Mercedes-Benz Challenge
10/12/2016 18:15

Fortes confirma favoritismo e anota pole da decisão do Mercedes-Benz Challenge. Paioli/Gottschalk larga na frente na C250

Fernando Fortes vai largar na liderança do Mercedes-Benz Challenge na decisão do domingo em Interlagos. O piloto do #32 completou a trinca de domínio de treinos e sai na frente. Marcos Paioli/Peter Gottschalk lideram no C250
Warm Up, de Interlagos
PEDRO HENRIQUE MARUM, de São Paulo
 

Não poderia ser de outro jeito com tudo que foi visto do Mercedes-Benz Challenge em Interlagos desde a sexta-feira. Neste sábado (10), Fernando Fortes fez o que prometeu nos treinos livres e confirmou a pole-position para a etapa derradeira da categoria da marca alemã.
 
E eis que novamente Beto Gresse, o substituto do ainda líder do campeonato Arnaldo Diniz Filho, fora por conta de uma fratura na clavícula sofrida numa batida em Goiânia. Fernando Amorim é quem larga em terceiro, ao lado do segundo colocado do campeonato, Luiz Carlos Ribeiro. O outro forte candidato, Betão Fonseca, sai na sétima colocação.

A classificação do campeonato tem Diniz líder com 86 pontos contra 76 de Ribeiro e 69 de Fortes. Fonseca tem 67 e ainda vive na disputa pelo caneco.
 
Já na classe C250, Marcos Paioli/Peter Gottschalk lideram, seguidos por Cláudio Simão e Fábio Escorpioni ficam na sequência. O líder e grande favorito na disputa do título, Peter Michael Gottschalk, o Tubarão, sai em quarto.
 
O Gottschalk filho tem 113 pontos, seguido pela dupla do pai e de Paioli, bem como Escorpioni, com 88. Simão tem 78.
Fernando Fortes (Foto: Fábio Davini)
Como foi a classificação:
 
A tarde de São Paulo caiu refrescando um pouco mais a temperatura alta desde as primeiras horas do dia em Interlagos. E depois de um segundo treino livre que teve direito a mais uma rodada do domínio de Fernando Fortes, a classificação chegou para mostrar se era tudo a valer.
 
Depois da primeira rodada de voltas, dava a impressão de que Beto Gresse poderia levar o recém-feito carro #17 - que até o começo da tarde era #77 - para a ponta. É, afinal, o carro do líder do campeonato, Arnaldo Diniz Filho. 
 
E ficou claro que era Gresse quem poderia, de fato, superar Fernando Fortes. Mas quando o #32 engatou a sexta, não teve quem parasse. Fortes marcou 1min50s436 e pulou facilmente para o que estava sendo a pole-position: 1min50s436. 
 
Embora ninguém conseguisse chegar a Fortes, o fato de Luiz Carlos Ribeiro conseguir melhorar a colocação e anotar um 1min51s199 no quarto lugar dá à corrida do domingo um ar de emoção. 
 
C250
 
Os tempos nos primeiros minutos sequer baixavam de 2min, isso com a dupla Marcos Paioli e Peter Gottschalk na frente. O carro #111 foi o primeiro a descer de 2min, começando uma boa disputa de troca de posições com o outro carro da equipe, o do líder Peter Tubarão.
 
Tubarão foi para a casa de 1min59s, ao passo que a dupla de seu pai e do chefe da equipe baixou paa 1min58s. No final das contas, Gottschalk/Paioli conseguiu reverter uma ótima volta que Cláudio Simão fez, 1min57s997, com 1min57s705.
 
A dupla que luta pelo título larga na frente, com Simão em segundo e outro postulante à conquista, Fábio Escorpioni, em terceiro. O líder Tubarão sai no quarto posto.

GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ a grande final da Stock Car com grande equipe: os jornalistas Fernando Silva, Gabriel Curty, Nathália de Vivo, Pedro Henrique Marum, Vitor Fazio e o repórter fotográfico Rodrigo Berton.


Últimas Notícias
sábado, 19 de agosto de 2017
Indy
Superbike
F1
DTM
F3
F1
sexta-feira, 18 de agosto de 2017
Rali
F3
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook