Lançamentos F1
03/02/2013 15:55

Newey considera implantar DRS passivo no RB9, mas se esquiva do tema e lista contras

Uma das novidades mais comentadas desta pré-temporada da F1, o DRS passivo também foi avaliado pelo projetista da Red Bull, Adrian Newey, que falou sobre as dificuldades de se implantar o sistema
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

Usar o DRS passivo na temporada de 2013 é uma possibilidade cogitada pela Red Bull. Os atuais tricampeões mundiais de F1 estão analisando o sistema para saber qual é a forma mais fácil de fazê-lo, contudo, ainda não quer dizer se o terá ou não nas corridas.

Responsável pelo projeto do RB9, Adrian Newey não quis dar pistas. O engenheiro, inventor de muitas novidades que mudaram a categoria ao longo de sua carreira, admitiu os estudos, mas mostrou cautela.

Esse é o novo carro da Red Bull, com o qual a equipe vai atrás do tetra em 2013 (Foto: Red Bull)

“Com certeza é uma área interessante”, declarou no lançamento do RB9, que aconteceu na manhã deste domingo (3). “Também é muito complicado ter um sistema que resista em momentos em que você está seguindo outro carro sem ser acionado na hora errada e conseguir um balanço positivo ao longo do fim de semana”, ponderou Newey. “Nenhuma dessas coisas é fácil”.

“É uma área muito interessante e está lá para ser explorada. Tirar tempos de volta melhores, ou, mais importante, pontos, é mais difícil”, falou.

O projetista tampouco quis dizer o quão grande é o ganho em que o uso do DRS passivo implica, nem se vai usá-lo mesmo. “Nós certamente investigamos isso. Eu não gostaria de entregar o que vamos ou não vamos fazer durante a temporada”.


Últimas Notícias
sábado, 19 de agosto de 2017
Indy
Superbike
F1
DTM
F3
F1
sexta-feira, 18 de agosto de 2017
Rali
F3
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook