MotoGP
17/08/2017 13:10

Dispensado pela Aprilia, Lowes vê MotoGP como prioridade, mas admite voltar para Moto2 em busca do título

Dispensado pela Aprilia, Sam Lowes afirmou que sua prioridade é ficar na MotoGP, mas, se não conseguir, considera a possibilidade de voltar à Moto2 para buscar o título
Warm Up
Redação GP, de São Paulo

Dispensado pela Aprilia, Sam Lowes busca alternativas para dar sequência à carreira no Mundial de Motovelocidade. Com poucas vagas na MotoGP para 2018, o britânico admitiu que voltar para a Moto2 é uma possibilidade.
 
Lowes tinha contrato com a casa de Noale para a próxima temporada da MotoGP, mas teve seu vinculo encerrado de forma antecipada no último fim de semana. O britânico vai ser substituído pelo conterrâneo Scott Redding.
 
Agente de Sam, Roger Burnett colocou a Marc VDS como principal alternativa, mas a vaga ao lado de Franco Morbidelli é uma das mais concorridas. Além do time belga, só a Avintia tem vaga disponível ― caso a KTM mantenha sua formação atual ―, mas rumores indicam que a equipe espanhola vai ficar com pilotos que tragam um importante aporte financeiro.
Sam Lowes admitiu que voltar para a Moto2 é uma possibilidade (Foto: Aprilia)

“Se não for possível, no ano passado eu estava na Moto2, então eu provavelmente tentaria voltar e lutar para vencer corridas e me tornar campeão mundial, porque isso ainda é algo ótimo”, disse Lowes. “No momento, estou realmente focado em tentar ficar nesta categoria”, seguiu.
 
“Quero ficar aqui, pois, do contrário, terá sido muito trabalho por nada. Se você sai, é difícil voltar”, comentou. “Se não for possível, vou tentar voltar para a Moto2 com um bom pacote e lutar pelo Mundial. Se você olhar para os meus resultados do ano passado, sou capaz de fazer isso”, lembrou.
 
Da turma da Moto2 do ano passado, foram quatro os pilotos promovidos para a classe rainha. Além de Lowes, Jonas Folger e Johann Zarco conseguiram vaga na Tech3, com Álex Rins contratado pela Aprilia.
 
No ano de estreia na MotoGP, Folger e Zarco superaram as expectativas, com um pódio cada. Rins, por outro lado, sofreu uma série de lesões e só agora começa a pegar a mão com a GSX-RR. Lowes, por sua vez, pontuou em uma única etapa.
 
“Cada piloto é diferente, cada moto é diferente”, apontou o #22. “Álex Rins é um grande pilotos, venceu muitas corridas na Moto2 de uma maneira muito fácil. Agora ele está começando a encontrar seu caminho na MotoGP”, lembrou.
 
“Ele está na Suzuki, eu estou na Aprilia, tem outros dois caras em uma moto diferente que estão achando as coisas diferentes”, falou. “Zarco é ótimo, bicampeão, Jonas é um grande piloto, mas eu o bati no ano passado em muito mais corridas do que ele me venceu. Ele é um ótimo piloto, mas são situações diferentes”, concluiu.
PADDOCK GP #91 RECEBE TUKA ROCHA


Últimas Notícias
sexta-feira, 22 de setembro de 2017
F1
MotoGP
MotoGP
F1
Stock Car
F1
MotoGP
Endurance
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
MotoGP
F1
Galerias de Imagens
Facebook