MotoGP
20/04/2017 17:19

Dovizioso revela conversa entre pilotos para modificar sistema do treino classificatório da MotoGP

Andrea Dovizioso admitiu que ganhou apoio de seus pares na luta para impedir que os tempos registrados no TL1 e no TL2 sirvam para ranquear os pilotos para a disputa do treino classificatório. Italiano reconheceu que é uma mudança difícil de ser feita
Warm Up
Redação GP, de São Paulo
 
Andrea Dovizioso confirmou que os pilotos pediram à organização da MotoGP uma revisão no formado do treino classificatório. Os competidores querem que os tempos registrados nas duas primeiras sessões de treinos livres não sejam combinados com aqueles do TL3 para dividi-los entre o Q1 e o Q2 do treino classificatório.
 
Em 2013, a MotoGP introduziu um novo sistema de classificação, combinando os resultados dos três primeiros treinos livres para dividir os pilotos em duas baterias classificatórias. No Q1, todos aqueles que não conseguiram vaga no top-10 combinado disputam duas vagas na fase seguinte, onde é definido o pole-position.
Andrea Dovizioso confirmou pedido de mudança no sistema de classificação da MotoGP (Foto: Divulgação/MotoGP)

De acordo com Dovizioso, a mudança no sistema já era um pedido antigo seu, mas ganhou corpo na Argentina, quando outros pilotos manifestaram apoio à ideia. O titular da Ducati entende que o modelo atual limita o tempo de trabalho com as motos.
 
“De fato, sou um dos pilotos que consideram que é preciso mudar o sistema”, admitiu Dovizioso em entrevista ao site ‘Motorsport.com’. “Pressionei muito para isso desde o ano passado, mas até agora nunca levaram isso em consideração”, contou.
 
“Mas, na Argentina, voltei a levantar o tema mais uma vez e, desta vez, encontrei bastante apoio de todos os pilotos. Assim, estamos trabalhando nisso”, disse. “Não é fácil de acontecer e não se sabe quando acontecerá, mas, na minha opinião, é fundamental que aconteça”, defendeu.
 
Dovizioso reconheceu que a mudança deste sistema tornaria as sextas-feiras mais monótonas, mas defendeu que os pilotos precisam de mais tempo para acertarem as motos.
 
“Qual é o problema? Se mudamos a regra, as sextas-feiras se tornam dias chatos, sem valor. Sim, mas, do contrário, com o sistema atual você não tem tempo para trabalhar, porque antes de encerrar cada sessão, você tem de fazer um tempo e estar entre dos dez primeiros, por conta do que possa acontecer”, explicou. “Isso significa que você deve utilizar mais pneus, e trabalhar sempre pensando que, antes de acabar a sessão, você tem de fazer um tempo, o que diminuiu o tempo para trabalhar na moto”, continuou.
 
“Em cada treino, você faz três saídas. Se você gasta uma para fazer tempo, só restam duas para trabalhar, então não pode provar todos os pneus, já que temos três dianteiros e três traseiros”, completou.
 
PADDOCK GP #74 DEBATE: QUAIS OS PILOTOS COM POTENCIAL DE FUTURO CAMPEÃO MUNDIAL DE F1?



Últimas Notícias
terça-feira, 21 de novembro de 2017
F1
F1
F1
Warm Up
MotoGP
F1
segunda-feira, 20 de novembro de 2017
F1
F1
MotoGP
Endurance
F-E
F1
F1
MotoGP
Nascar
Galerias de Imagens
Facebook