Mitsubishi
16/02/2017 11:20

Mitsubishi Cup atinge 'maioridade' e traz novos carros, categorias e percursos na temporada 2017

Com formato inovador e cheio de novidades em sua forma de disputa, o mais tradicional rali cross-country de velocidade do Brasil chega à sua 18ª temporada em 2017 com perspectiva de ser ainda mais empolgante e imprevisível
Warm Up
Redação GP, de Sumaré
 


A Mitsubishi Cup chega à sua maturidade em 2017. Neste ano, o principal rali cross-country de velocidade do Brasil vai realizar sua 18ª temporada em tempos de renovação e melhorias em todos os sentidos: formato de disputa, carros novos, categorias e também novos percursos ao longo do campeonato. Tudo para proporcionar aos pilotos, navegadores e fãs do esporte uma disputa ainda mais imprevisível e empolgante a partir de 1º de abril no complexo do Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu, cidade localizada no interior de São Paulo.
 
Além das novidades que estão previstas e prometem deixar a competição ainda mais acirrada, a Mitsubishi Cup terá um reforço de peso também fora da pista. Carlos Eduardo Sachs, o Du Sachs, dono de uma vida inteira dedicada ao rali com participações na organização do Rali dos Sertões, navegador no Dakar, no Brasileiro e na própria Mitsubishi Cup, será o novo responsável pelo roteiro e elaboração das planilhas de navegação.
 
Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors do Brasil, destacou o processo de renovação que a Mitsubishi Cup passa para ser ainda melhor e seguir cumprindo seu papel no esporte e no desenvolvimento dos carros como um todo. 
O principal rali cross-country de velocidade do país chega a 18 temporadas em 2017 (Foto: Cadu Rolim/Fotovelocidade)
“É impossível pensar na Mitsubishi Motors sem pensar na Mitsubishi Cup. As competições fazem parte do DNA da marca e são importantes para o desenvolvimento e aprimoramento de toda a nossa linha de veículos. Sempre vamos buscar novidades para aperfeiçoar o nosso campeonato e continuar a proporcionar uma experiência única para quem ama o off-road”, declarou o executivo.
 
Du Sachs chega à organização da Mitsubishi Cup empolgado com um novo desafio, agora do lado de fora dos carros. “É uma honra e uma enorme responsabilidade fazer parte da organização de uma competição tão tradicional e com o nível tão alto. Já participei da Mitsubishi Cup como navegador e sei que se trata de um dos ralis mais técnicos do Brasil. Apresentaremos algumas novidades que prometem deixar o campeonato emocionante para as duplas. Com certeza teremos um ano especial”, comentou o novo responsável pelas planilhas do maior rali cross-country de velocidade do Brasil.
Pilotos e navegadores vão enfrentar novos desafios com a mudança no formato das etapas (Foto: Ricardo Leizer/Mitsubishi)
Du Sachs vai trabalhar lado a lado de Guilherme Spinelli. ‘Guiga’, dono de grande experiência no Dakar, campeoníssimo no Rali dos Sertões, com cinco títulos, continuará liderando uma equipe que terá a missão de desenvolver os carros. Spinelli também chefiará o time responsável por vistorias na largada e chegada das especiais, assessoria na elaboração das etapas, planilhas e toda a estrutura das provas, assessoria para regulamento e reuniões técnicas com a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).
 
Em 2017, uma das mudanças mais significativas está no formato de disputa das etapas. O formato de especiais do cross-country de velocidade continuará sendo a tônica da Mitsubishi Cup, mas algumas provas serão bem distintas: rallycross, modalidade que agrega trechos de terra e asfalto e com os carros largando lado a lado; provas de endurance cross-country, com maior quilometragem em tempo; endurance em terródromo, também com largada lado a lado; ‘time-attack’ em kartódromo, com disputas de tempo; e também uma prova noturna.
As disputas na terra vão continuar predominando na Mitsubishi Cup (Foto: Adriano Carrapato/Mitsubishi)
Tudo bem diferente do que vigorou nas últimas 17 temporadas. Faz parte do processo de renovação contínua de uma competição que se destaca por sua vanguarda. “Preparamos inovações que vão proporcionar aos competidores experiências inesquecíveis, tomando a temporada ainda mais emocionante. Tenho certeza que o campeonato será muito disputado, com elementos que preparamos especialmente para o 18º aniversário do rali”, explicou Julianelli.
 
Além das mudanças já previstas no formato de disputa das provas da Mitsubishi Cup, a competição também vai compreender a adoção de dois novos modelos fabricados pela marca dos três diamantes: a L200 Triton Sport RS e o ASX RS 2017. A picape tende a ser o veículo mais rápido já preparado pela Mitsubishi Motors a participar da Mitsubishi Cup. O carro é dotado de um motor de 272 cv de potência, 41,5kgf.m de torque e também a carroceria do All New L200 Triton Sport, que entrou no mercado brasileiro no fim do ano passado.
Uma das novidades de 2017 será a disputa em asfalto no rallycross (Foto: Adriano Carrapato/Mitsubishi)
O veículo está homologado também para participar do Rali dos Sertões nas categorias Protótipo ou Pró-Brasil.
 
Já o ASX RS 2017, homologado junto à CBA para a Mitsubishi Cup, o Brasileiro de Rali Cross-Country e também para o Rali dos Sertões, na classe Production, conta com carroceria nova, mas recebeu melhorias para deixá-lo ainda mais potente e competitivo nos ralis, com motor d 194 cv de potência e 27kgf.m de torque. 
 
Os modelos vão se unir à L200 Triton ER, que será o veículo de duas categorias, incluindo a Master, para competidores com maior experiência, podendo também ser usado no Rali dos Sertões, na classe Super Production, e no Brasileiro, sendo dotado de motor de 242 cv e 39kgf.m de torque. A Pajero TR4 ER também forma o rol dos carros da Mitsubishi Cup em 2017
 
Desta forma, a Mitsubishi Cup vai para sua 18ª temporada depois de uma história rica com mais de 130 etapas e 400 provas de rali cross-country desde seu nascimento, em 2000. Todos os carros são preparados pela Ralliart Brasil, divisão de alta performance da Mitsubishi Motors, única montadora da América Latina que conta com uma linha de produção de carros de corrida. Ao todo, a Ralliart já preparou mais de 500 veículos, todos homologados para as principais competições de rali do Brasil.

Mitsubishi Cup, temporada 2017, calendário: 

1 VELO CITTÀ/MOGI GUAÇU (SP)   1º DE ABRIL
2 JAGUARIÚNA (SP)   13 DE MAIO
3 A DEFINIR   10 DE JUNHO
4 CORDEIRÓPOLIS (SP)   5 DE AGOSTO
5 MAGDA/VOTUPORANGA (SP)   23 DE SETEMBRO
6 INDAIATUBA (SP)   21 DE OUTUBRO
7 VELO CITTÀ/MOGI GUAÇU (SP)   25 DE NOVEMBRO
 

PADDOCK GP #65 RECEBE PIPO DERANI E FAZ PRÉVIA DO eP DA ARGENTINA DE F-E


Últimas Notícias
sexta-feira, 20 de outubro de 2017
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
MotoGP
quinta-feira, 19 de outubro de 2017
MotoGP
MotoGP
F1
MotoGP
F1
F1
F1
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Galerias de Imagens
Facebook