Motociclismo
23/04/2015 15:54

Campeonato Brasileiro renova parceria, e melhor colocado na GPR250 garante vaga na seletiva da Red Bull Rookies Cup de 2015

Assim como aconteceu no ano passado, o melhor colocado na GPR250, categoria de base do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, será premiado com uma vaga na seletiva da Red Bull Rookies Cup. Categoria internacional é acesso ao Mundial de Motovelocidade
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
A organização do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade anunciou na última quarta-feira (22) a renovação de uma parceria com a Red Bull. Pelo acordo com a empresa dos energéticos, assim como aconteceu no ano passado, um piloto da GPR250, categoria de base da Moto 1000GP, será presenteado com uma vaga na edição 2015 da seletiva para a Red Bull Rookies Cup, classe de acesso ao Mundial de Motovelocidade.
 
Pela iniciativa, o piloto que somar mais pontos entre a etapa de abertura da temporada — marcada para o dia 3 de maio em Curitiba — e a prova imediatamente anterior à seletiva — que ainda não tem data — vai ganhar uma viagem para a Europa com direito a um acompanhante para participar do processo seletivo da divisão que revelou pilotos como Danny Kent, Brad Binder e Karel Hanika.
Meikon Kawakami disputou a seletiva da Red Bull Rookies Cup no ano passado (Foto: Divulgação)
As inscrições para a seletiva da Red Bull Rookies Cup acontecem pela internet e organização do certame escolhe os candidatos com base no currículo de cada um. Mais de cem jovens participam da disputa por uma vaga.
 
Depois desta primeira fase, os pilotos seguem para a Europa para três dias de testes, onde utilizam motos idênticas àquelas da Rookies Cup. Levando em conta o desempenho de cada um nesses exercícios, o grid do ano seguinte é formado.
 
Promotor da Moto 1000GP, Gilson Scudeler celebrou o sucesso da GPR250, categoria que foi introduzida em 2013. Primeiro campeão da classe, Pedro Sampaio subiu para a GP600 no ano seguinte e, de cara, conquistou o vice-campeonato. Neste ano, o gaúcho estreou no Europeu de Superstock 600.
 
 “O primeiro campeão subiu para a GP600 no ano seguinte e de cara conquistou o vice-campeonato”, lembrou Scudeler. “Ele é um dos grandes favoritos para o título deste ano, quando também tem tudo para ser um dos destaques na Europa”, destacou.
 
Campeão da GPR250 no ano passado, Meikon Kawakami participou da seletiva da Rookies Cup em 2014 no circuito de Guadix, na Espanha, mas não conseguiu a vaga. Neste ano, entretanto, o paulista está disputando — em paralelo com o Campeonato Brasileiro — a Moriwaki 250 Junior Cup, um certamente organizado pela holandesa Ten Kate, responsável pelo time da Honda no Mundial de Superbike.
 
“Ele mostrou muito potencial. Mesmo sofrendo uma queda no início da seletiva, que acabou sendo decisiva para a classificação, a performance dele foi excelente, segundo a avaliação dos monitores. Tanto que ele teve convite para ser piloto do Moriwaki 250 Junior Cup”, ressaltou. “Essa parceria, celebrada pela primeira vez no ano passado, foi uma grande conquista para a motovelocidade brasileira, por permitir aos jovens pilotos encurtar o caminho para uma carreira internacional de sucesso, como já aconteceu com o Meikon. A Red Bull tem a busca pela formação de atletas em seu DNA”, concluiu.

Últimas Notícias
sexta-feira, 20 de janeiro de 2017
Rali
Stock Car
F1
MotoGP
F-E
MotoGP
MotoGP
Outras
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
MotoGP
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook