Mercedes-Benz Challenge
09/12/2016 17:43

Sem Diniz, Fortes voa no fim e lidera TL1 do Mercedes-Benz Challenge em Interlagos. Gottschalk/Pioli ponteia na C250

Arnaldo Diniz Jr ficou de fora, enquanto Fernando Fortes colocou quase 1s para Adriano Rabelo e liderou o primeiro treino livre o final de semana do Mercedes-Benz Challenge na classe CLA. Já na C250, foi a dupla Peter Gottschalk a Marcos Paioli que dominou
Warm Up, de Interlagos
PEDRO HENRIQUE MARUM, de São Paulo
 

No final da tarde desta sexta-feira (9), depois de quase oito horas de atividades de pista em Interlagos, o Mercedes-Benz Challenge entrou na pista. A última categoria dentre as cinco que dividem o autódromo neste final de semana a roncar os motores, o MB Challenge teve uma sessão monótona, mas que terminou com uma volta voadora Fernando Fortes na CLA. 
 
Na realidade, Fortes surgiu com sete minutos apenas para o final do treino. Adriano Rabelo liderava com sobras desde os cinco primeiros minutos da sessão, com uma frente de 0s5 que caiu para 0s090, mas que durou ainda quase meia hora. Só que quando Fortes chegou, passou como um rolo compressor: seu 1min51s141 foi quase 1s, 0s948, à frente de Rabelo.
 
Já na C250, o carro #111, dividido por Peter Gottschalk e Marcos Paioli, liderou desde a primeira parte da sessão até o final. O outro carro da Paioli, guiado pelo líder Peter Michael Gottschalk, ficou com a segunda colocação.
 
A briga pelo título entrando no final de semana decisivo é mais duro na CLA que na C250. Na CLA, o líder é Arnaldo Diniz Jr, que ficou de fora do TL1 e se recupera de lesão na clavícula. Diniz, que é esperado em Interlagos no sábado, tem 86 pontos contra 79 de Luiz Carlos Ribeiro. Fortes tem 70, enquanto Renato Braga tem 60 tentos. 40 pontos estão em disputa.
 
Na C250, Gottschalk filho, o Tubarão, tem 113 tentos contra 88 de Gottschalk pai e Paioli, assim como de Fábio Escorpioni. Claro que os 40 pontos abrem uma margem de recuperação, mas a frente de 25 tentos é um tanto quanto segura.
Fernando Fortes (Foto: Fábio Davini)
Confira como foi o primeiro treino livre:
 
O final da tarde nublado e abafado em São Paulo viu Adriano Rabelo abrir o primeiro treino do final de semana do Mercedes-Benz Challenge com um caminhão de vantagem para o resto do pelotão da classe CLA. Eram 20 minutos e ele mantinha 0s470 de frente.
 
Depois de 35 minutos de sessão, Rabelo não tinha mais a mesma folga com o carro #33, mas seu 1min52s089 ainda era o suficiente para liderar Fernando Fortes por 0s090. Apesar do aparente domínio de Rabelo, porém, os nove primeiros colocados estavam no mesmo segundo.
 
Enquanto isso, na C250, o carro #111, dividido por Peter Gottschalk e Marcos Paioli liderava sem problemas, seguido por Peter Michael Gottschalk e Flavio Andrade distantes 1s3 atrás. 
 
Com sete minutos para o fim, a primeira mudança no topo da CLA em mais de 40 minutos: Fortes cravou 1min51s141. Incríveis 0s948 à frente de Rabelo num dia em que se anima, porque o líder da categoria, Arnaldo Diniz Jr. não participou da atividade. Segundo colocado do campeonato da CLA, Luiz Carlos Ribeiro estava na décima colocação apenas. 
 
E foi dessa forma que terminou com Fortes passeando na CLA, enquanto Paioli, no comando do #111, ficou na liderança da C250.

Últimas Notícias
segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
F1
domingo, 26 de fevereiro de 2017
Nascar
F1
Galerias de Imagens
Facebook