Motociclismo
09/10/2017 09:42

Kawakami vence pela primeira vez na Talent Cup Europeia em Aragão e vai à final de Valência com chances de título

Aos 15 anos, Meikon Kawakami conquistou no domingo sua primeira vitória na Talent Cup Europeia. O brasileiro da LaGlisse recebeu a bandeirada na corrida 2 com 0s039 de vantagem para Andreas Pérez, o segundo colocado, e vai para a final de Valência com chances de título
Warm Up
JULIANA TESSER, de São Paulo

Meikon Kawakami conquistou sua primeira vitória na Talent Cup Europeia no domingo (8). Depois de Eric Granado subir ao topo do pódio do Europeu de Moto2, o brasileiro de 15 anos saiu vencedor de uma movimentada corrida 2 ao receber a bandeirada com 0s039 de vantagem para Andreas Pérez, o segundo colocado.
 
O fim de semana positivo do #83 começou ainda no sábado, quando Kawakami conquistou a segunda colocação no grid. A corrida, porém, acabou sendo mais complicada do que a expectativa geral, já que foi interrompida duas vezes em bandeira vermelha.
Meikon Kawakami venceu pela primeira vez na Talent Cup (Foto: LaGlisse)

Na primeira parte da disputa, Kawakami brigou no grupo da ponta e até chegou a liderar antes da paralisação. Quando a disputa foi retomada para as cinco voltas finais, Meikon também se manteve na briga pela ponta, mas uma nova bandeira vermelha acabou por validar o resultado do penúltimo giro, dando a vitória a Alejandro Díaz, que cruzou a meta 0s206 à frente de Joan Uviña, o segundo colocado. O brasileiro, por sua vez, acabou em terceiro, apenas 0s002 atrás do #23.
 
No complemento da rodada, Meikon, de novo partindo do segundo posto, permaneceu brigando na ponta. Dono de uma boa estratégia, o piloto da LaGlisse partiu para o ataque nas voltas finais e assumiu o comando da disputa, mas perdeu a ponta para Andrea Pérez na reta oposta. O brasileiro, então, aproveitou que o espanhol escapou da trajetória na curva final para mergulhar por dentro e receber a bandeirada com apenas 0s039 de vantagem. Terceiro, Francisco Gómez ficou a 0s095 do ponteiro.
 
“Não foi só o dia de hoje que foi incrível, mas todo o fim de semana”, disse Kawakami. “Este primeiro lugar é perfeito e também é muito positivo o pódio da primeira corrida”, seguiu.
 
“A primeira corrida foi difícil, porque as duas bandeiras vermelhas complicaram as coisas. Eu ia tentar na última curva, mas não pude porque interromperam a corrida”, contou. “A segunda também foi difícil, mas nas duas últimas voltas eu tentei estar na frente de todo jeito e, na última curva, consegui a vitória, então estou muito feliz”, explicou.
 
“Depois do momento ruim em Montmeló e Valência, conseguimos subir outra vez. Estou muito satisfeito com este fim de semana e agora temos de trabalhar ao máximo para a última corrida da temporada em Valência. Quero agradecer toda a equipe, a minha família e a todos os patrocinadores”, completou.
 
Restando uma prova ― e 25 pontos ― para o fim da temporada, Kawakami avançou para o segundo posto na classificação, com 20 pontos de atraso para Manuel González, o líder da disputa. A decisão acontece em 19 de novembro, em Valência.
 
“Estamos bastante contentes com a primeira vitória de Meikon nesta temporada”, disse Jaime Fdez-Avilés, chefe da LaGlisse. “O potencial que ele tem é incrível, vimos isso desde a primeira corrida, e, com 15 anos, é uma das grandes promessas do futuro”, elogiou o espanhol.
 
“Tanto ele quanto a equipe fizeram um grande trabalho. Nos colocamos na segunda colocação do campeonato e temos opções de lutar por ele na última corrida em Valência”, concluiu.
E-piloto do Mundial, Éfren Vázquez atua como coach na LaGlisse com Kawakami (Foto: LaGlisse)

Iniciada em 2017, a Talent Cup Europeia é mais uma criação da Dorna, a empresa espanhola que promove os Mundiais de Motovelocidade e Superbike, para integrar o programa ‘Road to MotoGP’. A categoria é destinada a pilotos nascidos entre 2000 e 2004 e conta com motos Honda NSF 250 R com poucas modificações em relação ao modelo standard.
 
Categoria de entrada do CEV, que foi criado como Campeonato Espanhol de Velocidade, mas que hoje incorpora categorias europeias e também o Mundial de Júnior de Moto3, a Talent Cup Europeia é uma irmã das Talent Cup Asiática e Britânica, que tem como objetivo formar pilotos na Ásia e no Reino Unido, respectivamente.
 
O Mundial Júnior, aliás, teve seu campeão definido no MotorLand, com Dennis Foggia faturando o título. Pupilo de Valentino Rossi, o italiano vai defender a VR46 no Mundial de Moto3 em 2018.
 
HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  
 

Últimas Notícias
quarta-feira, 22 de novembro de 2017
MotoGP
Indy
F1
F1
MotoGP
F1
Copa Grande Prêmio
F1
Endurance
Outras
Outras
Stock Car
F1
F1
MotoGP
Galerias de Imagens
Facebook