013, um ano crucial para o time
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

► Confira imagens do CT03, carro da Caterham para a temporada 2013 da F1

2013 é o ano da verdade para a Caterham. No quarto ano da sua história — os dois primeiros usando o nome Lotus —, a escuderia anglo-malaia passou por um processo de grande crescimento da sua estrutura, passando a contar, inclusive, com uma nova sede, em Leafield, além de contar com motor Renault, sistema de câmbio da Red Bull e Kers. Mas, nem mesmo com pilotos experientes, como Heikki Kovalainen e Jarno Trulli — e, depois, Vitaly Petrov —, a Caterham deixou as últimas posições do grid.

A expectativa do time é que, com os jovens Giedo van der Garde e Charles Pic, além do novo carro, o time dê o salto de qualidade necessário para, enfim, cumprir a promessa de se juntar ao pelotão intermediário da F1.

O CT03 vem com degrau no bico, mas com pintura mais bonita para 2013 (Foto: Caterham)

Para completar esse pacote, a escuderia apresentou, na manhã desta terça-feira (5), o modelo com o qual vai tentar quebrar a escrita de ser sempre uma das últimas equipes do grid. O CT03 — e não CT02, como, em tese, seria o nome do carro, obedecendo a sequência —, manteve a base usada na temporada passada, com um degrau íngreme no bico, mas passou a contar com uma traseira mais robusta, seguindo a tendência adotada por outras equipes em 2013.

Esteticamente, o time, desde o fim de 2012 capitaneado por Cyril Abiteboul, traz uma pintura mais viva e metalizada, cujo destaque é a cor verde, bem mais brilhante e claro em relação ao tom usado até a temporada passada. Trata-se do primeiro carro inteiramente produzido na nova sede de Leafield, que já abrigou equipes como Arrows e Super Aguri.

Mark Smith, diretor-técnico da Caterham, destacou a importância da nova fábrica como referência em termos de estrutura para o novo carro. “O CT03 é o primeiro carro que construímos no Leafield Technical Centre, assim, isso marca um importante período no processo de desenvolvimento da nossa equipe. Fizemos um número significativo de mudanças no carro”, comentou o britânico.

“Entre os mais óbvios, está o chassi mais baixo, onde os sidepods tiveram um efeito de retrocesso para melhorar o fluxo de ar da parte traseira do carro. O difusor, a tampa do motor e as saídas para refrigeração também tiveram grandes mudanças, e há outras mais sutis em outras áreas do carro”, explicou o engenheiro responsável pelo projeto do CT03.

Já o comandante do time se mostrou orgulhoso por ver o primeiro carro construído pela Caterham em sua gestão. “Este é o primeiro carro que construímos desde que me uni à equipe, então este é um dia muito orgulhoso para mim. Estou muito feliz porque fomos capazes de distribuir nossos recursos da maneira mais eficiente possível para desenvolver um carro que nos permitirá consolidar nossa posição na F1 antes de começar a trabalhar no carro de 2014 o mais rápido possível”, disse Abiteboul, já pensando na revolução da categoria para a próxima temporada.

Últimas Notícias
quinta-feira, 19 de janeiro de 2017
Outras
MotoGP
MotoGP
F1
Indy
MotoGP
MotoGP
F1
F1
Rali
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook