Motociclismo
25/08/2016 15:33

Smith sofre acidente no primeiro treino das 8 Horas de Oschersleben e tem corte profundo na perna

Bradley Smith sofreu uma queda ainda no primeiro treino para as 8 Horas de Oschersleben e sofreu um corte profundo na perna. Inicialmente, médicos suspeitaram de fratura no fêmur, mas exames não apontaram maiores lesões
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
O fim de semana de Bradley Smith não começou lá muito bem. Escalado pela Yamaha para reforçar o time que decide o título do Mundial de Endurance da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) nas 8 Horas de Oschersleben, o piloto da Tech3 sofreu uma queda na primeira sessão de treinos nesta quinta-feira (25) e precisou ser removido para o Hospital Magdeburg de helicóptero.
 
Inicialmente, os médicos suspeitavam de uma fratura no fêmur, mas os exames realizados no hospital não apontaram nenhuma lesão de osso.
Bradley Smith lesionou a perna em um acidente em Oschersleben  (Foto: Yamaha)

Pouco após ser levado ao hospital, o próprio Smith deu notícias pelas redes sociais e reconheceu que teve sorte de escapar de maiores lesões.
 
“Ok... peguei meu telefone. Nenhum osso quebrado no raio-x”, escreveu Bradley. “Apenas tenho de suturar minha perna e aí verificar outras lesões. #GarotoDeSorte”, completou.
 
Chefe da equipe YART, Mandy Kainz explicou que Smith caiu após tocar com um piloto mais lento e acabou sofrendo um corte profundo. Ainda assim, o dirigente afirmou que a Yamaha ainda não sabe se o britânico poderá correr em Oschersleben.
 
“A sessão estava correndo de acordo com o planejado, nós estávamos bem felizes com a sessão, mas Bradley atingiu outro piloto, um piloto mais lento”, contou Kainz. “No primeiro momento, nós pensamos que ele tivesse fraturado o fêmur, mas, no fim, felizmente, no hospital descobriram que ele não se feriu tão gravemente”, seguiu. 
 
“Não há fratura, ele só tem um corte profundo, que agora tem de ser reparado”, explicou. “Vamos ver mais tarde o que vai acontecer com Bradley, se ele poderá correr ou não. Saberemos amanhã”, completou.
 
Restando apenas a etapa alemã, nove equipes ainda estão na briga pelo título. A YART tem a terceira posição na tabela, oito pontos atrás da líder April Moto, que conta com Gregg Black, Grégory Fastré e Alex Cudlin. A escuderia austríaca está empatada com a segunda colocada, a SRC Kawasaki.
 
PADDOCK GP #43 DEBATE INDY E MOTOGP E FAZ PRÉVIA DA F1


Últimas Notícias
sábado, 22 de abril de 2017
Indy
MotoGP
MotoGP
Indy
MotoGP
MotoGP
Brasileiro de Marcas
Indy
MotoGP
Stock Car
MotoGP
Indy
MotoGP
MotoGP
Stock Car
Galerias de Imagens
Facebook