Mercedes-Benz Challenge
14/10/2016 20:16

Fonseca desbanca favoritos ao título e comanda primeiro treino do Mercedes-Benz Challenge em Curitiba

Quinto colocado na classificação do campeonato, Betão Fonseca superou os líderes da disputa para cravar o melhor tempo desta sexta-feira que abriu o fim de semana do Mercedes-Benz Challenge em Curitiba na classe CLA AMG Cup. Na C 250 Cup, o mais rápido foi Marcos Paioli, que divide a condução do seu carro com Peter Gottschalk
Warm Up, de Curitiba
FERNANDO SILVA, de Curitiba
Nem Arnaldo Diniz, tampouco Fernando Fortes ou mesmo Cristian Mohr. O mais rápido deste primeiro dia de treinos livres do Mercedes-Benz Challenge em Curitiba, na tarde desta sexta-feira (14), foi Betão Fonseca. O paulista, que disputa a classe CLA AMG Cup pela equipe Center Bus Sambaíba Racing, desbancou os favoritos ao título, como Diniz e Fortes, e Mohr, que andou muito bem no Autódromo Internacional de Curitiba nos treinos livres da primeira etapa, em março, e cravou 1min29s467, garantindo a melhor marca do dia. Na classe C 250 Cup, quem levou a melhor foi Marcos Paioli, que divide o carro #111 com Peter Gottschalk.
 
Fonseca vinha de um campeonato extremamente regular e estava em terceiro na tabela de tempos, até que sofreu um revés na última etapa do campeonato, em Interlagos, e ficou longe dos pontos, permitindo que a diferença para o líder do campeonato saltasse de dois para 22 pontos. Agora, Betão tenta remar contra a maré para voltar a se colocar em uma boa posição para lutar pelo título, já que a última prova do ano, novamente em Interlagos, vai render pontuação dobrada aos pilotos.
 
“Nossa equipe tem feito um trabalho muito bom e muito sério. E o reflexo disso está nesses bons resultados. Em relação à disputa na CLA AMG Cup, ainda há muitos pontos na mesa. Temos três corridas pela frente, e preciso correr atrás do prejuízo, já que zeramos em São Paulo”, comentou o líder do dia.
Betão Fonseca foi o dono do melhor tempo do dia na volta do MB Challenge a Curitiba (Foto: Fábio Davini/Mercedes)
Destaque para Lorenzo Varassin. O piloto, que volta a correr em casa neste fim de semana, conquistou a segunda colocação no treino livre da tarde desta sexta-feira em Curitiba. Lorenzo, que corre ao lado do pai, Paulo Varassin, cravou 1min29s632 com o carro #37 da Córdova Motorsports, superando o veterano Marcelo Hahn, que triunfou na etapa de Tarumã. A quarta colocação ficou com o vice-líder do campeonato, Fernando Fortes, que registrou 1min29s948, pouco mais de 0s5 atrás de Fonseca. 
 
O paulista, que venceu a etapa de Goiânia, a segunda do ano, se mostrou confiante para a sequência do fim de semana. “Nosso treino foi mais positivo do que a quarta posição sugere, porque não colocamos pneus novos durante a sessão. Meu carro chegou com um bom acerto básico e se mostrou competitivo desde o início, por isso a expectativa para o fim de semana é a melhor possível”, disse o piloto da Mottin Racing. O top-5 foi completado pelo catarinense Cristian Mohr.
 
Outros três pilotos bem colocados no campeonato apareceram para fazer parte do top-10. Terceiro melhor posicionado na disputa, o gaúcho Luiz Carlos Ribeiro foi o sexto, enquanto Adriano Rabelo, o ‘Cearense Voador’, quarto lugar na tabela dos pontos, fechou em oitavo lugar. Vencedor em Curitiba, no começo da temporada, e também em Interlagos, na última corrida disputada até o momento, Diniz Filho foi pouco mais de 1s mais lento que Betão Fonseca e terminou em nono.
 
A batalha na C 250 Cup também começou quente em Curitiba. Paioli, que corre em dupla com Peter Gottschalk, registrou 1min34s902 em sua melhor passagem e liderou os trabalhos na classe, seguido pelo piloto que vem de duas vitórias na temporada: Cláudio Simão. O catarinense, que corre na mesma equipe de Betão Fonseca na CLA AMG Cup, fez um bom trabalho e completou um bom conjunto de voltas, marcando 1min35s228 na melhor delas. Simão venceu em Curitiba, em 6 de março, e repetiu o triunfo no último 11 de setembro em Interlagos, como Diniz Filho fez na classe principal do Mercedes-Benz Challenge.
Marcos Paioli foi o mais rápido da sexta-feira na C 250 Cup em Curitiba (Foto: Fábio Davini/Mercedes)
“Foi um treino bom porque conseguimos ser rápidos mesmo sem usar pneus novos. Não estamos com grande vantagem em relação aos nossos principais concorrentes, mas, por outro lado, ainda temos alguns ajustes a fazer que podem nos dar mais alguns décimos de segundo. Por isso tudo, considero que tivemos um dia bastante positivo”, avaliou Simão.
 
O terceiro lugar na sessão ficou com Flávio Andrade, piloto da Hot Car, quinto colocado no campeonato. Andrade terminou à frente do líder da tabela de pontos, Peter Michel Gottschalk, enquanto Max Mohr completou o rol dos cinco primeiros. Fabio Escorpioni, piloto que vem sendo um dos bons nomes da C 250 Cup em 2016 e está em terceiro lugar na disputa, não conseguiu marcar volta rápida em Goiânia.
 
As atividades de pista do Mercedes-Benz Challenge vão ser retomadas no sábado. A partir de 10h45 (horário de Brasília), acontece o segundo treino livre, com uma hora disponível de pista para os pilotos das duas categorias ao mesmo tempo. No fim da tarde, a partir de 16h05, acontece o treino classificatório, dividido da seguinte forma: 20 minutos para os competidores da CLA AMG Cup e outros 20 para os pilotos da C 250 Cup. No domingo, às 11h, acontece a largada da sexta etapa da temporada 2016 do Mercedes-Benz Challenge, com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports.

O GRANDE PRÊMIO transmite neste sábado (15), a partir das 15h (de Brasília), a corrida 1 da sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo, com narração de Luc Monteiro e comentários de Fernando Silva e do atual líder da Stock Car, Felipe Fraga. São dois canais: ou via YouTube ou pelo Facebook do GP.

Últimas Notícias
sexta-feira, 23 de junho de 2017
F1
F1
F1
Indy
F1
Endurance
F1
F1
MotoGP
F2
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook