Lançamentos F1
04/02/2013 20:29

Diretor-técnico da Toro Rosso diz que time focou no simples no projeto do STR8: “Pão com manteiga”

Sem degrau no bico e com sidepods mais altos, carro da Toro Rosso não possui nenhum sistema genial: o objetivo era desenvolver um pacote aerodinâmico eficiente. Meta é o sexto lugar no Mundial de Construtores
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

Recém-chegado à Toro Rosso, o diretor-técnico James Key explicou que foi conservador no desenvolvimento do carro de 2013 da equipe de Faenza. Key não quis trabalhar em sistemas mirabolantes que resultassem em mais performance – quis foi construir um carro eficiente para fazer a STR andar bem melhor neste ano do que andou no ano passado.

Responsável pelo ótimo carro que a Sauber tinha em 2012, o engenheiro foi contratado para corrigir os problemas que a Toro Rosso teve nos últimos anos, especialmente desde que a brecha no regulamento que permitia praticamente ‘copiar’ o carro da Red Bull foi fechada pela FIA.

Pilotos descobrem o STR8, novo carro da Toro Rosso para 2013 (Foto: Toro Rosso/Getty Images)

“O que eu disse para os caras foi que o básico precisava ser trabalhado e que não tínhamos que forçar em coisas especiais como difusores e projetos adicionais em vez de adotar um plano aerodinâmico padrão, um ‘pão com manteiga’”, falou Key após o lançamento do STR8, que aconteceu nesta tarde, em Jerez, na Espanha.

O projetista revelou que há atualizações já em fase de desenvolvimento que deixarão o STR8 visualmente diferente quando a F1 chegar à Austrália para a abertura da temporada. Ele prometeu novidades para o decorrer do ano, o que só foi possível porque a Toro Rosso deu um passo atrás para poder dar dois à frente, como diz o ditado.

“Nós vimos que o STR7 estava ‘secando’ um pouco e estava ficando mais e mais difícil encontrar coisas novas na aerodinâmica”, explicou. “Se nós vamos sair de onde estamos para onde queremos estar, não podemos apenas jogar atualizações no carro a cada corrida. Temos que dar um passo atrás e pensar sobre o que vamos conquistar”.

Segundo Key, as mudanças que foram efetuadas encorajam “uma direção diferente no desenvolvimento” e abre novas possibilidades para a fabricação de futuras atualizações.

Por fim, sobre a ausência do degrau no bico – que continuou sendo adotado pela coirmã Red Bull –, Key disse acreditar que encontrou uma solução melhor. “Nós consideramos isso um pouco melhor, mas eu acho que depende muito do conceito da frente do carro, com a suspensão, a asa dianteira e todas as outras coisas”, avaliou.

Nona colocada em 2012, a Toro Rosso tem como meta o sexto lugar neste ano. Na última temporada, o time marcou menos da metade dos pontos da Williams, que terminou na oitava posição.

Últimas Notícias
quinta-feira, 19 de janeiro de 2017
Outras
MotoGP
MotoGP
F1
Indy
MotoGP
MotoGP
F1
F1
Rali
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook