Mercedes-Benz Challenge
15/10/2016 17:03

Varassin aproveita 'fator casa' e garante pole do Mercedes-Benz Challenge em Curitiba. Diniz larga em 7º

Lorenzo Varassin soube se aproveitar do fato de estar correndo em casa, em Curitiba, para mostrar grande desempenho na classificação da CLA AMG Cup deste sábado (15). Com volta certeira no final da sessão, o piloto colocou o carro #37 na pole-position. Na C250 Cup, sem surpresas, a dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk é que larga da posição de honra do grid no domingo
Warm Up
NATHÁLIA DE VIVO, de São Paulo
No fim da tarde deste sábado (15) aconteceu a classificação para a etapa de Curitiba do Mercedes-Benz Challenge, com as classes divididas em dois grupos de 20 minutos cada, foi Lorenzo Varassin, que corre com seu pai Paulo, quem ficou com a posição de honra na CLA AMG Cup, enquanto na C250 Cup a pole-position ficou com a dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk.
 
A classificação da classe principal da categoria foi bastante movimentada. Com a primeira colocação passando por diversas mãos, ela foi decidida apenas no final da sessão, com o tempo de 1min28s747.
 
Já na C250 a história foi diferente. A dupla titular da Paioli Racing já vinha mostrando que veio para Curitiba para manter o bom desempenho que vem mostrando ao longo da temporada, e conquistou o posto ainda no início da classificação.
Os pai e filho Varassin largam da pole em Curitina na classe CLA AMG (Foto: Fábio Davini/Vicar)

CLA AMG
 
Christian Mohr mostrava que mantinha o bom desempenho do treino desta manhã em Curitiba. O piloto logo estava na ponta da folha de tempos, mas sua liderança pouco durou.
 
Uma volta depois ele acabou superado pela dupla Lorenzo/Paulo Varassin, que acabaram batidos por Adriano Rabelo. Ele, que agora sustentava a pole-position provisória da classe CLA AMG, havia anotado a marca de 1min29s206.
 
Quem aparecia na segunda colocação agora era Betão Fonseca, da Center Bus Sambaiba. O competidor estava com uma desvantagem de apenas 0s062 do pole-position provisório.
 
Com 10 minutos para o final da tomada de tempos, Rabelo era o primeiro, seguido de perto por Fonseca, com a dupla Varassin na terceira colocação, enquanto Arnaldo Diniz Filho e Fernando Fortes fechavam o top-5. Claudio Dahruj, o mais rápido do segundo treino, ainda não havia marcado tempo.
 
Após a agitação natural do início da classificação, as posições se mantinham com cinco minutos para zerarem os cronômetros. A única diferença vista na parte da frente do pelotão era Marcelo Hahn na quarta posição enquanto a dupla Paludo/Giorgio era a quinta colocada.
 
Mas a calmaria duraria pouco, pois na reta final da tomada de tempos Lorenzo Varassin, aproveitando o fato de correr em casa, assumiriam a ponta da folha de tempos após anotar a marca de 1min28s747 e liderar por uma vantagem de 0s084.
 
No fim, a dupla Varassin ficou com a pole-position, com Rabelo largando da segunda colocação. Christian Mohr apareceu em terceiro, com Fonseca sendo o quarto colocado e Hahn fechando no quinto posto.
 
C250

 
Assim que os pilotos foram liberados para os vinte minutos de classificação em Curitiba, Cláudio Simão começou na frente na tabela de tempos, sendo o primeiro carro a dar uma volta rápida com a marca de 1min35s279.
 
Quem aparecia logo atrás do titular da Center Bus Sambaiba era a dupla Teixeira/Cruvinel, da MG Sposts, anotando uma desvantagem de 0s386 para o ponteiro da sessão.
 
Mas logo a tabela toda mudaria, pois agora quem pularia para a pole-position provisória era a dupla da Paioli Racing Marcos Paioli/Peter Gottschalk, com o carro comandado por Marcos. No segundo posto agora era Peter Michel Gottschalk quem aparecia, com Simão só na terceira posição.
Paioli/Gottschalk conquistam mais uma pole no MBC C250 (Foto: Fábio Davini/Vicar)
Com menos de dez minutos para as bandeiras tremularem no Autódromo de Curitiba, as colocações se mantinham na ponta. Paioli/Gottschalk ainda eram os primeiros, com Michel Gottschalk em segundo, Simão em terceiro, João Lemos sendo o quarto e Max Mohr sustentando a quinta posição.
 
Então, dali para o final tudo se manteria nas primeiras exceções, com Paioli levando o carro #111 para a pole-position, com Michel Gottschalk largando do segundo posto. Simão foi o terceiro e Lemos fechou a segunda fila, com a dupla Teixeira/Cruvinel completando o top-5.
Últimas Notícias
segunda-feira, 27 de março de 2017
Endurance
F1
MotoGP
F-E
MotoGP
Nascar
MotoGP
F1
F1
MotoGP
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook