Mitsubishi
06/11/2016 17:52

Trilhas sinuosas e disputas acirradas marcaram última etapa da Mitsubishi Motorsports Nordeste

Em um percurso marcado por pisos de areia e saibro e belas paisagens, a disputa que encerrou a temporada de um dos campeonatos mais disputados do rali de regularidade no Brasil contou com disputas acirradas
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
As trilhas de João Pessoa estiveram cheias no sábado (11) com os competidores da Mitsubishi Motorsports Nordeste. A prova marcava a última etapa da temporada de um dos campeonatos mais disputados do rali de regularidade do Brasil, e 11 pilotos chegaram com chances de títulos na disputa.
 
A largada aconteceu na frente do tradicional restaurante Lovina, que fica beira-mar. Em seguida, os participantes seguiram rumo ao municípios de Conde e Pitimbu, aproveitando sempre de belas paisagens. Com piso de areia e saibro, a prova foi desafiadora e técnica para todos.
 
Na categoria Turismo, foram sete os competidores que chegaram na prova final com chance de conquistar o caneco. Abocanhando uma sétima colocação, o título ficou com João Carlos Resende Rodrigues. "Foi uma prova divertida e técnica. Conseguimos a colocação que nos garantiu o título. Voltamos para Recife muito felizes", comemorou. Agora, eles subirão para Graduados.
Nação 4x4 se reuniu para a final do Mitsubishi Motorsports Nordeste (Foto: Cadu Rolim)

Já na classe Graduados, a briga pelo campeonato foi ainda mais acirrada. Com apenas um ponto separando o primeiro e o segundo colocados, foi Paulo Góes quem se sagrou bicampeão. “O campeonato foi muito disputado. Todos chegaram na final com chances de ganhar. Para conseguir ganhar aqui, no Nordeste, nós tivemos que fazer uma etapa perfeita. Por sorte, voltamos para a casa com o título”, explicou.
 
Na categoria dos ainda iniciantes, a Turismo Light, foi Severino Leite, que participou apenas para aproveitar toda a capacidade off-road de sua L200 Triton. "A melhor parte é tirar o carro da garagem e colocar na trilha. A Triton se sente em casa no off-road. Não trocamos de marca por nada", afirmou.
 
Também a bordo de uma L200 Triton, Alexander Maia participou da classe Casca-Grossa, destinada apenas a quem corre com a picape da marca. "Nem parecia que estávamos em trechos de terra e areia. A L200 aguenta o desafio sem problemas. Além da experiência na trilha ganhamos a categoria. Foi um sábado muito bom", comemorou.
 
Por fim, na última categoria da competição é a estreante ASX, que teve Gilmar Comin no degrau mais alto do pódio no Nordeste. "O carro se dá muito bem na trilha e nos divertimos muito com ele. Fizemos três das quatro etapas no Nordeste e, a cada prova, o ASX nos surpreende mais", concluiu.

Últimas Notícias
sábado, 19 de agosto de 2017
Indy
Superbike
F1
DTM
F3
F1
sexta-feira, 18 de agosto de 2017
Rali
F3
F1
Copa Grande Prêmio
F1
F1
F1
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook